Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Purgas e burrices

por Trinco, em 11.01.16

Бутовский_полигон._Средняя_

 

"Há que expurgá-los do Sporting. Os envolvidos são burros."

Azevedo de Carvalho a 7 de Janeiro de 2016 no programa "Hora do Presidente"

 

Um pouco de história. O termo purga tem uma forte valência histórica. A grande purga foi uma campanha de repressão politica promovida por Estaline na antiga URSS entre 1936 e 1938, envolvendo uma purga a larga escala entre membros do Partido Comunista e funcionários do governo, bem como repressão de cidadãos comuns sob suspeitas sem necessidade de fundamentação de sabotagem, contra-revoluções, resistência e criticas á liderança, com aprisionamentos discricionários e execuções arbitrárias, levadas a cabo pela policia politica com o objectivo único de consolidar a autoridade de Estaline.

 

Por outro lado, epitetou logo os expurgáveis de burros. Não os identificou, mas passou a convicção de saber quem tenham sido. Algo que ainda nem a policia parece saber. E possivelmente sabe tanto como quando congeminou as fantasmagóricas listagens de governos sombra e apostolados lançadas cobardemente para os jornais, no que foi um primeiro ensaio para os autos de fé que se anunciam. Isto com apelos de apoio e união constantes.

 

Assim, será expectável em breve novos procedimentos disciplinares que visem a expulsão de sócios. Ou isso ou a tentativa pela via física (ensaiada também, na sua vertente intimidatória, em recentes reuniões da SAD).

 

E depois gosta de demonstrar espanto pelas ausências de muitos que aponta como conspiradores (que na sua maioria mais não são que críticos) das AG's que promove apenas e só para estas guerras que o alimentam. Por mim, dificilmente serei combustível para esse fogo.

 

E como escreve o Leão Zargo em post recente no Camarote: 

 

Sabe-se que Bruno de Carvalho detesta ser comparado ao ditador Kim Jong-il, o que é compreensível. Eu também não gostaria. Sendo assim, é bom que ele preste mais atenção à semiótica e à doutrina dos signos quando se refere a uma determinada realidade física ou psicológica e às relações entre significantes e significados. É que há palavras que, tendo um significado antigo, agarram-se como lapas à pele.

 

E as burrices às vezes fazem o ciclo completo.

 

P.S.1 Referindo-se à exigência, em entrevista à SIC a 9 de Janeiro de 2016 diz: "Eu nem comigo sou tolerante." Porque havia eu de o ser?

P.S.2 O próximo jogo é na 6ª em casa contra o Tondela, actual último classificado. penso que não deverei acusado de desestabilização...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23


5 comentários

De Profeta a 11.01.2016 às 13:43

O que lhe faltou foram uns belos tabefes quando era puto, e agora ninguém dá conta dele... O menino que sempre foi traquinas, ainda vai a tempo de aprender a não ser parvo!

De Trinco a 11.01.2016 às 13:45

Ser optimista é sempre uma possibilidade...Ainda que ache que ele de parvo não tem nada. Tem de muitas outras coisas, mas de parvo, nada. É esperto...

De Profeta a 11.01.2016 às 14:29

Pois... parvos têm sido os sócios. Vamos ver é até quando...

De Leão Zargo a 12.01.2016 às 19:51

Trinco
Pelos vistos o Bruno de Carvalho conhece pouco de História e de linguística, pois caso contrário saberia que há palavras que queimam. Como referes a palavra “purga” é maldita foi utilizada no contexto da perseguição de outros que pertenciam à mesma comunidade, por razões políticas ou outras.
Quase que apetece aconselhar o BdC a ler os estatutos do Clube pois lá utilizam-se as palavras adequadas às circunstâncias que o justificam e o artigo 27º trata precisamente disso.

Na sua insensatez, ocorreu a BdC garantir a segurança de sócios na AG do Clube. Se ele assegura é porque terá mão em quem pode agredir os que vão à AG?

Por outro lado, invoca condições de segurança. O presidente do Sporting nem percebeu na armadilha em que caiu. Quem é que se lembra num país da Europa Ocidental democrático e livre garantir condições de segurança quando isso é precisamente uma condição essencial para a participação cívica?

De Trinco a 13.01.2016 às 10:02

Isso tudo Zargo, isso tudo...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D