Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


TVI e letais

por O 6º Violino, em 13.02.19

images6ORL3CY6.jpg

Já todos percebemos o caminho que a estação televisiva TVI escolheu em relação ao desporto português. Um caminho fácil, populista, reles, ridículo e pernicioso ao desporto e ao futebol em particular. Ter nas suas fileiras Pedro Guerra, Manuel Serrão, José Pina, Pedro Proença, Eduardo Barroso, enquanto comentadores, diz bem do passado e presente e dos objectivos desta estação de televisão. Circo.

A juntar a isto, temos a já mais que visível "parceria" entre a TVI e o deposto ex-presidente do Sporting. E vamos a factos do conhecimento público para desmistificar de uma vez por todas.

Chegada da equipa de futebol a Santa Maria da Feira no domingo passado, um grupo de apoiantes do deposto, liderado por Carlos Monteiro (CM) com insultos à equipa e ao actual Presidente. 

Mas quem é esta figura, Carlos Monteiro? Fácil de responder. Carlos Monteiro foi Presidente do Núcleo de Matosinhos e acabou recentemente destituido do cargo do mesmo. CM é um fervoroso apoiante do historicamente deposto.

48376140_785318765145360_1312815878542196736_n.jpg

CM fez-se amigo pessoal do deposto e é frequentemente visto em almoços e festas organizados pelo deposto.

51620098_2279639482067298_6990523865147375616_n.jp

CM, no dia do jogo de Santa Maria da Feira só teve palco numa televisão, a TVI.

CM é o individuo que aparece num vídeo no Aeroporto Sá Carneiro depois de um jogo em Chaves a insultar Jorge Jesus e jogadores. Nesse dia, o então presidente entrou no balneário de Chaves e insultou tudo e todos, tendo fugido para Lisboa de carro. O leitor ainda acredita que CM foi ao aeroporto só porque lhe apeteceu?

CM é o mesmo que foi visto a insultar adeptos do Sporting, crianças e seus pais, no Jamor, depois da Final da Taça perdida para o Desportivo da Aves, só por estarem a aplaudir os jogadores quando estes subiam à Tribuna Presidencial. Já todos sabemos os antecedentes à Final da Taça...coincidências, outra vez?

Mas vamos a mais factos: Luis Aguilar, benfiquista anti-Sporting é co-autor do novo livro do deposto, é comentador TVI.

Sexta-feira, o deposto dará uma entrevista. Na TVI.

Acredite em coincidências quem quiser, quem quiser fazer um exercício simples ao cérebro terá rapidamente as conclusões óbvias.

Circo, TVI, letais.

SL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

O histerismo

por O 6º Violino, em 31.01.19

untitled.png

Os últimos dias do futebol português têm sido caracterizados por várias demonstrações de histerismo, colectivos e individuais.

Comecemos pelas meias-finais da Taça da Liga:

Foram histéricos o Abel, o Salvador e o Vieira. Abel e Salvador porque demonstraram aquilo que realmente são, capachos do Benfica. Vieira,o histérico-mor, porque conseguiu atacar e afastar um árbitro que defendeu nos famosos mails. Todos os pormenores que resultaram no histerismo destas três personagens já são sobejamente conhecidas e fartamente discutidas.

Na final da dita competição surgiram mais dois histéricos. O histérico Diamantino, elemento da equipa técnica do Porto e Sérgio Conceição, histérico e mentiroso.

Conceição e a sua equipa não foram cuspidos. O Porto quando subiu à tribuna para receber as medalhas, foi aplaudido pela maioria dos Sportinguistas naquela bancada, já os seus adeptos estavam nos carros e autocarros para regressarem à invicta. Depois de receberem as medalhas, jogadores e restante staff portista ficaram  no relvado junto ao seu banco de suplentes. Uma boca aqui e outra ali, foram o suficiente para Conceição enviar a sua medalha para a bancada e ordenar a retirada dos seus jogadores. Nada mais do que isto. Pura azia por ter perdido uma competição que "ninguém queria" e que foi vencida pelo "patinho feio" dos finalistas. É lidar.

A este tipo de histerismo, o meu desprezo a partir de agora.

Vamos ao mais importante histerismo, o leonino. Importante porque o prejudicado é sempre o mesmo, o Sporting.

