Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O regulamento do Futsal

por Trinco, em 04.07.16

transferir.jpg

 

Estão aprovados os regulamentos de Futsal para a época de 2016/2017. O da prova e o disciplinar.

 

E isto é relevante para o Clube por causa da obrigatoriedades de utilização de jogadores formados localmente.

 

Jogadores formados localmente são os que 15 e os 21 anos, estiveram registado em clubes integrados na FPF em 3 épocas desportivas completas ou por 36 meses.

 

Neste ano, tal como no ano passado, vais ser obrigatório estarem presentes por ficha de jogo 7 jogadores formados localmente em 12 jogadores, podendo estar até mais dois Sub20, passando a obrigatoriedade para 8 ou 9 jogadores formados localmente.

 

Neste momento, tendo um plantel, em norma, 14 a 16 jogadores (mais os sub20 que venham a ser pontualmente integrados), o Sporting tem 15 jogadores, 7 formados localmente (André Sousa, Gonçalo Portugal, Djô, João Matos, Paulinho, Pedro Cary e Edgar Varela) e 8 não formados localmente (Marcão, Caio Japa, Diogo, Alex Merlim, Diego Cavinato, Rodolfo Fortino, Léo Jaraguá e Dieguinho).

 

O que muda drasticamente é o regulamento disciplinar. Este regulamento, que no ano passado previa apenas multas para o incumprimento destas regras (custavam entre  €510 a €1020 por jogador, por jogo em desrespeito ao regulamento) passam a prever penalizações desportivas com dedução de 2 a 5 pontos na tabela classificativa, à 2ª infracção (além de um aumento substancial na multa da 1ª infracção).

 

Ou seja, o Sporting poderá ter 3 jogadores não formados localmente, e isto se mais nenhum for adquirido, de fora por cada jogo do Campeonato. Sendo que estes serão muito provavelmente dos que mais peso terão na folha salarial da secção (e este potencial de assimetria no plantel poderá ser outro risco que se corre).

 

Pior, poderá ter dificuldade em ter os 7 formados localmente disponíveis para as fichas de cada jogo. Basta que as lesões normais aconteçam (e nesta época tivemos vários jogadores de fora por essa razão durante períodos significativos)

 

Bem sei que esta alteração, pretende claramente atingir o Sporting, no momento em que o Clube aponta a um forte investimento. Esta alteração era defendida há dois anos por nós e foi recusada como sendo impossível. Mas a verdade é que o Clube foi imprudente apostando numa infracção das regras, que no contexto do investimento sairia barata, para daí retirar benefícios desportivos, não podendo, nem tendo moral para reclamar agora que a mesma infracção tenha uma penalização maior.

 

Como também sei que esta opção de investimento e até de ultrapassar a linha da legalidade deriva de uma aposta claramente eleitoralista que pretende "comprar" títulos europeus, fazendo tábua rasa daquilo que até agora era o paradigma formativo do Clube e de aposta no jogador nacional.

 

Suspeito que, não havendo alteração, ou espaço para a mesma, na formação do plantel que permita a inclusão de mais seniores formados localmente será um época estranha e atribulada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D