Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Se vai mudar? Tenho as minhas dúvidas!.

por Lizardo, em 05.04.17

AAEAAQAAAAAAAAVjAAAAJDVmMTEyODU2LTJjYTYtNDkyYy05NG

 

 

Dado os resultados das últimas eleições, achei por bem e por respeito democrático não dar voz a este espaço até hoje. O plateia leonina demonstrou nas ultimas eleições uma força e uma vitalidade que não é de todo novidade, sempre assim foi, e sempre assim será. Somos grandes, somos um Clube que sempre se conseguiu impor e afirmar grandeza nos momentos mais complicados.

 

Os Sócios decidiram oferecer a Azevedo de Carvalho mais quatro anos. Um novo mandato, um voto de confiança, na minha leitura, na luta contra os poderes instalados e para tentar mudar a realidade do futebol nacional.



Entre muitos amigos que votaram na Lista A, muitos não se revêm na imagem do Presidente, consideravam Pedro Madeira um “curioso” e esperam que, com a experiência do cargo do atual, existisse mudanças.



Recentemente num encontro de grandes leões, na sua maioria votantes de Azevedo de Carvalho, o descontentamento já está de novo presente.


Ou seja, este voto de confiança não foi usado para ganhar força e outros caminhos de ação e atuação, mas sim para afirmar de forma cada vez mais envergonhada uma estratégia de comunicação e de ruído no universo do futebol.



Estes sete processos levantados contra o Benfica são de um lirismo completo. Como foi a entrevista de Bruno Azevedo de Carvalho à TVI. Estrategicamente pensada, sai para a opinião publica o nome Sporting numa fase onde somente Porto e Benfica lutam por títulos, tentando demonstrar uma falsa vitalidade do nosso Clube.

 

Estes primeiros tempos do segundo mandato não revelam qualquer mudança de paradigma. Os erros dos últimos anos que nos tornaram altamente despesitas, com orçamentos faraónicos e sem títulos, parece ser o caminho a seguir. E claro, a comunicação, que de dia para dia bate recordes de estupidez, reduzindo um Clube centenário a discussões com figuras mediáticas das revistas cor-de-rosa.

 

É realmente triste continuar a constatar a evidência, é triste assistir a um aumentar da ferida, é demasiado doloroso assistir ao debate Sporting e ao debate Futebol Português com os nossos comentadores nos mais diversos órgãos de comunicação social de Portugal.

A próxima época será decisiva. Não só para Bruno como para Jorge Jesus. Agora é tempo de lua de mel, tudo está bem, num cenário de guerra de completa destruição, onde vamos vencer zero títulos no futebol, e outros tantos nas modalidades ditas amadoras, onde somente temos esperança e muita no Futsal.

 

De Futsal, com o regresso de Cardinal e do grande Diva cada vez mais certo, a próxima época indica que será um novo “all in” em todas as modalidades. No Andebol espera-se a confirmação de um novo Treinador e no Hóquei, bem, aqui, é lutar com todas as forças para que a modalidade não perca cada vez mais representação no espectro europeu, tão pobre e com tão poucos adeptos como agora.

 

Que acabe rápido esta época, tão pobre, tão vazia, tão desprestigiante em tantos campos, conferências de imprensa, comentários, processos, eliminações precoces e perseguições. Que este novo elenco diretivo, e com o regresso de tantos ilustres ao Conselho Leonino, algo mude, e que mude no sentido de ter um novo posicionamento, um tom diferente, uma estratégia a longo prazo e a capacidade de resolver o presente.


Se vai mudar? Tenho as minhas dúvidas!.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:02


2 comentários

De Não me deixem cair a 05.04.2017 às 12:12

O que as eleições vieram provar, se ainda preciso fosse, é que o verdadeiro SCP já era. E quando refiro o verdadeiro SCP, claro que refiro o adn dos fundadores. Em 1906. E que diga-se em abono da verdade resistiu até há bem pouco tempo atrás. De lá para cá, aconteceu com ou no SCP o que aconteceu com ou em muitas outras grandes Instituições. Sobretudo o Mundo mudou muito. Sobretudo o Mundo como o conhecemos durante todo o séc XX. E sobre este tema, como aliás já o tinha referido aqui, não vale a pena grandes ilusões. As grandes mudanças. sobretudo de valores, aconteceram à volta do SCP. Em tudo o que rodeia o Clube e ao qual o era impossível o Clube continuar imune. Os Clubes não são mais que o reflexo das sociedades que os envolvem. Depois é verdade que também há sempre fracas participações eleitorais. Independentemente de se falar sempre em recordes só pode espelhar a importância dos Clubes na vida dos associados. Num Clube, diz a Direcção, com 150 mil sócios e 3,5 Milhões de adeptos... parece que votaram menos de 20 mil. E segundo parece, a maior parte hoje quer é ganhar a qualquer custo. O que não é mais que a perfeita negação do que foi sempre o SCP. Ao que nunca foi muito estranho tão poucos títulos desde que o futebol é o que todos sabemos em Portugal. Mas com o Bruno aos gritos o SCP vai ganhar muitos mais.

De Rato Azevedo a 05.04.2017 às 18:16

Claro que não vai mudar! Vão continuando a sobreviver dia após dia inventando guerras para se manterem no poder e mamar o mais possível. Eles sabem que no dia em que saírem de lá provavelmente vai tudo preso!

Mesmo que a próxima época seja semelhante a esta, eu já nem digo se será assim tão decisiva...

Em condições normais estes 4 anos teriam sido esclarecedores e nada teria que ser "decisivo". Se não aprenderam, foi porque não quiseram, e talvez a maioria desses 86% não deixarão de ser teimosos.

Estamos perante um osso muito duro de roer...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D