O adepto histérico é aquele que no sábado abriu uma garrafa de espumante e depois do jogo em Setúbal "bateu" em tudo, nos jogadores, no Presidente, no mau tempo, no árbitro (aqui compreendo a histeria), na falta de profissionalismo,etc....

O histérico ainda não viu as limitações do plantel, do seu desequilibro e da pouca qualidade futebolística de muitos dos jogadores.

O histérico é aquele adepto que não tem a noção daquilo que esta equipa não pode dar. Ainda não viu que a equipa está presa por arames.

O histérico é aquele que está a esfregar as mãos pelos maus resultados para poder atacar uma direcção eleita democraticamente nas eleições mais concorridas de sempre. Histérico e nada Sportinguista.

O histérico assobia um grupo de jogadores que tem mostrado compromisso e luta, mesmo não tendo a qualidade necessária.

Apesar de tudo, a equipa tem sido muito melhor que o histérico.

Mudando de agulha, uma nota para Frederico Varandas: não caia no erro histérico de fazer do nosso rival o alvo dos seus discursos. Isso não resultou com o deposto, não voltará a resultar. Isso é bom apenas para agradar a uma franja de putos "tuiteiros", que maioritariamente não vai aos estádios nem as Assembleias Gerais. Foque-se no Sporting e já terá com que se entreter. Não precisa de resvalar para o populismo, se não for pedir muito.

SL

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:14

Tempo...

por O 6º Violino, em 17.01.19

tempo_.jpg

Passaram quatro meses desde o acto eleitoral de Setembro, em que algumas coisas já foram feitas e muitas mais estarão por fazer, como é natural.

O escasso tempo que passou já deu para perceber pelo menos da diferença comunicacional em comparação com o passado nos anteriores cinco anos. Já se percebeu que o Sporting já não é capa dos jornais pelos motivos mais ridículos e pela sobreposição do "eu" ao "nós".

O Sporting terá um longo e penoso caminho a percorrer para se livrar das amarras de uma gestão penosa em que o Clube sofreu profundas alterações no seu ADN. Ainda existe uma franja de poucos miúdos com acne que mais não fazem do que barulho, mas um barulho de baixo nivel, em que colocam o Clube sob gozo. Mais cedo do que tarde vão desaparecer em troca de uma novidade qualquer. 

No que toca a assuntos sérios e que alguns tardam em ser clarificados, temos:

Quando estará pronta a Auditoria Forense, e quando serão informados os sócios do resultado da mesma?

Em que pé estão os processos disciplinares a membros do anterior Conselho Directivo, nos quais foram propostas expulsões dos vários elementos?

Os actuais Órgãos Sociais já tiveram o tempo suficiente para perceber que "união" não pode ser contemplar este tipo de letargia, não pode contemplar esta gente que constantemente mina o Clube, porque muitos dos seus mais acérrimos defensores ainda estão dentro das quatro paredes do Clube. Não podem continuar a ter esqueletos nos armários. O passado recente, de tão traumatizante que foi, tem de ser rapidamente arrumado. Sem contemplações nem falsas uniões. O Sporting precisa de paz para vencer o presente e o futuro, o mais rapidamente possivel.

Não pode haver receio de quem venceu as eleições mais participadas da história. 

O Sporting tem de reerguer-se o mais depressa possível, mesmo que interesses particulares de alguns elementos derrotados nas últimas eleições, também, fiquem em causa, por muito bom nome que tenham.

Nota final: A Direcção já devia ter vindo a público esclarecer os sócios sobre o pagamento (ou não) de uma tranche relativa à transferência de Marcos Acuña. 

Falem a verdade aos sócios!

SL

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:52

Ficou o aviso!

por O 6º Violino, em 04.12.18

f_77754.jpg

Aqui há umas semanas alertei para a importância da participação na última Assembleia Geral. Assim o fiz por saber do "modus operandi"de uma nova casta que emergiu em 2013 no nosso Clube, uma casta que não olha a meios para atingir os seus fins. Felizmente são cada vez menos e a expressão atingida na dita AG só parece grande pela ausência dos restantes associados que pouco ou nada se revêm em comportamentos próprios de energúmenos.

O que passou para o exterior da AG foi grave, porque verdadeiro. O que assistimos foi tudo aquilo em que estamos habituados a criticar no nosso rival da segunda circular.

Foram os mesmos que incendiaram a AG de 23 de Junho, com tentativas de agressão a Álvaro Sobrinho, por exemplo, que na sua qualidade de sócio, pode e deve sentir-se confortável em qualquer Assembleia do Clube. Desta vez o alvo foi também Henrique Monteiro.

