Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ricardinho

por Trinco, em 12.02.16

transferir.jpg

 

Tem sido nos últimos dias referida a hipótese de Ricardinho poder vir a ser jogador do Sporting, na próxima época. De facto, entre noticias e outras informações, a verdade é que já há muito fumo para não haver uma chama que seja...Pessoalmente continuo a julgar esta hipótese como um delírio imaginativo, para alimentar os circos.

 

No campo estritamente desportivo, é impossível menorizar o impacto que um jogador como Ricardinho potencialmente teria. Ricardinho é de longe o melhor jogador de futsal da actualidade e, acrescentado a este plantel, porventura e mesmo com algumas lacunas, um dos melhores de sempre do Sporting, colocar-nos-ia num patamar muito superior e capaz de discutir mais seriamente o titulo maior da Europa.

 

Como pessoa, respeito-o e respeito as suas opções de coração no que a clubes diz respeito. Assume-as e pronto. Nunca o vi com o baixo nível de um Alves (ou um Coelho que também anda pelos mesmo ambientes) nem sequer como um Cardinal. Mas é igualmente impossível dissocia-lo das declarações de amor eterno a determinado Clube (e algumas naturais bicadas ao nosso). Por mais profissional que possa ser. E nem equaciono sequer os latentes e antigos problemas pessoais entre ele e pessoas que já estão na estrutura, pois considero-os ultrapassáveis. Como foram outros do mesmo teor num passado recente.

 

Economicamente, já começa a ser mais difícil perceber a hipotética intenção. O orçamento para honorários de todas as modalidades foi, em 2015/2016 de €3.8M. A parcela que terá cabido à modalidade terá sido a rondar os €900k. Ricardinho renovou com o seu clube actual em Maio de 2015 (até 2019) estando ao abrigo duma clausula de rescisão de €3M e com vencimentos na ordem dos €30k por mês. Para uma modalidade que estando em crescimento está a anos luz do que acontece em Espanha, gerando muito poucas receitas que sustentem este investimento. Relembro que a auto-sustentabilidade, algo no qual não acredito possa alguma vez vir a acontecer, era uma das medidas programáticas deste CD. Também seria um risco acentuar as assimetrias entre jogadores (que já existem) e entre as modalidades. A não ser que haja uma qualquer estranha entrada de dinheiro no Clube, não vejo como seja possível estoirar num jogador só, o equivalente 75% do orçamento do ano anterior para honorários de todas as modalidades numa clausula de rescisão e 40% da própria modalidade nesse mesmo jogador.

 

 

Poder-se-á alegar uma qualquer ligação com a inauguração do Pavilhão, algo que faz pouco sentido pois a probabilidade de durante esse período o Pavilhão ser um sucesso, até pela novidade, é evidente, mas espero que não se possa relacionar com algo que também vai acontecer para o ano que vem. Afinal, um "Ricardinho" até sai bem mais barato que um "Gauld" e tem muito mais impacto. Como espero que não seja o começo de uma outra intenção, de passar o Futsal para a SAD, esvaziando o Clube. Outra vez.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:03


2 comentários

De Anónimo a 12.02.2016 às 18:30

Muito bem visto o 1º parágrafo.
Mesmo que a tua inteligência não chegue sequer para que te apercebas disso, a alimentar circos estás afinal de contas também tu... PALHAÇO!!!

De Trinco a 12.02.2016 às 19:41

Imensa classe! Infelizmente complementada com uma gritante falta de capacidade interpretativa. Mas também não sou eu que vou fazer de professor. Cada um com as suas limitações. Abrace-as e assuma-as ou tente melhorar.
Sobre a referencia profissional, lamento informar que respeito muito, mas não somos colegas nessa nobre arte circense. Mas boa sorte para a carreira!

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D