Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tachinguistas

por O 6º Violino, em 13.11.17

multibanco_feira.jpg

Depois de algum recato nas considerações sobre a vida do nosso Clube, causado pelo ruído em torno da polémica entre Bruno Miguel e Paulo Pereira Cristóvão, vejo-me obrigado a voltar à escrita.

Sobre a polémica acima descrita só uma nota: Bruno Miguel mais uma vez mentiu descaradamente. A procuração para um terceiro negociar Tanaka existe mesmo. 

O carro que levou para o seu terceiro casamento é mesmo do Sporting. Faz parte do trabalho? Mente! Levar a filha mais velha a festas, no carro do Clube, também faz parte do trabalho?

Sobre comissões, condutas licitas ou ilícitas, caberá à investigação tirar as suas conclusões. E que não se fique só no caso do simpático japonês.

À justiça o que é da justiça.

Mas não posso deixar passar em claro mais uma afirmação tresloucada de Bruno Miguel, que desta vez adjectiva alguns associados de "sportingados". A juntar aos "estúpidos, idiotas, parvos, sportinguenses", entre outras pérolas resultantes da sua verborreia. 

A mentira que tem sido apanágio em tantas e tantas intervenções do Bruno Miguel. É o estado doentio a que chegou o rapaz.

Bruno Miguel convive bem com a mentira repetida, esquecendo-se que as mesmas não passam a verdades, só porque sim. A verdade é como o vento, não se consegue parar com as mãos. E já foi apanhado tantas vezes a mentir...

Bruno Miguel esquece-se que criou um novo grupo de sportinguistas, dependentes do Clube para sobreviver. Chamo-lhe eu os "Tachinguistas", uma mistura de tachistas e sportinguistas.

Ao contrário do Bruno Miguel, que dispara para o nevoeiro, vou deixar aqui alguns dos nomes de personagens que apareceram em 2013 no Clube, e que nada faziam na vida, ou tinham um ordenado (uma pena) pequenino..:

A começar no próprio Bruno Miguel que ainda não mostrou o seu IRS de 2011, empresário do ramo da construção, com um historial vasto em falências e em dividas fiscais. Polibuild, empresa devedora de mais 600 mil euros de impostos, é apenas um exemplo.

Luís Ferrão, ex-funcionário da empresa Soluções Atelier, cujo portefólio ainda fácil de consultar, prova que desde 2011 não passa de uma empresa fantasma, sem trabalho. Luís Ferrão é desde 2013 funcionário do Sporting.

Pedro Baptista. Não tem currículo, porque nunca fez nada na vida. Não passa de um bajulador.

André Geraldes. De vendedor de cartões bancários a team manager foi um par de anos e de "lambucismo".

Nuno Saraiva. De despedido do Diário de Noticias a boneco da propaganda Brunista foi um rápido.

Ornelas de Carvalho. Bastou um mês para ser promovida e aumentada, tal e qual como o ainda marido.

Pedro Caeiro, Bruno Mascarenhas, Carlos Dolbeth, que só Fernando Correia lhe matava a fome, a juntar aos miúdos que trabalham para a agência do João Duarte, como os manos Capitão, são apenas a face mais visível de todos quantos sobrevivem da teta do Clube.

Ainda não conseguiu colocar o seu progenitor, tão activo nas redes sociais, a liderar os Leões de Portugal. Mas já tentou.

Colocados os nomes de alguns dos tachistas de serviço, seria também engraçado que o Bruno Miguel nos dissesse quantos bilhetes o Sporting emite sem preço e distribui pelas claques. Claques essas que nunca ganharam tanto dinheiro, e que ao fim de 4 anos de banhadas, em que nas últimas 3 temporadas (a contar com esta) se batem recordes de orçamento incomportável, nada dizem, nada contestam. Dinheiro fácil. Uma mão lava a outra.

Bruno Miguel em 4/5 dias disparou contra o Mundo, depois de ser traído pelo F.C.Porto, qual marido enganado. (Não, não vou entrar por aí)

O que Bruno Miguel ainda não explicou foi quantos sócios não pagantes tem o Clube. Serão mais de 100 mil? O que ainda não explicou foi porque é que Bruno César tem o passe de ZERO e paga 1,3 milhões de comissões. O que ainda não explicou foi o aumento de preço do Alan Ruiz, nem o que se passa com o irmão. Ainda é jogador do Sporting? O que ainda não explicou qual o montante de receitas antecipadas, em tantos discursos aos seus "queridos" sócios, do Clube que tanto diz amar. O que não explicou ainda, é quem é o responsável pela perda de pontos da equipa B de hóquei. Entre tanta coisa por explicar...

Bruno Miguel acha mesmo que todos os sócios andam adormecidos. Tão enganado que está, meu caro.

Bruno Miguel diz (mais uma aldrabice já comprovada) que nunca desejou as derrotas do Clube. Acha mesmo que se desportivamente a temporada 2012/13 não tivesse sido um fiasco, que hoje tinha emprego? 

Ou estaria a tentar novamente chumbar orçamentos e contas para derrubar a direcção, como fez em 2012? (vejam o actual caso do Vitória de Setúbal)

Bruno Miguel, a rapaziada não anda toda a dormir. A rapaziada não está toda necessitada do Sporting para ter emprego. Haverá sempre quem te faça frente e que lute por um Sporting limpo de tachistas que transformaram o Clube num Carnide II.

SL

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D