Nunca numa Assembleia um Presidente (nem Godinho Lopes) recentemente eleito foi vaiado e quase impedido de falar, tendo de recorrer a segurança privada para exercer o seu direito de voto. VERGONHOSO!

E aqui a culpa tem vários rostos, desde quem preparou tais actos, Azevedo de Carvalho, como quem permitiu a arruaça durante várias horas, Rogério Alves.

Quem assistiu in loco pode verificar que a táctica utilizada pelos fanáticos do deposto presidente actuaram concertadamente como tinham feito em 23 de Junho. Por sorte, e pela presença de sócios com muita militância, mais uma vez foram derrotados, felizmente para o nosso Clube.

Fica o aviso para que no dia 15 (aguardamos agendamento) ninguém fique na poltrona e que sejamos todos responsáveis, comparecendo em número elevado. Azevedo de Carvalho meteu a carne toda no assador na última AG. Não tem muitos mais apoiantes do que aquelas caricaturas ridículas. 

É hora de levarem mais uma lição de Sportinguismo como levaram no último acto eleitoral e na AG de 23 de Junho.

O Sporting não pode ficar refém deste lixo tóxico que muito berra e ofende, e que não quer saber do Clube para nada, mas sim continuar a idolatrar quem tanto mal fez ao Clube, quem tanto desrespeitou os Estatutos do Clube.

Que tenha servido também de lição para Frederico Varandas. O discurso da união não pode ser levado à letra com esta gente. Varandas já mostrou que não tem medo de enfrentar as dificuldades, e será essa coragem que os restantes Órgãos Sociais devem ter para a necessária "higienização" do Clube.

Rogério Alves tem de deixar em definitivo de querer estar bem com Deus e com o Diabo. O Conselho Fiscal tem rapidamente de encerrar os processos disciplinares pendentes. A auditoria forense tem rapidamente de terminar e os sócios serem informados de tudo o que se passou nos últimos cinco anos. Não podem ficar pontas soltas. O Sporting não tem tempo a perder com estas figuras emergentes em 2013. O Sporting é muito mais que uma centena de ordinários que mancham a imagem externa do Clube. O Sporting foi, é, e sempre será um Clube diferente dos demais, quer esses analfabetos funcionais queiram, quer não.

O tempo urge! É tempo de limpar o tumor instalado! É tempo de Sporting Clube de Portugal!

SL

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:39

A Assembleia de dia 30

por O 6º Violino, em 19.11.18

24220024_770x433_acf_cropped_770x433_acf_cropped.j

Conforme anunciado pelo PMAG, Rogério Alves, embora ainda não publicada a sua convocatória, realiza-se no dia 30 de Novembro Assembleia Geral com o objectivo de aprovar as contas do Clube relativamente à temporada e o orçamento para esta temporada.

A mesma realiza-se apenas agora pelos factos já por todos conhecidos.

Para que a história não se repita, apela-se à presença de todos os associados que o possam fazer.

Relembro que em 2012, um grupo liderado pelo destituído presidente tentou, sem sucesso um golpe palaciano, através do chumbo do orçamento e contas então apresentado pela Direcção de Godinho Lopes. Nessa Assembleia o orçamento e as contas não foram chumbadas porque muitos dos que prometeram aparecer (aquando de várias reuniões) resolveram ficar em casa.

Ora, o "modus operandi" dos fanáticos do deposto, bem como do próprio, fazem com que os associados devam estar alerta para o que se possa passar. Basta ver que o deposto não teve qualquer problema em colocar providências cautelares para que o normal funcionamento da instituição não decorresse. Novamente e em  surdina, e porque o "ressabiamento" é enorme, pode estar a ser preparado mais uma tentativa de golpe de teatro por parte de quem não respeita sequer os estatutos do Clube.

Olho vivo e não fiquem em casa.

SL

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:18

Sporting Gado

por O 6º Violino, em 05.11.18

20786058_jJ3GU.jpg

Escrevi bem antes das eleições que fosse qual fosse o vencedor, o Sporting não iria ter paz num futuro próximo.

Neste espaço fui critico com todos os candidatos que, por razões que a própria razão não desconhece, colocaram os seus interesses à frente dos interesses do Clube, ao apresentarem tão elevado número de listas concorrentes.

