Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



" quod spinas"

por O 6º Violino, em 29.12.17

26105428_10215570375640427_808166078_n.jpg

" Quod spinas " é a tradução em latim para aquilo a que assistimos em tão pouco tempo por parte de Bruno Miguel. Cobardia. Sem coragem.

Vamos por partes, para o leitor mais distraído não ficar confuso. 

Já aqui disse que Madeira Rodrigues, após as eleições deveria concentrar-se no seu futuro profissional, deixando de parte a ideia de se voltar a candidatar. Em democracia terá todo o direito de o fazer. Em democracia tem o direito, de enquanto associado do Sporting solicitar à sua conta, se a Direcção do Clube não quiser pagar, uma auditoria. 

Bruno Miguel, que se diz o mais impoluto democrata tratou no seu local de eleição (o facebook) de apelidar Madeira Rodrigues dos mais execráveis adjectivos, qual garoto assustado. Quem não tem telhados de vidro não se importa de mostrar a sua declaração de rendimentos anterior à sua entrada do Clube, nem tão pouco colocar à disposição as transferências dos valores de comissões para qualquer conta bancária, saídas da SAD, seja no Pólo Norte, em Malta ou África do Sul. Quem não deve não teme.

Em cinco largos anos, Bruno Miguel foi pela primeira vez a uma Assembleia Geral da Liga. Mas tão frouxo, como a tempestade de seu nome, depressa saiu derrotado por uma maioria de Clubes que não aceitaram que as propostas do Sporting e do Porto fossem a discussão. Como tão bem gosta de escrever no facebook, quando tenta ridicularizar quem votou na lista de Madeira Rodrigues, esqueceu-se que a democracia funciona para os dois lados. 

Mais uma vez não resistiu em calçar os chinelos e apelidar os seus semelhantes de oficio de "cobardes", antes de sair pela garagem das instalações do edifício onde decorreu a reunião magna. Mais um belo acto de "coragem". Quando voltará a outra Assembleia Geral? Entretanto, em vez de ficar até ao fim, já voltou para a sua "praia facebookiana" tentar limpar a face de mais uma derrota. Mas já só mesmo os mais radicais e iletrados conseguem comentar e continuar sedentos de "sangue".

Ao fim de cinco largos anos o que o Sporting conseguiu com Bruno Miguel foi a companhia do Porto, um clube com um historial manhoso. É disto que gostamos? Talvez, já acredito em tudo.

No inicio da temporada Bruno Miguel decidiu, no seu direito, informar que não estaria presente em nenhum jogo do Clube fora de Alvalade, como forma de protesto, pelos sucessivos castigos que se queixa.

À boa maneira populista que o caracteriza, irá para a bancada do estádio da Luz no cortejo que acompanha os adeptos do Sporting. Onde já vimos isto no nosso Clube? No tempo de Godinho Lopes...Onde já vimos isto fora do nosso Clube? Com Vale e Azevedo, no antigo Estádio de Alvalade.

O leitor que tire as suas conclusões.

SL

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D