Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Queixas

por Trinco, em 17.12.15

ng5437229.jpg

 

Terá sido porventura, até agora, o mais entusiasmante jogo, contra o adversário mais difícil, na arbitragem com maior influencia negativa no nosso resultado.

 

Depois de meses em guerra contra tudo e todos, no que à arbitragem (e não só) diz respeito, constantemente a apontar os benefícios dos adversários, até mais que os prejuízos próprios, as reacções oficiais são muito soft para o que se esperaria.

 

Quer Presidente, quer treinador, realçam o mérito do adversário, a grandeza do jogo, passando suavemente pelos erros decisivos. No que antes (ou com outros) daria para longas e truculentas dissertações sobre o assunto, fica agora uma telegráfica sinalização. Prefiro assim. Que se evitem choros. Mas estranho (muito) tão repentina mudança de narrativa e acção. Como se a taça nunca tivesse sido verdadeiramente objectivo nem o alvo da aposta...

 

E estranhará também grande parte da falange, que vai explorando à exaustão, os erros, para equilibrar as acusações de favorecimentos que os adversários nos vinham fazendo. Estão confundidos ou terá havido uma quebra nos canais de transmissão? No entanto, acredito que se terão ganho créditos para usar a carta deste jogo até ao fim da temporada nas suas lutas "interneticas".

 

Do jogo, muito de bom, com demasiado de mau à mistura. Boa atitude, boas trocas de bola em progressão, destruídas por demasiados erros individuais, e desacertos defensivos (surpreendentemente para aquele que até agora era um momento do jogo bem trabalhado pela equipa), falhando sempre no controle do jogo, na capacidade de o matar e na componente física (debilidade difícil de explicar).

 

Realce merecido para os que estiveram em Braga, goste-se ou não, uma visita sempre difícil, sempre audíveis durante os 120 minutos.

 

Das provocações musicais no fim, mesmo considerando uma deprimente submissão do adversário a outro clube da Capital, tomando por interposta música as dores deste, é aguentar. Quem provoca constantemente, tem que aguentar o troco.

 

Siga para a Madeira, com raça, atitude e sem fanfarronices. O que está conquistado precisa ser cuidado e re-conquistado a cada jogo, pois tudo se perde de um momento para o outro. E o jogo a seguir é com o Porto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D