Dois meses depois do processo eleitoral, o Sporting continua a ferro e fogo. 

Algures em 2017 o destituído presidente adjectivou vários Sportinguistas, páginas de facebook, blogues, que não se reviam na sua gestão de "sportingados", contribuindo para a divisão entre os então "bons", que lhe abanavam a cauda a cada suspiro, e os "maus", que nunca quiseram esconder que estavam fartos e descontentes com a sua gestão, não se coibindo de publicar e fazer publicar os nomes das pessoas, tendo como resultado o enxovalho publico de alguns. Não farei o mesmo relativamente aos "novos Sporting Gados", porque nem publicidade individual merecem. Só a classificação de "Gado" basta.

Assunto arrumado em sede própria, nos locais onde se pratica a democracia. Capitulo negro fechado relativamente a esse sujeito, apesar do novo DJ continuar a minar através dos seus "viúvos e viúvas" em tudo o que é rede social. Mais um erro de principiante. Foi esse erro que o fez cair mais depressa.

O Sporting vive dividido em quem tem interesse em dar um novo rumo ao Clube e aqueles que vivem do "saudosismo carvalhista", aos que se juntaram os intolerantes que não aceitaram a vitória de Frederico Varandas. E são muitos, tantos como aqueles que andaram calados no primeiro mandato do destituído. Tantas e tantas figuras alegóricas e circenses que insistem em ter voz, a voz que ninguém lhes pediu para ter.

O Sporting sofrerá nos próximos anos o resultado de cinco anos de loucura, em que milhares de associados foram contagiados com a estupidez reinante. 

Relembro aos mais distraídos que o Clube gastou mais de 200 milhões de euros em 2 temporadas para ganhar BOLA. O Clube perdeu vários dos seus activos mais importantes por culpa da loucura então reinante. O Sporting não é um Clube apetecível para nenhum treinador de renome e com currículo, como se tem visto.

As marcas dos cinco anos são muito mais profundas do que a maioria pensa. Pior que os resultados negativos no futebol, as marcas e cicatrizes no ADN do Clube são muito mais fortes e dificeis de curar.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:14

Limpa Ferrão

por O 6º Violino, em 21.09.18

19553896_10154973580313439_2663119117848086998_n.j

 Menos de duas semanas após o acto eleitoral , e já com alguma da necessária limpeza feita dentro do Clube , existe ainda , e em vários sectores pessoas que urge sacudir rapidamente para fora do Clube , sob pena de continuarem a ser os olhos e os ouvidos do historicamente destituído.

Um dos casos que me faz imensa confusão por ainda pertencer aos quadros do Clube é Luis Ferrão.

Quem é Luis Ferrão?

Luis Ferrão foi o último sobrevivente da penúltima "empresa" falida (a última foi a Fundação Aragão Pinto) de Azevedo de Carvalho. De 2011 a 2013 era o moço de recados de Azevedo de Carvalho para todos os assuntos, particulares e profissionais. Uma espécie de Pedro Batista e/ou João Capitão, mas remunerado. Uma espécie de Saraiva, mas com tacão alto, que consegue trocar lâmpadas.

Ferrão entra para o Sporting em 2013 pela mão de Carvalho, para a área responsável pelo Estádio.

Ferrão, André Cashball Geraldes, Pedro Batista, João Capitão e o seu irmão anafado, faziam parte da trupe que se entretinha a espiolhar sócios que manifestamente estavam contra a gestão "Azevedista", sendo Beto Severo uma das vitimas de então, ele que agora é Team Manager do Clube.

Frederico Varandas não pode perder tempo a dar confiança a esta gente que tanto mal fez ao Clube e seus associados. Não pode correr o risco de ter à sua volta estes bufos do Carvalho.

Tem de cortar a direito com esta linhagem de putos atrasados mentais que sujaram o nome do Clube. O tempo é escasso, e esta gente não pode ser merecedora de confiança.

É mais do que tempo de limpar esta corja de amigos do João Duarte da YN.

É tempo de limpar de vez, nem que seja à força.

Tempo de ter um Sporting limpo, de novo.

SL

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Eleições

por O 6º Violino, em 02.09.18

imagesWLMQUZ4B.jpg

A menos de uma semana do acto eleitoral ,gostava de partilhar com os nossos leitores a minha visão sobre cada uma das listas concorrentes.

