Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os Jogos Olimpicos

por Trinco, em 09.06.16

rio-og-2016.jpg

 2016 é ano de Olimpíadas. E faltam 57 dias para começar

 

Este ciclo Olímpico iniciou-se durante o ano de 2013 com definição de objectivos e metas, bem como o planeamento para as alcançar.

 

Este ciclo Olímpico é maioritariamente da responsabilidade deste conselho directivo e desta vice-presidência para as modalidades.

 

Segundo o Comité Olímpico Português, estão neste momento qualificados, na representação Portuguesa, 85 atletas, 26 dos quais em 3 equipas à espera de convocatória (18 para a de Futebol, 2 para a de BTT e 4 para a de Ciclismo). Além destes qualificados, ainda existem 4 atletas com mínimos que ficam de fora (2 irão como suplente) pela restrição de quotas de presença por país em determinada prova

 

Excluindo os 26 atletas por selecção para as 3 equipas atrás referidas, dos mesmos 59 atletas qualificados, 15 são do Sporting. 7 no atletismo, 2 na canoagem, 1 na ginástica, 3 no judo, 1 na natação e 1 no tiro.

 

Nas últimas Olimpíadas, em 2012, em Londres, o Sporting fez-se representar por 19 atletas, 17 dos quais em representação nacional em 77 qualificados, sendo que para comparação não houve equipas com atletas escolhidos por selecção.

 

Ou seja, o Sporting contribui com 25% dos referidos 59 atletas. Para Londres tinha contribuído com 22% dos 77.

 

Acontece que neste momento há quem tenha 18 atletas qualificados (30%). O que desmente um pouco a imagem de força dominante que tem sido vendida. Já fomos, mas, infelizmente, não somos neste momento. Mesmo admitindo que estes números não sejam finais e que os finais nos possam ser mais simpáticos.

 

Os dois últimos ciclos Olímpicos foram um desastre. Para Portugal e para o Sporting. Uma enorme desorganização e desinteresse que desperdiçou recursos, deixando muitas vezes os atletas ao abandono, potenciado pela fase critica económico-social que o pais atravessou e atravessa.

 

O Sporting apresentou o programa Sporting Olympics a 22 de Fevereiro deste ano, no que mais pareceu uma acção de pré-campanha, com 38 atletas em si englobados (menos de 40% de aproveitamento imediato). Obviamente que seria irrealista pensar que a menos de 6 meses da competição este programa pudesse verdadeiramente suprir algo que se projecta a 3 ou 4 anos.

 

Assim, o que se espera, é que a 22 de Agosto, o programa comece a trabalhar efectivamente com o pensamento em Tóquio 2020, de preferência com mais atletas e com uma taxa de aproveitamento bem maior e que além de nos auto denominarmos como a maior potencia olímpica nacional, o façamos verdadeiramente por ser, percebendo também que para isso, por vezes, o resultado imediato e mediático tem que ser sacrificado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D