Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Orçamento

por Trinco, em 28.05.15

AG 04-10-2013.jpg

 

Exactamente de hoje a um mês, caso o Presidente da Mesa da Assembleia Geral valide o anunciado pelo Presidente do Conselho directivo, haverá uma Assembleia Geral.

 

Servirá, como anunciado para apresentar o novo Projecto para o Pavilhão João Rocha, as conclusões da Fase 3 da auditoria em curso, e, tão ou mais importante, a proposta de orçamento para o Clube (e friso, só para o Clube) para 2015/2016.

 

Esta proposta é de extrema importância pois mostrará o que as suas direcções (a do Clube e as das diferentes secções) perspectivam possa ser, desportivamente, o Clube e seus objectivos. Mesmo sabendo que o orçamento não passa de uma estimativa de gastos e receitas, por natureza falível.

 

Aqui, referindo-me exclusivamente ao cariz desportivo, o dado porventura mais relevante será a rubrica de honorários e será esta essencialmente que interessará analisar.

 

Em 2012/2013, último orçamento do anterior Conselho Directivo, este valor foi de €2.880.600. Em 2013/2014, primeiro orçamento do actual Conselho Directivo foi de €2.182.016 (-32.02%) e em 2014/2015 de €2.795.199 (+21.83%), quase de volta ao valor anterior, mas com a inclusão de mais uma modalidade, o hóquei (nota: neste orçamento, esta rubrica deixou de apresentar separadamente os valores por modalidades, pelo que os valores só poderão ser extrapolados por proporcionalidade directa com o anterior)

 

Tomando o futsal como exemplo, em 2012/2013 esta modalidade teve 873.500€ (30.31% do total de honorários orçamentados) de orçamento, 667.000€ (30.57%) em 13/14 e 797.000€ (28.57%) em 14/15 (admitindo que a nova modalidade possa ter absorvido 7% deste total). Ou seja, o futsal em três orçamentos anos terá perdido 76.000€.

 

E isto importa, diria mesmo é fundamental, no momento de traçar objectivos desportivos.

 

Por outro lado as recentes noticias de forte investimento e grandes remodelações, nomeadamente no hóquei, andebol e futsal, deixam-me pouco tranquilo, pelo menos pela maneira como surgem (e, no caso do futsal por exemplo, podem estar a causar desconforto no balneário, numa altura em que ainda há o que ganhar) e pelos alvos apresentados. Sempre considerei, porventura até mais neste momento de reestruturação do Futebol, que o investimento sustentado nas modalidades fazia sentido e permitiria a manutenção e expansão da grandeza do Clube por esta via. Mas, como atrás escrevi, sustentado. E assente numa politica transversal e um pensamento a prazo. Não na aposta em jogadores perto do fim de carreira, a pensar apenas no êxito imediato.

 

E a verificação conjunta dos valores orçamentados com a veracidade total ou parcial destes rumores, será também relevante na percepção do que será a politica desportiva do Clube. Lembro-me da medida 99 do programa deste Conselho directivo que preconizava a "Criação da Comissão de Coordenação das Modalidades" que não sei sequer se já existe. O que sei é que a prática visível mostra cada modalidade a trabalhar de forma mais ou menos desconexa e sem sinergias entre si (outra medida), com um Vice-Presidente sem grande autonomia e um vogal desviado de forma cada vez mais definitiva para a SAD do futebol. E a existência de uma política desportiva transversal a todas as modalidades é cada vez mais, condição fundamental para o sucesso sustentado e integrado do Clube.

 

PS: Como foi escrito há uns posts atrás, este mês de Junho é também o mês em que tradicionalmente se procedem, nos anos acabados em 0 e 5, à renumeração de sócios. Podendo, obviamente ser feito até Dezembro, causa-me estranheza nada se saber.

Ao lado, vai-se proceder à recontagem a 8 de Junho, sendo que quem à altura tiver um ano de quotas em atraso será eliminado dos cadernos. E quem quiser regularizar a sua situação, não terá direito a perdão de quotas...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16


2 comentários

De Anónimo a 01.06.2015 às 17:26

A renumeração está em curso. Eu sei isso porque tentei aceder à minha área pessoal de sócio no site e não foi possível pois aparece uma mensagem na página dizendo que esta área está limitada por causa da renumeração.

De Trinco a 02.06.2015 às 09:32

Ainda bem que está a ser feita, cumprindo os estatutos atempadamente. Parece-me é que poderiam, (ou deveriam) comunicar melhor a operação e os pressupostos da mesma, dando a oportunidade a quem quisesse de regularizar a sua situação mantendo o seu numero (se bem que com a trapalhada das alterações estatutárias a coisa possa ser confusa)

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D