Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Relações de Causa Efeito

por Lizardo, em 24.11.15

frase-todo-efeito-tem-uma-causa-todo-efeito-inteli

 

 

Estamos a entrar no fatídico mês de dezembro. Este mês costuma ser caótico para o Sporting. Este ano, depois das três vitórias, categóricas, ao principal rival, temos razões para acreditar que temos tudo para sermos campeões de inverno e continuar na primeira posição em 2016.

 

Mas falemos do nosso plantel. Sem sombra de dúvidas o mais equilibrado dos últimos anos. Sem jogadores fantoche, como Naby Sarr ou Magrão, sem investimentos em Slavchevs ou focos de problemas como Shickabalas.

Este ano acabou-se também o mito Ryan Gauld e o insistente discurso que os reforços estão na Equipa B.

Esta época o plantel sénior tem mais soluções e mais garantias, apesar de necessitar urgentemente de reforços para continuar e manter um nível exibicional consistente até ao final da época.

 

Este Sporting de Jorge Jesus necessita de um grande central. Esta é a posição mais urgente. Ewerton continua a revelar os fantasmas da sua contratação, jogador que chegou na época de Marco Silva, numa fase critica da época e que só ficou apto a jogar no fim da mesma. Depois já teve várias lesões e continua a não conseguir resolve-las, dando a entender que a lesão pode ser crónica. Muito ao exemplo das contratações de Rodriguez e de Luis Aguiar.



Este ano as contratações foram feitas com critério, Ruiz é um jogador acima da média, Teo revela algumas limitações mas tem sido muito útil, Naldo também cumpre e João Pereira tem vindo a subir de forma.


Slimani continua sem um parceiro à altura, trabalha o dobro dentro de campo. E talvez seja esta a sua forma preferida de jogar. Corremos o risco, com lesões ou castigos, ficar órfãos de quem tem decidido tantos jogos na presente época.

Como é sabido, todos os anos temos que vender jogadores. É a lei do dinheiro e a lei do mercado, e acima de tudo a lei dos empréstimos da Banca. E este ano não será exceção, ainda para mais depois da eliminação da Champions e o continuar sem patrocinador.

 

Fala-se de Adrien para o Mónaco, o que a ser verdade, seria um rude golpe nas nossas aspirações. Adrien é um dos melhores jogadores do plantel e o único jogador que temos com as características de motor, tração e pulmão. Aquilani e Paulista não conseguem ter o ritmo nem chegar à classe de Adrien nas suas funções. Adrien, como Patrício mereciam acabar a carreira de Leão ao peito.



Uma palavra de apreço a um dos principais obreiros do que está atualmente a acontecer no Sporting, Leonardo Jardim. Agarrou o Sporting completamente desmotivado e falido psicologicamente. Ergueu um Clube, construiu uma base e promoveu vários jogadores à primeira equipa, nomeadamente: William Carvalho (lançado nos tempos de José Couceiro), apostou em Mané de forma clara, deu o meio campo a Adrien, transformou Cédric num lateral moderno e fez muito pela adaptação ao jogo que hoje tem Carrillo.

Jorge Jesus muito lhe deve, pois muito do trabalho estava feito.



Com Jorge Jesus temos agora a capacidade de dar o salto que só os grandes treinadores conseguem impor às suas equipas. E se o fracasso Champions foi difícil de digerir, não deixa de ser claro que este Sporting é o melhor Sporting dos últimos tempos.



Em jeito de homenagem, das poucas que consigo apontar ao Presidente Bruno de Carvalho, em três anos, contratou três grandes treinadores, Leonardo o obreiro, Marco Silva a consistência e com Jesus a potência e esperamos todos a afirmação das vitórias.



Jesus tem agora que apostar no que tem de melhor o Sporting, a sua formação, ou o que dela ainda resta, pois Gelson e Matheus são certezas, Rúben Semedo é um grande jogador, Esgaio tem uma maturidade muito acima da média e Wallyson está emprestado e tem muita qualidade. Nas camadas jovens, e nomeadamente nos Juniores e na Equipa B há um défice de qualidade individual como não se via há muitos anos. Vamos sentir esse reflexo nas próximas duas ou três épocas, onde as promoções à primeira equipa podem ser na casa dos “zero”.



Estamos portanto em primeiro na Liga, continuamos na Taça de Portugal e queremos continuar na Liga Europa.



Que todos os intervenientes compreendam que agora é que vem à tona as suas reais capacidades de gestão. Do Presidente ao Treinador, queremos ponderação e mais paz, menos ruído e menos banalidades.

Que fique claro que toda a ação provoca uma reação. Tenhamos nós peito para tantos casos em tribunal e tantas guerrilhas internas e externas.

O Sporting merece outro futuro, espero que todos os compreendam.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:56



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D