Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Carvalhismo. Da promessa à certeza!

por Lizardo, em 21.03.16

mirror-mirror+on+the+wall_1c5b0b_3920143.jpg

 

A regra de ouro de uma equipa de trabalho é a confiança e o respeito profissional que existe nas relações entre pares.

Desde que foram criadas as SAD desportivas que o ideal de Presidente rico e abastado deixou de fazer sentido. O Clube Empresa necessita sim de um rosto capaz e conhecedor do fenómeno desportivo, bem como, uma equipa disponível e com méritos firmados e afirmados no panorama nacional.

O tempo do pato bravo cheio de dinheiro a vender águas ou outros ilustres com fortunas ganhas de forma dúbia ou até desconhecida é coisa que hoje não alimenta nem fomenta o crescimento do nosso Sporting.

 

O que temos hoje revela isso mesmo. Um Presidente jovem, sem passado nas elites ou qualquer currículo no panorama desportivo. Um Homem irreverente, que se assume um paladino contra o mal e contra os que vivem no lado escuro dos negócios do futebol.


A esperança foi grande. Muito grande em relação a Bruno Azevedo de Carvalho. Vendeu uma nova imagem de Presidente e de Presidência, prometeu um Clube diferente, garantiu mundos e fundos. A realidade de hoje é exatamente a oposta.

 

Continuamos a falhar onde todos os outros falharam. A Banca continua Rei, Rainha e Senhora, como se percebe em toda a conivência e relacionamento com José Maria Ricciardi. Novos aumentos de capital, VMOC´s e empréstimos para pagar empréstimos.

Mas se esta mudança de paradigma prometida era para muitos cantigas de amigo, não deixa de ser grave a forma como o Presidente se relaciona com os seus pares no plano profissional.

A nossa comunicação, por exemplo, é um reflexo disso mesmo. A WL Partners, uma das melhores empresas de comunicação do país, liderada por Luis Bernardo, com um currículo invejável na assessoria e estratégia de comunicação de grandes líderes e grandes empresas, não está a conseguir impor a sua estratégia no Sporting. Primeiro chegou Morgado que durou pouco tempo, agora temos Mário Carneiro, um profissional também de mão cheia. Mas não funciona.

 

O ataque à nossa comunicação é diário e vem de todas as partes. Recentemente Rui Santos destruiu completamente o panorama atual. E a culpa é por demais evidente não ser da empresa a quem o Sporting paga mensalmente para cumprir e desenvolver o seu trabalho. A culpa é do líder máximo, que diz que sim ao meio-dia e por iniciativa própria é o primeiro a furar o prometido entre todos, com posts e outras declarações sem sentido.


Quando se chega a este ponto, onde os Profissionais que chegam ao Sporting começam a ser julgados na praça publica, o futuro é evidente, ninguém quer assumir a vergonha e a falta de mérito quando não passa por Si o problema.

O Sporting vive e muito este pesadelo atualmente. Não há estratégia, não há respeito profissional por quem desempenha as suas funções.


Liderar uma SAD como se lidera uma charcutaria ou uma nano-micro empresa de carpintarias é pior que o pato-bravismo típico deste tipo de pessoas. É cavar um fosso que pode demorar muitos anos a resolver e pior que tudo, Bruno Azevedo de Carvalho acabar isolado e sozinho a conduzir em contramão na autoestrada acreditando piamente que é o único que está no rumo certo.

Os ecos de afastamento de vários membros dos Órgãos Sociais multiplicam-se. Fala-se em jantares sem a presença do Presidente, fala-se em possíveis dissidentes, conta-se que pela frente há sorrisos e pelas costas há insultos e fugas graves de informação com o objetivo de prejudicar Bruno Azevedo de Carvalho.

Este clima, uma vez mais, não é de todo novidade no nosso Sporting. Ricciardi fez o mesmo com Bettencourt.

 

Pena que, toda uma legião de jovens inocentes, continue a acreditar que este é o caminho. Que tudo o que se diz e se afirma é uma verdade absoluta.

Os próximos tempos vão ser ricos em novidades. Não há volta a dar. A tempestade já se faz sentir dentro dos corredores de Alvalade, e começa a ser tempo de deixar o Benfica e a idade do Renato Sanches de lado e dedicar mais tempo à obra feita e ao que realmente está em marcha.

 

O Sporting merece muito mais.

