Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mau perder

por LexLeonne, em 10.10.18

9b18fc2e-4559-4410-a18c-733b1618fbc9.jpg

 

Quando vivemos um momento em que os verdadeiros Sportinguistas estamos, compreensivelmente, tristes com o mais recente resultado da equipa de futebol profissional, uma derrota totalmente inesperada perante um adversário teoricamente mais fraco, fico mais triste ainda por perceber que o mau perder assola quem não perdeu no domingo, mas sim há um mês.

 

Desde a realização das eleições no Clube, e à exceção de comentários sem qualquer relevância por parte de alguns (poucos e cada vez menos) que já demonstraram não ter qualquer pingo de Sportinguismo, temos vivido um clima de paz, sem criticismos exacerbados, apoiando ou, pelo menos, deixando trabalhar com serenidade a nova direção democrática e expressivamente eleita, dando-lhe o espaço e o tempo imprescindíveis a apreender a real situação do Clube e à procura das soluções de curto e médio prazo que sejam necessárias à sua reabilitação.

 

Para minha satisfação e esperança na união no nosso Clube, a frase que mais se tem ouvido é “Varandas é o meu Presidente”, mesmo por quem assume que nele não votou.

 

Eis senão quando aparece alguém, a quem, de facto, ainda nada de similar se havia ouvido, alguém a quem não parece agradar essa pacificação, e por isso trata de disparar tiros, e se assume como oposição.

 

Estou a referir-me à recente intervenção pública de José Maria Ricciardi, candidato derrotado (e muito derrotado) nas últimas eleições. Não que me tenha surpreendido, ou dececionado, porque nunca estive iludido quanto aos seus objetivos ou quanto ao seu caráter. Seria mesmo expectável que nalgum momento, não conseguindo ser nem presidente real, nem o presidente sombra que sempre se habituou a ser, encontrasse outra forma de voltar às luzes da ribalta.

 

Mas, José Maria, um mês depois?! Oposição, um mês depois?! Lembre-se do resultado eleitoral que obteve, que os menos de 15% que votaram em si, já se esqueceram seguramente. Se tem tantos meios e capacidades como diz, mas não quer ajudar o Sporting, então ao menos não desajude. Dedique-se à sua vida de empresário, banqueiro ou lá o que seja, e guarde para si e para quem o rodeia e tenha mesmo que o aturar, essas suas atitudes arrogantes de paladino da verdade absoluta, em que deixa cair todo o seu suposto charme de senhor de cabelos brancos, e parte com facilidade para o insulto gratuito contra tudo e todos aqueles que se atreveram a de si discordar.

 

Essa é uma atitude, dito de forma simples, de mau perder.

Mau perder é do pior que há no desporto e na vida em geral. E quem não souber, na vida, perder com dignidade, jamais poderá ter a pretensão de ter qualquer cargo no mundo do desporto. José Maria, se é Sportinguista, perceba isso e deixe o Sporting em paz!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:44


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D