Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O programa

por Trinco, em 17.01.17

Imagem 003.png

 

Um dos candidatos às eleições, afirma que dia 19 apresentará equipa e programa.

 

O outro candidato, através das suas caixas de ressonância, verbera a ausência de ideias concretas do seu adversário.

 

Acontece que este mesmo candidato, do que exige aos outros, as tais ideias programáticas, apresentou até agora um enorme nada.

 

De ideias programáticas nada!

 

Até ao momento apresentou uma lista de cidadãos que juram pela sua honra, uma lista que tanto engloba Sportinguistas como benfiquistas, roquettistas como anti-roquettistas, lambe-botas como gente que continua a dizer as piores coisas dele, sócios como não sócios (a maior parte), idosos como bebés, namoradas como familiares.

 

Mas de ideias programáticas nada!

 

Apresentou também as listas aos 3 órgãos sociais mais relevantes (o Conselho Leonino que me perdoe, mesmo entendendo que o problema não está no órgão em si mas nas pessoas e no seu uso e abuso), com algumas surpresas nos nomes e com peculiaridades na "pelourização", onde quem era independente passa a dependente e quem dizia "cobras e lagartos" e até há pouco reunia com a "tenebrosa" oposição, passa a ter assento e em posição de relevo, no órgão superior do Clube.

 

Mas de ideias programáticas nada!

 

Repete (e o repete é aqui usado com propriedade literal) textos com meses, requentados, com as ladainhas da construção do futuro, incha-se de coisas menores e apresenta obra à candidato para a Junta de freguesia deixando até confundir-se na sua propaganda com o anuncio de decisões que cabem estritamente ao Conselho Directivo e se estendem bem além do mandato. Um problema de confusão e dissociação cognitiva entre a Olivia patroa e a Olivia costureira.

 

Mas de ideias programáticas nada!

 

Mas também, convenhamos, este candidato demonstrou nestes 4 anos, que navegação à vista é o seu rumo (in)certo, virando à estibordo e a bombordo consoante lhe dá mais jeito, ora tingindo de negro a situação, ora promovendo teorias de oásis, ora restringindo os gastos ao nível do garrote, ora abrindo a torneira ao desperdício, ora adjectivando de ingratos, ora dando os parabéns pelos aniversários a alguns atletas que, fartos destes desmandos, cedo se puseram ao fresco.

 

Mas de ideias programáticas nada!

 

E foi também este candidato que, eleito com base num programa, o meteu na gaveta.

 

"A formação será a aposta base da política desportiva"; "Plantel principal de 20 jogadores"; "Jogadores estrangeiros não adaptados ao futebol português apenas se forem mais-valias claras"; "A voz aos Sócios"; "Tratar todos os Sócios por igual"; "Potenciação do valor da marca Sporting Clube de Portugal"; "Criação de um Código de Ética"; "Naming do Estádio José de Alvalade e do Multidesportivo"; "Limitação dos gastos operacionais a 60% dos rendimentos estimados."; "Implementação de procedimentos de contratação pública", são apenas algumas das "punch lines" do mesmo programa.

 

Assim, se calhar o melhor até é concluir que:

 

Nada de ideias programáticas que o programa sou eu, o que eu quero e quando eu quero.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:05



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D