Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Tempo é mestre!!

por Lizardo, em 08.12.16

Bruno-de-Carvalho.jpg

 

Quase quatro anos depois de se instalar o Carvalhismo no Sporting, zero títulos, as piores prestações de sempre na Europa, os maiores orçamentos de sempre, o mais caro treinador de sempre, os maiores flops contratados neste período, um sem fim de casos em tribunal, um incontável número de posts no Facebook pelos mais diversos Diretores de Comunicação, e claro, pelos Batistas e Capitães que a mando de João Duarte e Quintela, (pobres rapazes que, segundo consta, vão ser corridos agora em Março, não vão fazer parte da futura lista de Bruno Miguel), vão redigindo e espalhando a sua boçalidade e a sua falta de nível, know how e capacidade para representarem um Clube tão grande como os maiores da Europa.

Estamos a poucos meses das eleições, e o FRACASSO em toda a linha desta direção é evidente, se do ponto de vista financeiro se tenta tapar o sol com a peneira, a bem da verdade é que as contas não estão assim tão saudáveis, como se pode ler neste texto, e claro, até pelo pouco folclore feito pelo Bruno Miguel sobre os resultados do último relatório e contas. Sabe Bruno que ao agir, vai ter uma reação, e o melhor é estar calado. Evoluiu, mas pouco!

Ontem ficámos fora da Europa, contra uma equipa que não vencia nas mesmas competições há mais de dez anos. Nada que nos belisque a honra, na época passada uma equipa Albanesa, pela primeira vez na sua história venceu um jogo nas competições europeias, e claro, contra o Sporting de Jesus e Bruno.

A elevação mental de Bruno Miguel é tão curta e tão limitada, que não entende que é na Europa que está o prestígio. É ali no maior palco do futebol que estão os milhões, que estão os grandes negócios, que está o verdadeiro espetáculo. Veja-se o exemplo do Arsenal, que internamente nada vence, e que a nível europeu é uma equipa respeitada e sempre candidata a vencer as competições onde está inserida.

Por cá, só o Benfica interessa, e quando se tem tão pouca elevação mental, tão pouca capacidade intelectual, tão fraca capacidade de gestão, não é de estranhar o fracasso do Sporting e o quase tetra do Benfica nos mesmos anos em que Bruno Miguel foi Presidente do Sporting.

As próximas semanas muito nos vão contar sobre um futuro imediato. Se não vencermos na Luz e se cairmos em Setúbal para a Taça de Portugal, a época fica definitivamente fechada, sim, novamente em Dezembro, mas com a nuance que em finais de Outubro já nós estávamos a cinco pontos do Benfica, veremos se conseguimos agora aproveitar o seu deslize na Madeira. Mas as últimas exibições do nosso Sporting não auguram grandes expetativas.

 

Nada mudou no Sporting, piorou. Em termos de orçamento estamos a empurrar com a barriga, estamos a jogar um jogo perigoso que cada vez mais evidencia o risco de perdermos a maioria da SAD.

Este Bruno Miguel, tão adorado por tantos, cada vez menos aplaudido pelos mesmos, corre o risco de se transformar rapidamente num nome proibido ao exemplo de Vale e Azevedo. Também ele loucamente adorado e idolatrado. Até que saiu escoltado pelas forças de segurança e mais tarde acabou mesmo detido.

Sócios, avaliem estes quatro anos, avaliem os despedimentos, os boys que foram contratados, avaliem o tom, o estilo, estudem as contas, comparem com os últimos 10/20 anos, e cheguem a conclusões.

A minha questão é simples: Estamos melhores que no inicio do Século ou há dez anos passados?

Não, não estamos. Vencemos menos, temos menos formação, temos mais passivo, temos mais casos que nos tiram prestígio, estamos constantemente a viver um ano zero. E assim, sem projeto e sem estratégia, é tempo de abrir a porta de saída aos que não sabem “conduzir o Ferrari”

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D