Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Resultados operacionais

por Trinco, em 09.09.15

Imagem 6 (Cópia).png

"SAD com resultados históricos"
in Record

"SAD anuncia melhores resultados operacionais de sempre"
in A Bola

"Os melhores resultados operacionais da história"
in O Jogo

 

No relatório de encerramento de contas:

"Ao nível dos rendimentos, o aumento verificado, superior a 23.000 milhares de euros é justificado, sobretudo, pelo efeito combinado de (a) aumento das receitas provenientes das receitas da participação na UCL e UEL, (b) incremento nas receitas com bilhética, e (c) aumento das receitas com publicidade e patrocínios."

 

No Relatório e Contas:

Mais €17M em direitos televisivos, bilheteira, publicidade e mercandising que em 2014;

Mais €11M em rendimentos directos Participação nas Competições Europeias que em 2014;

€27M em venda de direitos desportivos onde se incluem Marcos Rojo, Eric Dier, Cedric Soares, Maurício Nascimento, Bruma,  Fabian Rinaudo e Matias Fernandez;

 

Ou seja, só aqui estão €55M.

Por outro lado, em termos remunerações de plantel, verifica-se menos quase €1M em relação a 2014 e apenas €9.5M de adições ao plantel (Ryan Gauld, Jonathan Silva, Ewerton Santos, Hadi Sacko, Naby Sarr e Rami Rabia).

Considerando serem resultados inegavelmente bons e assinaláveis verifica-se que se devem em grande parte, como é referido em ambos os documentos, a uma participação na Champions League, com todos os proveitos que daí advêm. Participação essa que infelizmente não é algo de normal e corrente e que este ano não se verificará.

Por outro lado, verifica-se também que as condições e investimentos no anterior plantel incluíam um risco evidente de falhanço da qualificação directa para a dita competição, como se veio a verificar, nomeadamente no mercado de Inverno onde foi afirmado que os reforços seriam os jogadores da B que hoje, mesmo com equipa técnica diferente, lá se mantêm ou se encontram cedidos para rodar e crescerem e para poderem vir a ser alternativas mais fortes.

E esse foi um risco perigoso com potenciais consequencias negativas a prazo. Tão negativas como o golo anulado ao Slimani na Rússia!

Assim, mesmo considerando os resultados operacionais, como atrás escrevi, inegavelmente bons, não vejo uma verdadeira consolidação dos mesmos que permita afirmar a sua repetição sem grandes dúvidas nos próximos exercícios. Um pouco à imagem de alguns exercícios positivos (poucos) nas ultimas décadas, que pouco significaram no contexto da consolidação de resultados nos exercícios seguintes.

Aliás, verificando os factores considerados como justificação para o resultado e projectando-os para este ano, é inevitável alguma preocupação por verificar a não participação na Champions, e redução de publicidade, a ausência de patrocinadores e o claro aumento no investimento e massa salarial do plantel sem quaisquer vendas relevantes. É uma aposta, aceito. Espero que resulte e que lance as bases de uma fase de resultados positivos consecutivos.

Mas, mesmo ficando satisfeito, muito satisfeito, recuso-me a entrar no foguetório.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41


2 comentários

De Profeta a 09.09.2015 às 11:37

Então e se tivermos que devolver o dinheiro à doyen??? Pronto, lá se vai o "lucro record" da gestão de excelência...

De Trinco a 09.09.2015 às 11:43

Essa será uma contingência...Mesmo com essa os resultados seriam positivos, o que é bom. Gostava é que fossem sustentados e não eventuais. E considero que mesmo sem CL seja possível (através de vendas) que eles o sejam ainda que a nível mais modesto positivos no exercício seguinte, no que será uma gestão normal. Não contribuo é para o foguetório de quem vê um numero e acha não só que o mesmo aconteceu por intervenção de um predestinado como que a partir daqui será sempre assim...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D