Antes demais dizer que cada um dos sete candidatos pensa mais em si do que no Sporting, caso contrário seria impensável a existência de tantas listas concorrentes.

Foi pena não ter visto tantas no ano passado, ou pelo menos metade delas. Tínhamos evitado mais um ano de loucura carvalhista e agonia. E aí só Pedro Madeira Rodrigues tem moral para falar.

Prevejo que quem vença tenha pouco mais de 30% de votos, isto se até dia 8 não acontecerem desistência, o que fará que o vencedor tenha uma árdua tarefa para juntar os cacos em que se encontra o Clube.

Aproveitar ainda para agradecer à Comissão de Gestão os dois meses que teve para remediar o resultado de actos tresloucados do deposto presidente. Com erros, obviamente, mas também com muitas coisas positivas, nomeadamente na recuperação de 3 importantes activos da SAD.

Começo então pela análise propriamente dita a cada uma das listas, por ordem escolhida por mim, sem sequer respeitar a ordem dos boletins de voto.

Fernando Tavares Pereira (FTP)

FTP é o candidato de fora do sistema. Empresário com algum sucesso da região centro do País, tem na focalização dos Núcleos o seu habitat. Recusou debater com os restantes candidatos, o que é um erro estratégico para quem é um desconhecido da maioria dos sócios. Fica-se com a sensação de que o seu projecto é ser conhecido. Chegará a 1% dos votos?

Rui Rego (RR)
RR foi o último a apresentar candidatura. Tem como homem forte da SAD, Paulo Lopo da actual SAD leixonense. Paulo Lopo até pode ser sportinguista, mas um Sportinguista jamais veste as cores do seu rival, nem mesmo no Carnaval.

RR, advogado, aproveita as eleições para ser conhecido do público em geral, para titar proveito na sua profissão.

Apesar de tudo tem surpreendido nos debates, talvez pelas baixas expectativas, embora com dificuldades de comunicação.

Terá pouco mais de 1%, prevejo, caso leve a candidatura até final.

Pedro Madeira Rodrigues (PMR)

PMR tem em teoria a lista com nomes menos ligados ao passado e pessoas com traquejo para as diversas áres. O problema de PMR é ele próprio, não tendo aprendido com os erros do passado. Existem elementos da sua lista que não se conhecem entre eles. PMR não tem a mínima noção da "tareia" que vai levar. Continua com o seu habitual discurso completamente fora da realidade. A questão do treinador é um tiro de canhão no próprio pé. Ridículo. Terá menos de metade da percentagem do último acto eleitoral, caso não desista.

José Maria Ricciardi (JMR)

Pode-se trocar a sigla JMR por DDT (dono disto tudo). Ainda assim faz bem em ser candidato, para que perceba de vez o que os sócios pensam de si. Uma lista com Boal, o eterno candidato, ex-critico de JMR, com Mascarenhas, homem forte até há pouco tempo do deposto, José Eduardo, o orquestrador da Comissão de Gestão, ex-colaborador do deposto e responsável pela vergonhosa saída de Marco Silva. É tão bom ver os poucos defensores do deposto a dizerem mal de José Eduardo, depois de o terem tanto defendido.

JMR não tem projecto desportivo, sendo o candidato com mais condições para resolver o grave problema financeiro da SAD.

JMR não tem jeito para isto. José Eduardo não deixa de ser o escroque que sempre foi. Mascarenhas não deixa de ser um "boy" partidário responsável pela quase eternização  do deposto. JMR esteve sempre no Sporting dos últimos largos anos. Dizer que foi duas vezes campeão e esquecer-se das restantes temporadas é falta de carácter ou passar atestados de ignorância aos sócios. Até andou com o deposto ao colo.

João Benedito (JB)

João Benedito tem consigo dois nomes ligados ao desporto e ao Clube. Nunca percebi qual o motivo de Pedro Miguel Moura não ser o número um desta lista. JB cai sistematicamente no erro de piscar o olho ao eleitorado brunista, conseguindo em vários debates e entrevistas ser elogioso para com o deposto. Nada surpreendente para quem aposta num candidato completamente brunista para PMAG. Nada surpreendente para quem tem como candidato para o CD Daniel Monteiro, antigo pau mandado do famoso "Chirola" do Fórum Sporting, Fernando Carvalho de seu nome, colado ao deposto e de outros ex-membros da antiga suposta Lista Independente ao Conselho Fiscal. Daniel, grande apoiante do deposto ate 23 de Junho.Daniel Monteiro, miúdo novo, que não se coibiu de caluniar vários Sportinguistas na praça publica, como por exemplo Miguel Paim, antigo membro do "Dar Rumo ao Sporting", tão importante para a queda do inenarrável Godinho Lopes. 

