Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



transferir.png

 

Na passada 2ª feira, o Sporting anunciou e apresentou a criação de um gabinete olímpico. Este gabinete será responsável pelo apoio nos mais variados campos aos atletas, para que estes se foquem no essencial que é a sua preparação para os eventos onde estarão presentes nas olimpíadas do Rio de Janeiro. O Clube, substitui-se, e bem, ao estado e às federações nesse apoio, consciente que, mesmo sendo atletas do Clube, não é em sua representação que eles estarão, mas sim em representação do país.

 

Do que é perceptível, o novo gabinete será constituído pelo departamento médico, por um psicólogo desportivo e pelo Gabinete de Operações e Apoio aos Atletas (algo de se desconhecia existir, que aparentemente é representado por alguém que acumula com a sua função de OLA, o que explicará um menor cuidado nesta vertente). Percebe-se que a 4 meses dos jogos pouca coisa já poderá ser feita, mas que é intenção que ele se mantenha em funções na preparação dos jogos de Tóquio.

 

Depois das omissões inexplicáveis dos últimos anos, esta criação é das opções mais justas e acertadas que um Clube como o Sporting poderia fazer. É a confirmação que este Clube não é só futebol. Sendo (muito) critico de muito do que se passa nos mais variados quadrantes do Clube, esta acção contra o primado do Futebol, que se enraíza no Sportinguismo, é algo que só posso saudar e aplaudir. Espero sinceramente que este novo gabinete tenha condições de produzir trabalho e que não fique pelo papel e pela acção de apresentação. Como espero que seja acompanhado com uma visão estratégica a longo prazo, que não ceda a objectivos imediatos com apostas casuísticas, que permita um substancial reforço do ecletismo, da representatividade e relevância do Clube nas diversas competições que serão o caminho até ao Japão em 2020.

 

Mas depois, um Silva qualquer, perante a declaração da intenção de manter o estatuto de maior potencia desportiva nacional (que nem encontro confirmação tenha sido dito) resolve, mostrando toda a sua honestidade intelectual fazer um apanhado de factos mais ou menos desconexos sem perceber que a história é um continuo, e que os números são bem diferentes que a sua visão parcial e que não é um período de menor fulgor que retira esse estatuto. É preciso contar os 231 títulos colectivos no Atletismo, os 37 no andebol, os 22 no Futsal, os 17 no hóquei, os 15 no Basquete ou os 14 no Vólei, apenas para referir algumas modalidades. E isto sem sequer entrarem na contabilidade os títulos individuais ao serviço do Clube ou as presenças olímpicas de atletas do Sporting. Como é preciso perceber que um clube não pode vencer algo em que não participa pelo que este tipo de contadores não faz sentido.

 

Obviamente que devemos também ser coerentes e ter a consciência que não temos neste momento a pujança de outros tempos. Entre culpas próprias e a evolução dos adversários, muito se tem perdido. Mas aqui, reside outra consideração e reflexão para dentro que nos responsabiliza por este estado de coisas. Fomos nós, enquanto sócios, que apoiámos o primado do Futebol, que aceitámos desconsiderar um Pavilhão na construção do estádio, que obrigamos os atletas (e pais dos atletas na formação) a serem saltimbancos, que aceitámos sequer votar a extinção de modalidades.

 

Neste momento temos evidente campo e tempo perdido para os adversários e a sustentabilidade das modalidades não passa de um chavão. Temos campo e tempo perdidos naquilo que nos ligava, que era o desporto social e que muitas vezes derivava em atletas para a competição. Temos campo e tempo perdidos na formação de muitas modalidades e se as equipas de topo são competitivas é muito à custa de apostas imediatistas com pouco ou nada de estratégico. Espero pois, que a criação deste gabinete seja um passo decisivo na implementação de uma politica coerente com estratégias definidas e pensadas a prazo, com atribuição razoável e justa dos recursos, entendendo que estes custos deverão ser sempre considerados como investimentos que engrandecerão o Clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:18



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D