PS: Mais uma vitória categórica contra o Arouca. Continuamos na luta e esperamos todos que assim continue até atingirmos o nosso grande objetivo, vencer. Corremos o risco, muito grande de ser uma época muito complicada em praticamente todas as modalidades. E aqui sim. Convém olhar para o Benfica, Hóquei, Volei, Basket, Atletismo, Andebol, Futsal, Futebol: a dar cartas internamente e na europa. Isso é que nos deveria preocupar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09


7 comentários

De Leão Zargo a 21.03.2016 às 12:10

Lizardo
A luta que Bruno de Carvalho garante travar por uma maior equidade no futebol português está condenada ao fracasso. Na minha opinião, nomeadamente por duas razões:
- porque para BdC sempre foi (ou passou a ser numa fase inicial da sua presidência) uma questão meramente instrumental para conseguir um determinado perfil de presidente “sem medo”;
- porque não possui vida profissional ou desportiva que lhe garanta as cumplicidades e a liderança indispensáveis.
Há outras, claro, mas estas duas “mataram” todo o discurso que foi emitido.

Lendo o teu texto, ocorreu-me que a fragilidade da comunicação do Sporting decorre de ser virada para dentro do Clube. Pior ainda, para aqueles que já acreditavam na bondade da gestão de BdC. Isto a propósito do tipo de intervenção comunicacional do presidente ou de pessoas como o Inácio e o Dolbeth, que serão os casos mais evidentes. Eles falam para quem já está convencido e que assim se sente confortado com alguém que defende as posições do Clube. Mas, duvido que além de sportinguistas, mais alguém “ouça” o que eles dizem.

De Lizardo a 21.03.2016 às 12:26

Leão Zargo, concordo em absoluto com o que escreve.

Em relação à comunicação, acho demasiado grave o que se está a passar. E acho ainda mais grave encontrar pessoas que minimizam este estado de coisas. Duas empresas a trabalhar a comunicação e a tocarem-se constantemente não vai acabar bem, e é já evidente que o desnorte está instalado. Em relação a Dolbeth e Inácio, o segundo ainda tolero, pois queima-se mais a ele que ao próprio Clube, já o Dolbeth é demasiado grave o que vai acontecendo, pois trabalha no Canal do Clube, é uma voz do Clube, e quem é conivente com este tipo de comportamento e discurso, das duas uma, ou não tem educação ou não compreende a grandeza e a forma de estar de um Clube centenário como o Sporting.

Abraços e SL

De vasques a 21.03.2016 às 13:30

Carvalhismo se bem não me engano, o 1º a classificá-lo foi o Morsa Guerra no Prolongamento na BOSTA24!

Tentem disfarçar

Este blogu
loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool

De Dia de comédia a 21.03.2016 às 14:12

"O Clube Empresa necessita sim de um rosto capaz e conhecedor do fenómeno desportivo, bem como, uma equipa disponível e com méritos firmados e afirmados no panorama nacional."
Assim como o gágá Dias da Cunha o bêbado Soares Franco, o rato Bettencour ou o vigarista Godinho???
Hahahahahaha, que gargalhada!!!

De Lizardo a 21.03.2016 às 14:23

Insistir que os erros do passado são a cura para os erros do presente, é um erro muito maior. Até supera a ideia de "erro", é mesmo burrice!

De Dia de comédia a 21.03.2016 às 14:54

Quem precisa de cura é você, o clube está muito melhor a todos os níveis, a léguas do que esteve nos últimos 14 anos, e você vem falar em curas de erros do presente?
Se há erros, é claro que há, como os há em todo o lado, agora as virtudes são incomparavelmente maiores e isso é que conta.
A tempestade dos corredores de Alvalade não enche um copos de água, não passam de meia dúzia de ressabiados que se limitam a escrever em blogs a publicar panfletos ou a organizarem jantares, continuam a auto proclamarem-se de ilustres e ainda não perceberam que estão finalmente reduzidos à sua real insignificância, muitos deles nem ao estádio vão como verdadeiros cobardes que são.
Trate-se homem, olhe, em vez de escrever parvoíces vá a Alvalade e ver 46.000 pessoas a apoiar a equipa num jogo contra o Arouca, é capaz de ser um bom remédio para si.

De comentador desportivo a 26.03.2016 às 05:21

"muito melhor a todos os níveis"

És um Vasco, ou um parasita que lá está a rapar o tacho!?
Já que falas em vigaristas, estás-te a referir a quem? Ao vigarista mór? Aquele que apesar da lavandaria montada por ele, e que lava mais branco, não consegue dar conta de tanta porcaria!?
A mama está -se a acabar!

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D