Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um ano difícil

por Trinco, em 15.06.15

1937436_10152164146476923_2138262583261546803_n.jp

 

Um ano difícil. Possivelmente o ano menos feliz dos últimos anos desportivos nas modalidades do Sporting, com Andebol e Futsal a ficarem em branco, Atletismo a perder cada vez mais o comboio em Masculinos, Hóquei e Basquetebol, com gestões muito particulares a cumprirem alguns objectivos importantes e significativos, no caso do hóquei uma brilhante conquista europeia, no caso do Basquetebol uma subida (e vitória no campeonato) à divisão principal e com a Natação a ser a modalidade em que o planeamento e trabalho melhor foi recompensado.

 

Salva-se também uma parte significativa da formação das várias modalidades. Infelizmente, essas vitórias, pouco aportam nos últimos anos para os escalões principais, seja por falta de aposta, seja por falhas na transição, seja por impreparação 

 

E foi no mesmo ano em que os rivais de Lisboa, mais ganharam, também em modalidades que ou não temos ou não competimos ainda nas mesmas competições, o que só demonstra a abrangência da sua aposta. E isto leva-me a pensar em planeamento e gestão estratégica e consertada das modalidades, aproximando-os perigosamente daquilo que foi a nossa bandeira identitária.

 

Se até há pouco tempo, esse rival incinerava dinheiro e pouco conquistava, neste momento, fruto de uma visão estratégica inesperada para o que é a história daquela agremiação, é, em seniores, claramente dominante em 4 das cinco grandes modalidades de pavilhão, com equipas masculinas e femininas, e algumas vezes até com equipas B.

 

O resultado deste ano, sendo, no continuo histórico, a consequencia dos últimos anos, tem muito das opções tomadas nestes últimos dois anos. E há que assumir isso. Deitar para cima das arbitragens e dos inimigos externos, camuflando as nossas debilidades e incompetências, pouco nos fará evoluir ou melhorar. E sinceramente, não creio que seja com as apostas que se vão falando que isso acontecerá de maneira sustentada.

 

Continua-se à espera do cumprimento da promessa nº 99 do programa eleitoral: "Criação da Comissão de Coordenação das Modalidades", sendo as coisas feitas de maneira desconexa e avulsa, sem pensamento estratégico global. E o que faria falta, na minha opinião, nem era o que consta dessa promessa. Seria uma comissão de pessoas do desporto a pensar e planear as coisas do desporto. Uma comissão que percebesse o que é o desporto e não apenas os momentos comunicacionais do Clube. Uma comissão que gerisse transversalmente as modalidades, Uma comissão que planeasse a médio prazo, potenciando a continuidade competitiva. Uma comissão que entendesse que os atletas são mais que peças de tabuleiro descartáveis. Uma comissão que percebesse de desporto. Uma visão estratégica desportiva é urgente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:11


2 comentários

De sergio a 15.06.2015 às 12:01

O carnide tem gasto muito,mas muito nas modalidades.Tem roubado jogadores ao Sporting,mantendo eles um ano em clubes amadores.

De Trinco a 15.06.2015 às 12:14

Não sei ao pormenor o orçamento do rival, mas sei que sofreu uma significativa redução nos últimos dois anos. Além disso, tem, ao mais alto nível, mais 2 modalidades que nós (Basquetebol e Voleibol), com equipas de Masculinos, Femininos e nalguns casos B's. É normal que o orçamento seja bem maior.

Eles queimaram muito dinheiro. Muito mesmo. Neste momento já nem tanto. Têm uma estratégia que lhes permite retirar dividendos desportivos dos investimentos (com o andebol a ser a excepção) e que não passa exclusivamente por roubar atletas ao Sporting. E se o faz, é porque é possível...e isso também diz muito do que somos neste momento!

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D