Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O emagrecimento

por Trinco, em 20.01.17

homemgorduraemagrecer450x338ok.jpg

 

 

O presidente anunciou que o plantel da equipa A de futebol vai emagrecer. É algo, mais que necessário, óbvio que teria que acontecer. Chegar a Janeiro, afastado de todas as competições (convenhamos que o campeonato pouco mais é que um wishfull thinking e um "one in a million shot") com um plantel de 28 jogadores é algo pouco razoável e ainda menos justificável.

 

Mas, inesperadamente (ou não), os nomes apontados para esta lipoaspiração, são quase todos, nem mais nem menos que as apostas mais recentes. Aquelas em quem se investiu mais, aquelas que contribuíram decisivamente para os custos da estrutura disparassem para para valores nunca vistos na história do Clube.

 

A justificação que foi sendo narrada, passava pela importância de ter alternativas que garantissem rotatividade com alguma qualidade na abordagem às várias e exigentes competições que se afirmou "serem todas para ganhar".

 

Ora acontece que esses nomes nunca foram utilizados com esses propósitos. Douglas tem 675 minutos de competição. Petrovic, 138. Paulista, 24. Meli, 16. Elias, 679, Markovic, 610. André, 530 e Luc Castaignos, 405. Mesmo com lesões pelo meio, muito, mas mesmo muito pouco para o propósito anunciado.

 

Ora acontece também que só nestes jogadores está empatado um valor perto de €11.4M em custo de aquisição e comissões, sem considerar sequer os custos do empréstimo de Markovic, os prémios de assinatura ou os salários de todos. Facilmente esta "aposta" custou à SAD algo a rondar os €18M.

 

E também acontece que estes, caso não sejam cedidos a titulo definitivo acrescentarão aos aos €15.2M de investimentos feitos ao longo de 4 épocas empatados em empréstimos a outros clubes. Um eventual total de €26.6M. As dietas do Tallon serão consideravelmente mais economicas, espera-se.

 

E ainda mais acontece que a sua esmagadora maioria não justifica o investimento e acaba por prejudicar e impedir o crescimento e afirmação do verdadeiro investimento a "custo zero" que são os formados no Clube. Seguramente Oliveira, Palhinha, Geraldes, Iuri, Podence, Mané entre outros tantos (e do plantel Matheus caso não fosse constantemente relegado para última alternativa) contribuiriam muito mais a equipa que esta "miríade de estrelas de faiança".

 

Agregado a este emagrecimento no entanto, vem outro factor, de cariz claramente populista e propagandista, que promove a ideia do regresso de alguns jovens emprestados (e espero sinceramente que se fique apenas pelo Palhinha), que mais uma vez lhes prejudicará o desenvolvimento ao cortar-lhes um percurso de crescimento e afirmação nas suas equipas e na sua carreira trazendo-os para serem, equipa de treino dos titulares e pouco mais.

 

É que formação não é isto. Como não é leva-los para a pré-temporada enquanto se contratam contentores de jogadores (quer para a equipa A, quer para a equipa B - 27 jogadores ao todo nesta época).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D