Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A história somos nós!

por Lizardo, em 19.02.18

scrabble-words-460x259.jpg

 

 

Nicolae Ceausescu baniu o jogo Scrabble porque, afirmava o ditador, era demasiado intelectual e por isso mesmo um demónio subversivo.

Parece uma anedota, é uma anedota, mas foi real. O Scrabble é um jogo com décadas, que tem o simples objetivo de formar palavras. É verdade, quanto mais cultura geral tivermos, mais hipóteses temos de o vencer. Quanto mais lermos, quanto mais escrevermos, quanto mais investigarmos, quanto mais compreendermos e apreendermos, mais preparados ficaremos. Não só para o jogo, como para tudo na nossa vida.

Para Ceausescu o saber era mau. Atenção que este “saber” não é o nosso antigo lateral. Afinal, o “saber” não ocupa lugar e nós sempre jogámos com onze.

 

O que temos que compreender e questionar, agora que vivemos na era da informação e da comunicação, é o porquê de alguns iluminados exigirem a nossa redução ao poucochinho, à banalidade, ao tenebroso mundo do sempre o mesmo, dos mesmos de sempre para os que sempre abanam a cabecinha ao poder instalado.

Este fenómeno de seguir o poder está explicado e bem identificado. É fácil manipular, basta aferir as percentagens com que antigos Presidentes do Sporting foram eleitos e perceber que este fenómeno de agora é exatamente uma repetição cíclica da história. Bettencourt foi eleito com mais de 90%, Godinho Lopes, Franco e Dias da Cunha, sempre com maiorias absolutas. Quem votou neles? Exato, os mesmos que agora os censuram e criticam de forma barbara, e adoram o novo deus sol, o mesmo que daqui por uns meses estará no mesmo saco dos demónios. É assim o fenómeno. É assim que a ignorância se revela e se evidencia.


Posto isto, e ainda mais grave, é a tentativa oculta do Presidente Bruno de Carvalho de tentar transformar certos happenings em cowboiadas de saloon. Recorde-se que publicou a lista dos Sportingados poucas horas antes de um Estoril x Sporting, sabendo o Presidente que a maioria desses nomes estariam já na Amoreira para assistir ao encontro. Convoca um auto de fé para um Hotel a dezenas de metros do Estádio em dia de jogo. Declara guerra à comunicação social depois de uma inflamada Assembleia Geral no nosso Pavilhão João Rocha. Se não há uma intenção de provocar desacatos, perseguições, criar um ambiente hostil, então o Presidente Bruno de Carvalho tem muito pouca capacidade intelectual. Sorte a dele, nunca deverá ter jogado Scrabble.

Em resumo, estamos entregues a uma maioria pouco letrada, pouco informada e facilmente manipulável. Espero que Bruno nunca se lembre de acabar com relacionamentos e casamentos entre pessoas de Clubes diferentes. Certamente se o pedisse, acredito que muitos seguiriam o conselho.

PS: Hoje é dia de vencer em Tondela. Sem desculpas. Seguirei o relato na Sporting TV, pois claro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D