Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



(re)Capitulação

por Trinco, em 17.09.15

castelo_abrantes.jpg

 

Constrangimentos pessoais, têm me retirado o tempo e a disponibilidade mental (e emocional) para digerir toda a informação, formal e informal, que circula sobre o Clube. Vou acompanhando ao longe e sem grande pormenor e acima de tudo vou tirando os factos da frente sem grandes tentativas de lhes retirar quaisquer conclusões.

 

No entanto, mesmo assim percebo, e em jeito de resumo, que:

 

A falta de reserva no R&C da SAD para fazer frente a possíveis fracassos judiciais que ninguém deseja, vem ao arrepio das melhores práticas contabilísticas e pode virar do avesso a narrativa do maior sucesso.

 

Falhámos a contratação de um jogador, que já era dado como certo, sendo ultrapassados pela direita por um rival por incompetência em completar o negócio, sendo que um dos interlocutores do negócio informa a presença de outros de proveniência incomum.

 

A culpa do acima sucedido é atribuída a um administrador da SAD, colocado lá por credores como elemento fiscalizador da reestruturação, cujos pelouros são os de "financeiro, controle de gestão e planeamento estratégico", sem que o mandatante assuma as suas responsabilidades, mas abrindo as portas a um assessor contratado ao Marítimo.

 

A renovação de Carrillo, 2 anos e meio depois continua por resolver, mesmo com acordos e reuniões anunciadas por uma caixa de ressonância de uma das partes e almoços de charme com quem afirma o poder tornar um jogador de topo, sendo que agora se parte para a ameaça e afastamento do jogador, prejudicando fortemente o valor desportivo da equipa, contrariando a vontade do treinador e colocando em causa os objectivos propostos. A isto, junte-se a promoção da expiação das causas disto tudo em cima do carácter do jogador e o insuflamento ridículo do valor técnico de dois jogadores por parte de adeptos. Verei com olhar irónico a mudança da narrativa, caso o processo ainda seja passivel de salvamento e o jogador (que até quer ficar) renove...

 

Para fumegar o que aconteceu com Carrillo, plantam-se noticias de negociações com outro jogador preponderante no plantel, para renovação até 2020.

 

Outro jogador, dos mais valiosos do plantel, refere em termos pessoais e elogiosos o anterior pai de todos os males (imprudentemente, aceito) e comece a ser queimado por plantadores e adeptos e até pelo actual treinador. Jogador esse que é vitima de um castigo incompreensível por parte da UEFA, sem que 1/10 do ruído tenha sido feito em relação a outros acontecimentos bem mais discutíveis.

 

Outro jogador, que desrespeita o clube, ausentando-se sem qualquer justificação por largos meses, é finalmente "despachado" com o Clube a assumir um risco cambial ao negociar em Dólares, com um desejo de boa sorte e as maiores felicidades pessoais e profissionais.

 

Outro jogador, encontra-se há várias semanas em leilão desvalorizante pelo médio oriente, deixando o a definição do seu futuro nas mãos de si próprio e do seu agente.

 

Consegue-se incorporar o "Guerra" sportinguista num programa televisivo, com perspectivas de afundamento do nível a valores inimagináveis, promovendo a lampionização do Clube e fazendo tábua rasa do que são os seus valores fundamentais, relatando cenas de faca e alguidar na preparação desse programa de paineleiros, que levam ao seu afastamento, deixando o "Guerra" lampião a martelar o Sporting durante o programa todo, deixando a sua "defesa" às mãos do "Guerra" andrade. Aparentemente, porque não vi, ainda por cima o "Guerra" lampião apresentou a minuta que tinha sido negada a existência e pela qual se tinha procedido legalmente.

 

Continua-se a comunicar pelas redes sociais, através de órgãos de comunicação parceiros, espalhando a narrativa a seguir e condicionando interpretações, conseguindo-se inclusive comunicar por estes antes de haver comunicação pelos órgãos oficiais do clube.

 

Marca-se AG para apresentação do R&C do Clube, das conclusões das fases 4 e 5 da auditoria de gestão, mas acima de tudo para pedir um aumento de €9.1M (que numero tão semelhante com o valor orçamentado para o Pavilhão...) no empréstimo anteriormente aprovado a ser contraído (e pago) pelo Clube (sim pelo Clube e não pela SAD) e mais uma alteração de estatutos (parece que a cada AG, nova alteração é proposta). E isto tudo que sem convocatória no site e pior, sem propostas para análise prévia.

 

O Pavilhão já tem um buraco (que demorou um mês e meio a fazer...) onde se pode começar a construir e duas gruas montadas, sem que até agora se tenha visto o alvará de licenciamento da obra exposto no local.

 

As camisolas continuam sem patrocinador.

 

O site continua o mesmo.

 

O futebol continua pobrezinho.

 

A garantia da GALP continua por resolver.

 

O estádio continua sem naming.

 

Há VMOCS a vencer em Janeiro.

 

A banca subscreveu €80M em novas VMOCS que poderão equivaler a 54% do capital da sociedade no final do seu prazo (12 anos).

 

A SAD continua sem investidores.

 

Tudo como dantes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:46



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D