Frederico Varandas (FV)

FV, o candidato do sistema. Não por acaso que cai na esparrela de criar uma comissão de honra, com tantos nomes ligados ao passado recente e mais longínquo. Um erro tremendo, mesmo não tendo a importância que se quer dar, para o bem e para o mal.

FV não tem muito jeito para debates. Tem uma dicção complicada, mas não são características essências para um Presidente, sendo para um candidato.

A recente crise criada por uma mensagem de um dos seus colegas de candidatura, Pedro Luciano Silveira, pode ser uma faca de dois gumes. Para quem não conhece Barbini (assim é conhecido Pedro Luciano Silveira) pode ser um grave acontecimento. Para quem o conhece, sabe que o palavreado utilizado é comum em conversas de amigos de longa data e luta por um Sporting melhor. As listas concorrentes têm-se aproveitado cinicamente e de forma nojenta para colar este episódio aos acontecimentos de Alcochete.FV tem o melhor dos candidatos a PMAG, Rogério Alves. 

Dias Ferreira (DF)

DF é o candidato mais ginasta de entre todos. Está sempre do lado de quem está no poder até ao limite. Quando as coisas correm mal mete o rabo de fora. Já chega de DF. Basta de DF. DF e a sua "entourage" de ex-brunistas têm sujado o nome de Barbini por tudo o que são redes socias, esquecendo-se que esses escribas dos borras de café, artistas e dos cherbas estão todos muito bem identificados. O tempo foi e será mestre, como sempre. Para esta corja continua a valer tudo para manter o tacho que tinham com o deposto com DF. 

Nota final: o mais recente bloguer do "banco de suplentes" necessita rapidamente de ser internado, não vá ter queda para o suicídio. Escolheu bem o blog. Do banco de suplentes para não convocado e mais tarde para desempregado.

 

SL

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Monta Russa Vip

por O 6º Violino, em 05.08.18

images.jpg

Informo desde já que o titulo não tem nada a ver com os famosos investidores russos que o deposto presidente prometeu em 2013.

O titulo tem a ver com as suas atitudes, ideias, estados de espírito e prosas.

O deposto e agora suspenso consócio não para de surpreender os mais incautos e distraídos sócios do Sporting.

Desde a famosa Assembleia Geral que o tirou do lugar que diz ter sonhado desde os 6 anos (pobre infância a dele), o deposto tem feito da sua vida uma autêntica montanha russa. Relembro que antes da realização da mesma (que garantia não existir), o mesmo afirmou que não voltaria ao seu posto de trabalho se o resultado lhe fosse desfavorável, mas mesmo com a valente coça que levou não perdeu a vergonha na cara.

Chegou ao ponto de afirmar, em recentes entrevistas que até queria ter perdido a Assembleia de Fevereiro. Ao que chega uma mente doente, meus senhores e minhas senhoras.

Tem transformado a pré-campanha eleitoral num circo, de onde quem sai chamuscado é o Clube. Mas o que é que isso lhe interessa, se os seus interesses pessoais foram sempre mais importantes do que os interesses  do Clube?

O deposto não aceitava a realização da AG mas os tribunais assim o obrigaram a fazer. O deposto afirmava não ir à AG e entrou pela porta do cavalo sem ter sido credenciado e votou. O deposto meteu (diz ele, vale o que vale) uma série de providências cautelares que não ganhou uma.

Há poucos dias, depois de suspenso, disse que não aceitava a decisão, que era ilegal, e que ia a votos (só não disse a que eleições). 

Parece que agora vai arranjar um testa de ferro para poder levar a sua equipa de cuspidores de fogo, para não ofender a profissão de palhaço.

Já se percebeu quem paga as salas de apresentação de candidatura e vãos de escada de antigos cinemas. Era fácil lá chegar. Um teso em 2013 não tinha como pagar aquela sala. Hoje já se pode dar a esses luxos, com o que amealhou das comissões das transferências de jogadores, maioritariamente pernas-de-pau.

Há pessoas que não entendem que o seu tempo já lá vai. Sonhavam ter ali um emprego para si e seus familiares para toda a vida, mas a realidade dos clubes não é assim. Ainda há quem tenha o poder decisório nas suas mãos, neste caso, os sócios.

