Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



12734247_10204955243594855_8596815814841448949_n.j

 

 

pas·quim
(francês pasquin, do italiano antigo pasquino, de Pasquino, nome de uma estátua mutilada sobre a qual os romanos afixavam escritos anónimos)

substantivo masculino

1. Escrito anónimo afixado em lugar público com expressões satíricas contra o governo ou alguma pessoa constituída em dignidade.

2. Publicação difamatória.

3. [Depreciativo]  Jornal de baixa qualidade, sem importância. = JORNALECO



O Correio da Manhã é o Jornal com mais tiragem em Portugal. Nada que nos surpreenda avaliando o interesse que a sociedade nacional deposita sobre os assuntos verdadeiramente fraturantes e decisivos na vida de cada um.

O Correio da Manhã é o pasquim. E como a sua definição explica, é um espaço onde surgem difamações, comunicados, tudo de origem duvidosa ou anónima.

E o Correio da Manhã existe porque interessa e muito aos mais diversos ramos de atividade deste país.

Interessa à política, interessa às empresas, à Justiça e claro está, interessa ao Desporto.

Podíamos com esta leitura afirmar que o Correio da Manhã é uma publicação plural, que comunica vários pontos do interesse dos leitores. Mas na realidade não o é.

O Correio da Manhã existe, e aqui me repito, porque interessa. E no nosso contexto, interessa aos dirigentes e outros agentes desportivos.

Recentemente o Editor desse Pasquim foi fotografado à mesa com outros dois amigos. Nada de mais se este país fosse realmente livre, e entenda-se livre, por livre de misérias, corrupção, e outros cancros que impendem o nosso crescimento.

Mas o que é triste é que todos utilizam este Jornal para seu uso pessoal. Falando do nosso Sporting muitas foram as “notícias” publicadas no passado sobre o resultado das Auditorias, buracos, comissões, abusos de confiança, desvios, tudo serviu para atacar. O Pasquim não investigou nada, recebeu as informações.

E que bom foi este clima durante um período no nosso Sporting. Auditorias essas que curiosamente estão na gaveta, como sempre foi aqui neste Blog afirmado.

Hoje o Pasquim surge com uma chamada de capa muito preocupante. Muito preocupante, aqui me repito, pois de forma clara denuncia que dois (2) milhões foram desviados e criminalmente apropriados por terceiros na transferência de Montero. Se não o afirma, desculpem, insinua de forma "inocente".

Esta acusação é muito grave. Esta acusação merece ser investigada, merece ser esclarecida.

E não tem que ser o Presidente Bruno de Carvalho a fazer comunicados nas Redes Sociais ou a perder uma hora do seu tempo na TV do Regime. É sim necessário provar, de forma cabal e sem motivo algum de duvida, que tudo isto é uma pura campanha de difamação. Que se coloque quem de direito a esclarecer a CMVM, que se esclareçam os sócios, e aqui sim, que se avance para os mecanismos legais e se processe este Pasquim.

Espero que o silêncio não seja de ouro neste caso como o foi no caso Bruno César. Pois quando é necessário gritar e lavar a alma e acima de tudo a cara, não temos sido esclarecidos nos locais e com provas concretas.

Começam a ser demasiados casos. Começam a ser demasiados milhões. Começa a ser tudo demasiado estranho. Três anos passados, mais de 50 jogadores contratados, praticamente sem encaixe financeiro de vendas, com um dos treinadores mais caros da Europa, é razão para dizer que há um toque de Midas em Alvalade.

Que se investigue, que se prove, que se acuse quem merece ser acusado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:26


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D