Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma correcção e um desejo

por Trinco, em 24.12.16

Imagem 005.png

 

Diz Azevedo de Carvalho que a decisão de prosseguir lhe cabe. Correcto e inatacável este pressuposto. No entanto convém corrigir que não se trata da decisão de prosseguir, trata-se tão somente da decisão de desistir. Depois de se ter, a meio do mandato, afirmado como re-candidato em entrevista aos malvados do Record em Março de 2014 e reafirmado um ano depois aos malvados de A Bola, do que se trata é apenas e só duma hipótese de desistência. Do assumir de um falhanço do seu mandato.

 

Obviamente, que qualquer pessoa mais atenta, percebe facilmente que esta dúvida decorre apenas e só duma encenação trágico-cómica, que apela à dramatização e à formação de uma vaga de fundo com o a criação do pavor do vazio, que possa camuflar as suas próprias dificuldades na abordagem do momento eleitoral. Dificuldades na defesa do seu mandato, dificuldade pelas suas próprias fraquezas emocionais que facilmente o atiram para o mais achinelada linha de discurso e acção.

 

Se sem adversário, a desorientação de barata tonta já era evidente em si e no resto da tropa, com constantes insultos, ameaças e acusações à falta de "oposição", agora que legitimamente começam a emergir outras propostas, a coisa ameaça atingir níveis de rasteirice nunca observados neste Clube (sintomático a mudança na agulha do discurso assim que começaram a surgir algumas hipóteses com labelos de oportunismo e adjectivos de badameco).

 

Assuma-se! Deixe-se de subterfúgios. Deixe-se de folclore. Deixe de ser Drama Queen. Assuma que precisa de estar onde está para fazer a sua vidinha. Volte a pedir que não o deixem cair, mas não entre pelos dramatismos bacocos. Até porque a sua lista está há muito alinhavada, havendo até descontentes de terem ficado de fora do "autocarro do amor".

 

Por fim o desejo. Que este seja o último Natal que passa com este peso enorme nos ombros. O peso que o faz constantemente recordar o enorme sacrifício que é a posição que ocupa. Que o faz anunciar o privilégio que é para o Clube e seus associados ter alguém tão abnegado que se coloca, martirizado, na mais difícil posição. Cuide de si! Proteja a sua familia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09


3 comentários

De Zé Gato a 24.12.2016 às 17:44

Este homem é um verdadeiro escroque. Em dois anos seguidos anunciou a recandidatura, e usa agora a vitimização (uma das suas armas de eleição, tendo inclusive já usado a própria família como escudo numa táctica deplorável que reflecte o seu carácter) para que no fim seja vendida a ideia de que tem uma força excepcional em continuar a missão salvadora para que está predestinado, mostrando absoluta confiança na "obra" que tão bem feita está a ser. Manipulação, nada mais.

Entendo que sócios concordem com p trabalho que lhes é apresentado, mas choca-me aqueles que acreditam que Bruno é o paladino da verdade, do bem e dos valores como se auto-intitula, já que raramente consegue separar os reflexos do seu mau carácter nas acções que realiza e nas palavras que profere.

De Rato Azevedo a 24.12.2016 às 18:37

Duas perguntas em forma de reflexão que aqui vou deixar:

1- Porque Bacelar Gouveia veio de imediato acusar João Pedro Paiva dos Santos de "oportunismo" só porque este quer pagar do seu próprio bolso uma auditoria relativamente ao último mandato de Bruno de Carvalho? Afinal, durante este mesmo mandato, alguém acusou Bruno de Carvalho de ser "oportunista" por ter feito uma caça-às-bruxas relativamente aos seus antecessores? Bem, se calhar até foi um acto de oportunismo, e agora acusa Paiva dos Santos disso mesmo. Esta seria uma oportunidade para Bruno de Carvalho demonstrar a sua tão apregoada transparência. Quem não deve não teme.

2- Não acredito que Bruno de Carvalho tenha ameaçado os jogadores de cortes nos ordenados - nem Jorge Jesus o permitiria. A noticia foi plantada pela própria comunicação do Sporting para que mais uma vez, Bruno de Carvalho se tente colocar à margem das derrotas, tal como ele fez no facebook após a derrota em Guimarães em 2014-2015 ou em qualquer jogo em que o Sporting não ganhe e este se esconde imediatamente nos balneários, deixando os jogadores a cumprir o papel de "palhaços" ao darem a cara. Portanto, esta noticia que não foi desmentida pelo Nuno Saraiva não poderá de uma vez por todas minar o balneário?

De comentador desportivo a 24.12.2016 às 20:29

Será que o pedido de uma auditoria tem alguma coisa a ver com esta posição!?

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D