Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Marcha soldado!

por Trinco, em 11.12.15

Marcha-Soldado-Galinha_pintadinha_DVD!.jpg

 

Não vi o jogo! O trabalho e as obrigações apertam e só o resumo sobrou para perceber o que foi o jogo. Parece que se voltou a dar meia parte de adianto e só quando a coisa estava no limite se tirou a vontade e a arte da cartola e em 15 minutos de intensidade e brilhantismo se resolveram as coisas. E chegou! É uma estratégia...Ainda bem que tem corrido bem.

 

Mas, o Sporting ganha, vira um jogo brilhantemente, consegue um apuramento que já se via difícil e o que fazem as legiões de discípulos? Atirar com os "toma!", os "fiquem com o Marco Silva", os "Doyen a quem doer", e outras infantis boçalidades ao nivel dum qualquer recreio de uma escola básica, aos que eles próprios apelidam de "pessoal do bola ao poste" (devem ter aprendido com os situacionistas dos últimos tempos do projecto que baptizavam os contestatários como o "pessoal do malhão"). Classe! 4ª classe.

 

Sem sequer se aperceberem que estes estarão tão (ou mais pois não entram por esse amargor) felizes como eles...

 

Cresçam! Contrariamente ao que constatei nos últimos tempos de Godinho, com alguns que agora fazem este papelinho, não conheço um desalinhado que seja, que deseje ou torça porque o Sporting perca no que quer que seja. Não conheço nenhum que não queira ser campeão. Em tudo! Em todos os escalões de todas as modalidades!

 

Tentem ser inteligentes e separem a critica e a discordância do amor pelo Clube. Não pretendam unanimismos idiotas em apoios a poderes absolutos. Não tentem impor ovinos silêncios cúmplices. Não repitam à exaustão as frases "briefadas". Não tomem as personalidades pelo Clube.

 

Sejam felizes! Festejem os golos, as vitórias e as conquistas! Em ultima análise, pela vossa perspectiva, será essa a vossa validação definitiva. É que festejar na provocação é algo tão primário que vos retira muita dessa coloração de "gente moderna" que gostam de fazer passar.

 

E já agora, não permaneçam no passado! Não usem esse mesmo passado como miserável bitola. E percebam também que, quem está agora desalinhado, na sua generalidade, já o estava nesse passado, sendo que a maior parte dos que eram alinhados, continuam da mesma forma. É um modo de vida. É sempre mais fácil estar do lado dos mais fortes e da maioria. Há mais a ganhar! E alguns até estão nos Órgãos Sociais ou em colaboração estreita.

 

O Sporting não é assim! Nunca foi! O Sporting é pluralidade e respeito, por maiores discordâncias que subsistam.

 

Até podem (e estão a fazer um bom trabalho) conseguir torná-lo em algo monolítico e de pensamento único, mas até isso ser definitivo, tentem ser mais adultos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17


5 comentários

De Profeta a 11.12.2015 às 12:03

Amén

De LionClaw a 11.12.2015 às 21:43

Falta aí um "Vivó Rui Barreiro!"

De Trinco a 12.12.2015 às 08:12

No texto, certamente que não! Mas se sente tanta falta acaba de o dar na sua resposta. Não será à falta desse viva que viverá infeliz.

De comentador desportivo a 12.12.2015 às 07:59

O jogo, foi um grande jogo.
Fez lembar aqueles jogos em Itália do princípio deste século, em que os jogos eram jogados a um ritmo altíssimo.
Foi um jogo muito jogado a meio campo, com muita recuperação de bola de parte a parte.
Eles tiveram um maior ascendente e tiveram mais perto da nossa baliza, com algumas boas situações.
Têm jogadores de qualidade, que em pressão conseguiam sair a jogar, e os nossos jogadores perdiam mais vezes a bola em pressão.
Conseguimos depois com alguma sorte e com uma atitude de continuar a acreditar e luta, dar a volta ao resultado.
Grande jogo, contra uma boa equipa.

Em relação aos hipócritas assalariados, já sabemos que esta gente anda sempre a tentar arregimentar as tropas, pois têm receio de perder o tacho.
Por isso tentam manter o rebanho alinhado de todas as formas, não vão eles perceber que foram e são instrumentalizados.

De Trinco a 12.12.2015 às 08:16

O jogo, assumidamente, não o consegui ver. É que isto de ter que trabalhar às vezes tem destas coisas...
Por isso mesmo a análise ao jogo não era o foco. Vou retirando mais dados a cada opinião que leio.
O foco do post era mesmo a incompreensível e infantil incapacidade de muitos de festejarem as vitórias do Clube sem venha ao de cima as inseguranças e o amargor da provocação...parva (e fiquemos por este brando adjectivo)

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D