Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia do Pai

por Lizardo, em 19.03.19

José_de_alvalade.jpg


Hoje celebra-se o dia do pai. E o nosso pai, o pai de todos os Sócios e Adeptos muito deve chorar de frustração. José Alvalade assiste do alto da sua grandeza celeste ao desnorte que o seu Clube, o Sporting que fundou, vive momentos de vergonha, de guerrilha interna, de fracasso presente e ausência de perspetivas de futuro.

José de Alvalade fundou um Clube que durante décadas foi um exemplo de ética e moral. Um Clube que formou Homens e Mulheres, que criou campeões, foi a génese de novas famílias, de estar na vida e de fazer vida com saúde e bem-estar.

Hoje vivemos o oposto. Tudo é dúbio. Tudo se corrói lentamente, sem valores, sem visões, com ataques baixos num Clube dividido internamente, desde as suas elites, as claques e os seus Sócios e Adeptos. O Futuro não é certamente brilhante.

Desde o 25 de abril de 1974 o Sporting foi campeão uma mão cheia de vezes. Muito pouco para uma Instituição com dimensão mundial. Durante a década de 80 e de 90, assistimos às vitórias de Porto e Benfica, eles são presença assídua nas principais competições europeias. E se antigamente a nossa ausência dessas competições criava um fosso de prestígio, hoje em dia cava um fosso muito mais complicado de recuperar, que é o fosso financeiro. Nos últimos anos ficou claro que quem não participa na Champions deixará de ter expressão entre os grandes Clubes da Europa. Durante a década de 90 ficar fora dessa competição era um mal menor. Pois era mais fácil recuperar. Hoje em dia, quando assistimos aos nossos dois rivais, que juntos já somam quase 200 milhões de euros pela sua participação na Liga dos Campeões, nós fazemos contas a uns míseros 7 milhões pela presença na Liga Europa. E assim foi nos últimos anos e assim se adivinha que será nos anos que se aproximam. E um Sporting sem os milhões da Champions não irá voltar aos tempos áureos que sempre queremos e ambicionamos voltar a viver.

Repito, um Clube não sobrevive a angariar tostões na Liga Europa enquanto os seus rivais amealham perto ou mais de 80 milhões cada pelas suas participações na Champions.

Esse tem que ser o nosso foco no presente. Como mudar este paradigma? Esse é o grande desafio.

O Sporting não precisa de Messias nem de grandes parceiros financeiros. O Sporting precisa contar a verdade aos seus Associados, precisa de gente que entenda de desporto e gestão desportiva, gente que entenda e compreenda o poder da comunicação, Marketing e Mechandising, que compreenda e antecipe a revolução digital que está em marcha no desporto, que compreenda que as instalações desportivas são a chave para formar melhor e majorar desempenhos.

O Sporting é hoje, novamente, um Clube datado à imagem do Clube que Sousa Cintra deixou quando abandonou a sua presidência nos anos noventa.

Hoje que é dia do Pai, pensem no assunto, pois é preciso uma voz que agregue a família leonina. Como estamos, caminhamos com toda a rapidez para uma trincheira de onde não sairemos nos anos mais próximos.

O Sporting somos nós, nós que o defendemos com classe, sapiência e educação, nós que pagamos quotas, nós que vamos aos Estádios e Pavilhões, nós que compramos merchandising e passamos o nosso amor de geração em geração.

Hoje é dia do pai. E que saudades que eu tenho do Sporting fundado por José de Alvalade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:26


0 comentários

De Ba dos a 20.03.2019 às 19:53

É fechar os olhos e pôr lá o Ricciardi. É que milhões são mesmo precisos e como isto está não há mesmo mais nada a perder.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D