Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Auditoria

por Cacahuete de Alvalade, em 28.04.15

O Sporting continua a não dar qualquer satisfação aos sócios sobre o estado da auditoria financeira e de gestão que, pensamos, continua a decorrer. Relembramos que no dia 02.06.2014, a direcção do Sporting escalonou a apresentação das auditorias como passamos a transcrever :


Fase I   - Mandato de Godinho Lopes     - 30/09/2014 - apresentação da auditoria


Fase II  - Mandato de J.E.Bettencourt    - 31/10/2014 - apresentação da auditoria


Fase III - Mandato de Filipe S.Franco     - 31/12/2014 - apresentação da auditoria


Fase IV - Mandato de Dias da Cunha      - 31/03/2015 - apresentação da auditoria


Fase V - Mandato de Santana Lopes e Jose Roquete - 30/06/2015 - apresentação da auditoria

 

Seria importante, visto ter sido uma das principais bandeiras eleitorais desta direcção, que se explique o porquê do atraso da apresentação das auditorias, atraso substancial, e que se defina desta vez sem atrasos novas datas para a apresentação das mesmas.

 

Já agora, era também importante que a quando da apresentação das auditorias se falasse claro, sem gráficos as cores e sem recurso ao power point, digam textualmente o que falhou, o que no entender da direcção dará azo a participação judicial e que medidas vão ser imediatamente feitas.

 

Os Sportinguistas vivem momentos de total falta de exigência, o que a mim me preocupa muito. Não aprendemos nada com o passado onde foram oferecidos sucessivos cheques em branco. Espero que mais tarde a factura a pagar por esta falta de cultura exigente actual não seja uma factura demasiado pesada, o clube não aguenta outro rombo no casco.

 

brunodecarvalho151018830.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:42


2 comentários

De Leão Zargo a 29.04.2015 às 13:05

“Os Sportinguistas vivem momentos de total falta de exigência, o que a mim me preocupa muito. Não aprendemos nada com o passado onde foram oferecidos sucessivos cheques em branco. Espero que mais tarde a factura a pagar por esta falta de cultura exigente actual não seja uma factura demasiado pesada, o clube não aguenta outro rombo no casco.”

Tens razão e corremos por essa razão um risco tremendo como sublinhas. Há sempre alguém que atira com “a pior época de sempre” como se não houvesse a probabilidade de termos outra ainda pior… por ser mais catastrófica!

Não é aceitável uma auditoria de branqueamento sobre qualquer tipo de irregularidades cometidas por membros de órgãos sociais do clube. Aconteceu no passado e conhecem-se as consequências. Mas, igualmente, não é aceitável que a auditoria constitua um instrumento de gestão do poder e uma arma de arremesso a ser utilizada de forma cirúrgica conforme as conveniências. Se não cumprir a sua finalidade, a auditoria constitui um grave risco, funcionando como um espelho que não revela a realidade, mas o seu oposto. E isso seria trágico para o Sporting.

De Cacahuete de Alvalade a 30.04.2015 às 16:53

Infelizmente, no Sporting, nos últimos anos faltou-nos manifestamente uma actuação rigorosa e exigente. Curiosamente, foi este presidente que no passado pediu aos sócios para serem vigilantes e exigentes.

A falta da cultura de viver o Sporting já era um habito, salvo as excepções dos sócios mais antigos que se juntavam na porta 10-A e na sala de convívio do velhinho Alvalade. Com a abertura das redes sociais e com as centenas de paginas, blogues, grupos ligados ao Sporting seria mais fácil, a partida, as pessoas andarem informadas e discutirem saudavelmente o clube.

O problema do Sporting hoje é traduzido por uma palavra que erradamente foi dita por um vendedor de croquetes, AGENDA. E aqui sim, pelo que leio nas redes sociais existe uma agenda bem organizada que tenta manietar toda e qualquer ideia/comentário que não siga a linha de pensamento do presidente, não olhando a meios para atingir os fins.

Pegamos numa ferramenta que poderia ser muito util ao clube, (redes sociais) e transformamo-la em verdadeiros assassinatos de carácter, quer de sócios, jogadores, treinadores, servindo até para processos judiciais contra os próprios sócios do clube.

Continuo a ter medo (pelo Sporting) que quem ainda pensa se afaste de vez da vida do clube, eu entregue de vez o clube a vontade única e exclusiva de quem dirige.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D