Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O relvado "toupeira" de Alvalade

por O 6º Violino, em 09.03.16

molehill.jpg

Depois de rever as imagens no conforto do lar, e de ler as criticas ao jogador Brian Ruiz, pude verificar que mais uma vez o estado lamentável da relva no nosso Estádio, devia dar que pensar aos seus responsáveis.

Um problema que se arrasta desde 2003, tem ou não solução?

É um problema básico de construção do Estádio?

Depois de várias tentativas e de várias técnicas, não há nada a fazer?
Temos de nos resignar a ver um relvado malhado e constantemente solto?

Existem estádios por essa Europa fora com o mesmo problema, e não podemos aprender com eles?
Falta sol, há sol a mais? Falta chuva,há chuva a mais?

O responsável pelas instalações, antigo funcionário da ex-empresa do presidente percebe alguma coisa da poda?

Não vale mais fazer um concerto por ano e trocar a relva todos os anos?

Ninguém se preocupa em resolver o assunto?

Ai se fosse noutros tempos.....

SL

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:10


4 comentários

De Lizardo a 10.03.2016 às 10:06

O problema do nosso relvado está identificado. Há um problema na temperatura que se gera no interior do Estádio que não promove o enraizamento da relva no solo.

Durante a gestão de Godinho Lopes, a solução encontrada, através de uma Empresa Holandesa, se não estou em erro, passou por instalar um conjunto de maquinaria que acelerava o processo de fotossíntese e também controlava a temperatura junto ao solo.

Os custos eram avultados. Mas a verdade é que foi o período no qual tivemos o relvado em melhores condições.

Atualmente existem novas soluções para acelerar estes processos. Todos com custos avultados e com necessidade de trabalho contínuo durante a época.

Aqui só há uma questão:

Há interesse em resolver, ou não há interesse em resolver?

Olhando para as instalações da Academia em Alcochete e mesmo para a Manutenção do Estádio atual, a resposta parece clara, não há vontade nem know how para evoluir e tratar o nosso pouco património.

Seria curioso, no final desta época, depois de tanto investimento em massa cerebral, perdermos o campeonato por um ponto, um ponto critico, o ponto do relvado.

É assim que se avaliam os grandes gestores.

SL

De comentador desportivo a 10.03.2016 às 14:50

Como sempre grandes posts.
Em relação ao relvado, não se admite em pleno sec XXI termos um relvado nesta estado. Além da concepção do estádio ter sido equivocada, pois não é admissível construir um estádio para jogar futebol, e o principal factor, o relvado, estar em codições impróprias para a prática de futebol. Por isso deveria ser responsabilizado os autores do projecto, este é o ponto! O CLUBE DEVERIA MOVER UMA ACÇAO sobre a empresa autora do projecto. Mas como dizia além do equivoco na construção do estádio, tambem á falta de conhecimento, basta verificar o estado em que está os relvados da academia.

De apostas futebol betclic a 14.03.2016 às 10:46

Acho que para um clube da dimensão do Sporting ter um relvado assim é mau. Fica mal esteticamente e, acima de tudo, prejudica a performance dos jogadores, o que leva a que o espectáculo também fique prejudicado.

De Lord a 23.05.2016 às 21:05

A empresa red que se encontra na luz e no dragao ja esta tomar conta da ocorrência..... Enfim...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D