Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Rigor, Mérito, Transparência

por Lizardo, em 14.09.15

Quo_Vadis,_Nero_burning_Rome.jpg

 

 

Vencemos em Vila do Conde, sem nota artística, é verdade, mas com a ponta de sorte que nos tem ajudado internamente, já assim foi com o Tondela.

O futebol jogado não impressiona, os reforços teimam em gritar para o banco que estão cansados, apesar de ninguém os ouvir, os exigentes adeptos que pediam “jogo interior” na época passada, este ano devem bater com a cabeça nas paredes, e quem apontava o dedo a alguns jogadores da nossa Academia, anda hoje também muito calado. É ali que está a qualidade e é ali, como sempre foi, que está a fonte de rendimento do Sporting.

Realmente o tempo e a sua passagem na vida de certas pessoas faz milagres.

Patrício ou “Franguício” como carinhosamente o apelidaram em grande parte da época passada, em especial depois de ser anunciado como Testemunha de Defesa de Marco Silva no caso Zé do Tacho, perdeu a braçadeira de Capitão de Equipa, mas perdeu-a com uma explicação lógica, que penso ter sido respeitada. Patrício é atualmente, goste-se ou não, o maior símbolo do Clube, com vários anos de casa e várias internacionalizações. Pena que a opinião de determinados sócios oscile mediante vontades externas.

Opiniões e vontades externas que se manipulam facilmente. Seja nas redes sociais, com recados nos jornais ou através do “Zé Eduardismo”, neste caso em especial falo de Inácio e a sua miserável prestação domingo a domingo, oferecendo tanta azia aos Sportinguistas atualmente como oferecia quando jogava de Azul e Branco e gozava com todos nós, pelo menos os nascidos na época.

Augusto Inácio afirmou que se Carrillo “tiver palavra”, assina hoje. Deu-me a entender que foi um recado, mais um, enviado pelas altas instâncias leoninas.


Este tipo de ameaças, este tom estudantil e infantilóide, não belisca a vontade do jogador. O que não deixa de ser curioso esta dificuldade em renovar com jogadores, em especial vindos da formação, como foi o caso de Dier, teve a direção vários meses para resolver este dossier e não conseguiu, Illori, Bruma, Zé Turbo, André Martins, Cédric. Curioso!

Posto isto, esperamos todos que a sorte nos continue a acompanhar e a tapar as dificuldades. Contra o CSKA, as dificuldades foram mais evidentes, mais exigência e uma UEFA que quer envergonhar o Sporting, veja-se o castigo a João Mário.

Esperamos, todos, que as próximas semanas sejam geridas com muita paz e muito rigor e transparência, onde o mérito de todos os colaboradores do SAD e do Clube sejam evidentes na resolução de problemas como os:

Carrillo
André Martins
Garantia Bancária Galp
Somague
Doyen
Álvaro Sobrinho
Austral Pharma

Quo Vadis Sporting!??? 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18


1 comentário

De Fernandes a 14.09.2015 às 21:13

Então não comentam o que disse o presidente do Rosário Central a propósito do Cervi?

A direcção anda a negociar com dinheiro "de origem desconhecida e invulgar" e ninguém sabe nada? Afinal que dinheiro é esse? O que é feito da transparência?

O que é feito da "hora do presidente"?

Afinal que contrapartidas é que estão a ser dadas em troca desse dinheiro?

O que o presidente do Rosário Central disse é gravíssimo, ou então não, e o BdC tem carta branca para fazer o que bem entender, o que deu um brilhante resultados nos últimos 20 anos.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D