Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Responsabilidades

por Trinco, em 16.02.17

BRD_06_RK0005_01_P.JPG

 

A equipa de Andebol, com Zupo Equisoain, um treinador reconhecido no mercado e com preço a condizer, no seu comando, classificou-se na época passada no 4º lugar, foi finalista vencido na Taça de Portugal e eliminada na 2ª Eliminatória da Taça EHF. O plantel contou com as caras novas de Carlos Carneiro, João Paulo Pinto, Aljosa Cudic, Daniel Svensson e Samvel Aslanyan. Foi uma época claramente abaixo das expectativas em que o treinador demonstrou por várias vezes fraco controle emocional que contaminava a equipa, com esta sempre em dificuldades em se demonstrar como um grupo coeso. Apesar disso, Zupo foi mantido no cargo e a época seguinte viu entrar Matej Asanin, Carlos Ruesga, Michal Kopco, Igor Zabic, Cláudio Pedroso, Janko Bozovic e Ivan Nikcevic, tudo jogadores de reconhecido valor e maior custo, naquela que foi uma forte aposta para este ano eleitoral. Neste momento, a equipa encontra-se no 2º lugar a 3 pontos do 1º, mas com mais um jogo, a disputar os 1/4 da Taça de Portugal com o SL Benfica e os 1/8 da Taça EHF. A equipa, apesar de a espaços apresentar algum brilhantismo teima em não se assumir como equipa, falhando recorrentemente nos momento decisivos. O Clube e Zupo Equisoain terminaram o contrato por mútuo acordo, o que geralmente equivale a dizer que o Clube se manterá apagar os seus encargos até ao momento que o treinador encontre novo clube.

 

A equipa de Hóquei com Nuno Lopes e os já sonantes reforços André Centeno, Luis Viana, Esteban Ábalos e Cacau, foi, na temporada passada 4º Classificado no Campeonato Nacional, eliminada nas 1/2 da Taça de Portugal, vencedora da Supertaça, finalista vencido da Supertaça Europeia e eliminado nas 1/2 da Taça CERS. Em Dezembro de 2015 é contratado um coordenador geral profissional, José Trindade, que se torna responsável operacional do edifício do Hóquei Leonino. Na nova época, dois dos reforços sonantes da época anterior são empurrados para fora e são contratados, em mais uma forte aposta, Sergi Miras, Caio, Ferran Font, Pedro Gil e Gonçalo Nunes, com Henrique Magalhães, recém campeão europeu, a ser contratado e emprestado. A equipa, dirigida por Guillem Pérez encontra-se em 4º lugar no Campeonato Nacional a 10 pontos do 1º, disputará os 1/16 da Taça de Portugal com o FC Porto e afastada na fase de grupos da Liga Europeia. A época fica marcada por dois erros técnicos incompreensíveis. Um que implica uma derrota com atribuição de falta de comparência devido à utilização irregular de um jogador e outro que implica a expulsão de treinador e jogador por entrada irregular no recinto de jogo no derbi. O Clube e José Trindade terminaram o contrato por mútuo acordo.

 

Na equipa B de Futebol, João de Deus comanda um plantel que já usou 38 jogadores que viu entrarem de novo, no que só pode ser entendido como forte aposta, nad amenos que 16: Federico Ruiz, Eduardo Pinheiro, Diogo Nunes, Ricardo Guimarães, David Sualehe, Fidel Escobar, Leonardo Ruiz, Budag Nasyrov, Liam Jordan, Ricardo Almeida, Bilel Aouacheria, Boubakar Kouyaté, Pedro Delgado e mais recentemente Gelson Dala, Ary Papel e Merih Demiral. Destes, alguns já foram emprestados a outros clubes e não menos de 4 estão emprestado por outros clubes ao Sporting. Dos 38 utilizados, apenas 18 vêm directamente da formação, mesmo contando com os que já são seniores do plantel A. A equipa encontra-se no 21º lugar, penúltimo a 33 pontos do líder. a 3 pontos da linha de playoff de despromoção e 5 da linha de água. O Clube e João de Deus terminaram o contrato por mútuo acordo e são insistentes os rumores da possibilidade de encerramento desta equipa.

 

3 exemplos de 3 equipas, de 3 modalidades, onde o custo e investimento há demasiado tempo não tem correspondencia nos resultados. Mas o trabalho é fantástico, pleno de rigor e competencia e claramente o melhor que poderia ter acontecido ao Clube, feito de planeamento a médio e longo prazo, com projectos desportivos profundamente sustentados, sendo que os adversários temem-nos cada vez mais.

 

Se o encerramento de equipas pelo falhanço desportivo fizer carreira, para o ano temos o Futsal...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:25



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D