Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As alterações

por Trinco, em 31.01.18

lei-da-rolha-chegou-aos-bombeiros.jpg

 

Ultrapassemos as ilegalidades, ou faltas de conformidade legal, presentes na convocatória e na tardia publicação das propostas constantes da mesma, que até poderão originar disputa legal que conduza à anulação e reversão do que for decidido no sábado.

 

Ignoremos até a ausencia de algumas propostas, na sua plenitude, na publicação que após pressão é  feita à pressa e a contra-vontade por aqueles que teriam obrigação de zelar pelo cumprimento das normas estatutárias e regulamentos e das quais, a omissão da proposta de regulamento disciplinar é de longe a mais evidente e preocupante.

 

A profunda alteração de estatutos que este conselho directivo se propõe fazer mais não é que uma tentativa de silenciar de forma permanente e sob ameaça, tudo e todos que ousem questionar, debater ou pensar o Clube de forma livre e sem dogmas ideológicos, numa inversão à prática de liberdade critica que desde há muito era identificadora do Clube.

 

É um atentado à liberdade funcional e intelectual, à participação democrática. Uma deriva para um totalitarismo quase ditatorial que pretende transformar os sócios em seres amorfos, formatados pela propaganda e meros clientes do Clube. É a lei da rolha e o assalto final à identidade do Clube.

 

São alterações que não sei como conviverão com os principios de pluralismo de expressão, dos direitos e liberdades fundamentais, da separação e interdependência de poderes, do direito de resistencia e dos direitos de liberdade de expressão, de informar e ser informado consagrados na Constituição Portuguesa.

 

Não sendo exaustivo, esta alteração propõe sancionar disciplinarmente a criação de grupos, dentro ou fora do Clube, que por qualquer modo possam perturbar o trabalho dos órgãos sociais. Esta sanção teria impedido a existência do Movimento Dar Rumo ao Sporting e provavelmente acabado com procedimento disciplinar sobre André Patrão e Miguel Paim.

 

Propõe a imposição da elaboração de listas globais a eleições, impedindo movimentos independentes de concorrer a apenas um órgão. Esta alteração teria impedido a eleição de conselheiros da (quase) extinta AAS que tiveram papel determinante em algumas mudanças de praxis dentro do Conselho Leonino ou a eleição de 11 conselheiros da Lista de Gonçalo Rodrigues, naquela que foi uma demonstração da vontade de pluralismo e independência dos associados.

 

Propõe que a eleição para o CFeD se deixe de fazer pelo método de Hondt, que proporciona a necessária pluralidade num órgão deste tipo passando a ser por vitória total. Esta alteração teria impedido a eleição do elemento independente ao CFeD em 2013 (que agora já nem se poderia candidatar tendo em conta a alteração atrás referida)

 

Propõe aumentar os poderes do Presidente do Conselho Directivo, nomeadamente com a criação e extinção à sua vontade de um Conselho Estratégico que substituirá na denominação o Conselho Leonino que entretanto será extinto. Esta alteração, mesmo sendo critico do funcionamento ao nível da feira de vaidades do Conselho Leonino, contribuirá para a vigência de pensamento único sem contraditório subordinado à ordem do Presidente do Conselho Directivo.

 

Definitivamente estas alterações levam um rumo de autoritarismo e absolutismo que parece pretender a cristalização e eternização do poder sem contraditório. E tenho muita curiosidade em perceber a reacção de muitos associados que durante muito tempo lutaram exactamente contra as tentativas de redução das suas liberdades, ainda que suspeito se venham a manter num cúmplice silencio.

 

E se estas alterações orientam-se por estes caminhos, será fácil depreender, e só isso o podemos fazer, o que será o proposto regulamento disciplinar.

 

Por mim, isto já começa a ter muito pouco de Sporting. Se me quiserem purgar...Força!

 

P.S. Cada vez mais esta triste realidade se assemelha à ficção contada no post sobre o Brunistão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41


1 comentário

De Pedro a 02.02.2018 às 22:17

Amanhã apareçam na AG... se forem sócios...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D