Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os heróis do teclado

por Trinco, em 25.02.17

tumblr_mbbcz15gXt1qe6quzo1_1280.jpg

 

Os heróis do teclado é uma expressão generalizada que identifica todos aqueles que se escondem no conforto da distancia provocada por uma  rede social para anonimamente ou não, tecerem comentários ou proferirem insultos acerca de outrem.

 

São um fenómeno em deprimente crescendo, que usa e abusa das pós-verdades para alterar factos com as suas opiniões. E quando tudo falha, e falha mais vezes que poucas, optam pelo simples, directo e boçal insulto e assassínio de carácter.

 

O que se esperaria menos é que alguém, que se afirma líder nato, com uma qualquer capacidade sobrenatural para comandar tudo e uma inteligência e conhecimentos superiores opte também ela por esta via.

 

Depois de num debate frente a frente ter apenas bufado e olhado para baixo, transmitido o desconforto sentido, levando inclusive o árbitro do encontro a dar prolongamento para ver se a equipa da casa equilibrava a coisa (e nem sou dos que têm a opinião que tenha perdido de goleada, note-se), escolhe o bom velho teclado para insinuar por interpostos bytes aquilo que declaradamente não teve coragem de fazer na cara.

 

E nem a narrativa da posição presidencial serve, pois não só ali era candidato (apesar do momento "eu é que sou o presidente da junta") como se alega isso, de cada vez que faz o login na dita plataforma não deixa de o ser.

 

Foram, ao longo do dia de ontem 6 intervenções de vitimização (logo ele...) e de critica e insulto insinuado ao adversário.

 

Mas faz mais. Usando a sua posição presidencial de "patrão", faz o canal do Clube, numa demonstração de falta de isenção tremenda, transmitir um discurso em directo em que tenta repetir o debate do dia anterior, mas desta vez sem contraditório, que é bem mais confortável.

 

Azevedo de Carvalho ruge quando está confortável. Quando tem as costas quentes decorrentes da sua posição no contexto em que se transmite. Quando fala de púlpito e não sofre o contraditório. Em debate esboroa-se-lhe a máscara de "chosen one" e mostra o seu real valor.

 

P.S. Dirão alguns que não tenho moral para falar de heróis do teclado uma vez que escrevo sob anonimato, mas lembro duas coisas. Nem eu insulto ou insinuo insultos, criticando e dando a minha opinião, na maior parte das vezes sustentada em factos que apresento como, exactamente para evitar esses mesmos heróis, pela primeira vez na minha vida optei por esta via de anonimato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D