Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E agora?

por Trinco, em 27.08.15

Rui+Patricio+Naldo+CSKA+Moscow+v+Sporting+dOBGXtd7

 

Sim, é um facto que o Sporting foi fortemente prejudicado pela arbitragem em ambos os jogos deste Play-Off de acesso à Champions. Em ambos, as equipas de arbitragem tiveram influencia directa, com decisões e omissões demasiado estranhas, cuja justificação de incompetência fica demasiado aquém. E fica aquém porque caíram quase sempre para o mesmo lado, custando algumas muito a entender de tão visivelmente escandalosas que são.

Também é um facto, que no balancete das arbitragens dos últimos jogos do Clube na Europa, temos muito a haver. Como é verdade que estes erros alheios contribuem para as eliminações desportivas e financeiras.

Mas há erros próprios. Por mais que queiramos justificar tudo com 3ºs, há erros próprio. E erros inaceitáveis.

Não foram os árbitros que obrigaram a equipa a jogar apenas meias partes por jogo. Não foram os árbitros que obrigaram a mudar o sistema para um jogo. Não foram os árbitros obrigaram a repetir os mesmíssimos erros em todos os golos do adversário. Não foram os árbitros que obrigaram a inércia de mexer na equipa. Não foram os árbitros que obrigaram alguns jogadores a perderem todo o gás ainda a 1º parte ia a meio. Não foram os árbitros que obrigaram a jogar com 3 médios, sem qualquer alternativa no banco. Não foram os árbitros que formaram o plantel. Não foram os árbitros...

E agora? Agora há que encarar a realidade. Perceber que a aposta estava feita, mas que ela, desportivamente, não se resumia à Champions. Perceber que há que dar e ter condições para que essas apostas, tornadas em objectivos assumidos possam ser alvos de luta efectiva na sua conquista e não apenas uma encenação. Perceber que apesar de menor, poder-se-á jogar muito da nossa relevância desportiva europeia no imediato, na Liga Europa.

Mas também perceber que não é com movimentos de boicote, assobios aos hinos, e outras acções e manifestações inúteis que se muda o que quer que seja. Como não é com declarações de um qualquer poder conquistado na UEFA e na FIFA em virtude de uma reunião que o mesmo poder se torna real. E perceber acima de tudo que não é nagativizando recorrentemente o próprio negócio que sa faz com que ele cresça e gere mais riqueza.

Da nossa parte, da parte dos adeptos, era responsável evitarmos as bipolaridades e percebermos que nem tínhamos tanto como fanfarronamente queríamos fazer crer a toda a gente, nem temos tão pouco como depressivamente agora queremos acreditar.

Muito do futuro desta época se jogará nos próximos dias. Muito da grandeza e estatuto do Clube se decidirá agora!

P.S. Wishfull thinking irracional que de vez em quando também tenho direito: Tenho ideia que as épocas de Jorge Jesus que começam mal, costumam acabar bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D