Que esconderá o deposto? Porque não colocou um familiar como candidato? Que interesses esconde? Que movimentos de capitais esconde? Que tipo de relação com as claques quer esconder? 

Todas estas questões serão certamente esclarecidas em breve, de uma ou de outra forma. Para mal dos seus pecados.

Por hoje chega de falar do deposto.

Para os reais candidatos: Tenham juízo e não façam como o outro, metam os interesses do Clube à frente das vossas vaidades pessoais. Isto é à vontade, mas não é à vontadinha. Não deitem fora o que se ganhou em 23 de Junho, por respeito aos sócios e ao Clube.

Ao José Maria Ricciardi, que tenha juízo, ele e o Zé dos tachos. Não vos queremos, da mesma forma que não quisemos o deposto.

Nesta Montanha Russa Vip só embarca quem tiver os olhos tapados.

SL

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:22

EP

por O 6º Violino, em 25.06.18

14972458_VY3pb.jpg

Caro Ex-presidente do Conselho Directivo e Ex-Presidente da SAD (mais à frente designado por "EP",nada tendo a ver com "Estabelecimento prisional",mas com a sua condição de sócio,ou ex-sócio,lá saberá)

 

Permite-me que seja curto e grosso ao dar-te este conselho: pega na malta da tua laia e forma um clube à tua imagem, se faz favor.

O Sporting Clube de Portugal, os seus sócios, disseram-te, mas ainda não percebeste, que estão fartos de ti e dos teus amigos. Foi esmagador, foi arrasador, foi humilhante para ti e para os teus comparsas. Que tu não entendas, eu ainda percebo, que estás doente, e eu dos doente sinto pena, mas os teus amigos assalariados e que te seguraram, deviam ter percebido que também vai sobrar para eles.

Trabalhaste bem, no último sábado. Mandaste os teus amigos entrar mais cedo no pavilhão para se colocarem estrategicamente em frente ao púlpito e os outros espalhados estrategicamente em pontos chave das bancadas. Nada de anormal, vindo de ti. O teu forte sempre foi dominar as  mentes mais fracas e aqueles que se deixam enganar. É assim que funcionam os ditadores (no teu caso aspirante) populistas.

A esmagadora maioria mostrou-te várias coisas, entre elas, e podes começar a tomar nota para não te esqueceres (ou então imprime, apesar de não ir apagar o que escrevo) :

- Não queremos um mentiroso.

- Não queremos um desequilibrado.

- Não queremos um enganador.

- Não queremos quem nos insulta.

- Não queremos quem hoje diz que ama o Clube e que amanhã, ou noutro dia qualquer, já não é do Sporting.

- Não queremos um péssimo gestor de recursos humanos.

- Não queremos quem nos causa prejuízos de milhões por colocar o ego à frente dos interesses do Sporting.

- Não queremos quem se serve diariamente do Clube, colocando os meios do Clube à disposição familiar.

- Não queremos um traidor.

- Não queremos gente mal formada.

- Não queremos quem desvie as atenções sobre as investigações ao outros clubes.

- Não queremos o nosso Clube sob suspeitas.

- Não queremos o nosso Clube nas primeiras páginas dos jornais pelos piores motivos.

- Não queremos os órgãos informativos do Clube ao teu serviço.

- Não queremos um Clube dirigido irresponsavelmente.

- Não queremos um Clube ridicularizado por ti, todos os dias.

- Não queremos um Clube inferiorizado intelectualmente.

- Não somos estúpidos.

- Não somos ratos.

- Não somos escumalha.

- Não somos parvos.

- Não somos teus lacaios.

- Não admitimos que nos julgues, pela nossa classe social, religião ou sexualidade.

- Não somos todos iguais a ti, e provámos isso no sábado.

Nós somos o Sporting, tu és e serás sempre um "Zé Ninguém" que durante cinco anos viveu "à lord", depois de falires uma série de empresas (não vou falar em sanitários nem em roda-pés, porque há muito boa gente no ramo em que tu não vingaste).

Podes ter a conta bancária recheada para ti e para a tua família actual, mas serás sempre pobre, um pobre de espírito sem amigos a sério, apenas gente dependente dos tachos que arranjaste. 

A ti e a esses, ADEUS!

SL aos leitores, não a ti.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D