Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Largos dias têm 3 anos

por Lizardo, em 22.01.16

bruno-de-carvalho-entrevista.png

 

 

Antigos Presidentes
Antigos Dirigentes
Auditorias
Processos a Sócios
Processos a Atletas e Ex-Atletas
Processos a Ex-Funcionários
Despedimentos
Redes Sociais
Comunicados
Dier
Bruma
Illori
Abel
Equipa B
Obras na Academia
Operação Pavilhão
Inácio
Virgílio
Empresas de Comunicação
Young Network
Oxé Menina
Nelson Almeida
ProEleven
Casa do Marquês
José Eduardo
Marco Silva
Jorge Jesus
Shickabala
Teo
Gauld
Carrillo
Mr. Burns
Sporting TV
Dolbeth
Leaks
Caala
Sobrinho
Ricciardi
Holdimo
Banca
Empréstimos
Hipotécas
VMOC´s
Vmoquistas de Fato de Treino
Nalgas
Vespas
Linhas
NOS
Maurício do Vale
Pedro Marques Lopes
Pontapés no rabo
Cartazes
Rui Barreiro
Vicente Moura
Ciclismo
Hóquei
Andebol
Atletismo
Jornal Sporting
Arko
Galp
Somague
JJ Tomé
Quinta do Patino

Preencham vocês também!  A lista é interminável! E nem 3 anos se passaram. 

SL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:47


6 comentários

De Anónimo a 22.01.2016 às 13:30

É de facto muito trabalho, e tudo isso em apenas 3 anos.
Grande presidente, grande Sporting, finalmente no lugar que é nosso por direito.

De comentador desportivo a 22.01.2016 às 15:35

-Doyen
-Fundos
-140 milhões em fundos que nunca entraram
-Contratações "cirúrgicas"
-Cerca de 50 contratações, cerca de 45 sem qualidade para um clube desta grandeza
-empresários não prestam
-empresários são bons (a gente entende €€)
-Dias da Cunha
-Soares Franco
-Luís Godinho Lopes
-Projecto Roquete
-Sporting só agora é conhecido internacionalmente
-Rojo
-Jefferson
-Jogadores chamam-no aldrabão
-Treinador é um infiltrado
-400 páginas de processo disciplinar
-árbitros
-pressão nojenta para ser benefeciado
-várias empresas de comunicação
-campanha eleitoral constante
-assembleias transformam-se em comícios
-construções de narrativas, visando a reeleição
-hipocrisia gigante, por exemplo não admite crítica, propondo a expulsão de quem o crítica, quando ele durante dois promoveu de forma constante a desestabilização
-falta de valores éticos e morais
-ganhar a qualquer custo
-ausência das assembleias da liga, por covardia
-invenções de guerras constantes para manipular os adeptos, e desviar o foco da incompetência gritante, e aldrabices financeiras
-constante manipulação das contas
-jogadores vendidos em saldo e ao desbarato
-academia a baixar enormemente de qualidade
-mentira sobre a reestruturação financeira
-selecções jovens com menos jogadores do clube
-record
-ameaças a ex dirigentes
-Luís Duque
-ameaças nas reuniões da sad
-badocha
-Tolinho das aldrabices
-mitómano
-vauchers
-perda dos processos em tribunal
-dividas a fornecedores
-cláusulas de 60 milhões por jogadores que depois se tentam livrar a todo custo, e ninguém dá nada por eles
-contratos de longa duração para jogadores que não têm qualidade
-quando chamado a depor contradiz-se e nega o que disse


E muito mais. A maioria mentiras, aldrabices, estórias da carochinha, sobretudo não assuntos, coisas que não têm ponta por onde se pegue, inventadas por empresas de comunicação que nada percebem de desporto.

De comentador desportivo a 22.01.2016 às 16:10

Acho que nem adeptos de outros clubes eram capaz de dizer o que este aldrabão disse.
Dizer que o Sporting só agora é conhecido internacionalmente,quando é o segundo clube com mais títulos a nível mundial, merecia a convocação de uma assembleia para destituir esta gente que de sportinguista nada têm.

De Leão Zargo a 22.01.2016 às 17:10

Lizardo,
não te rias, está no programa eleitoral "Sporting no Coração" de 2013:

“O treinador será mais uma peça de uma máquina que tem que funcionar em pleno, uma peça importante evidentemente, mas nunca um ser genial e providencial a quem se pede que resolva todos os problemas da equipa e, por vezes, até do próprio Clube.

Com a reativação da equipa B, o plantel deverá ser menos numeroso - 20 jogadores. Um plantel mais reduzido é mais barato, mais fácil de gerir e com uma competitividade interna acrescida. Não há nenhuma equipa que seja competitiva contra os seus adversários, se não viver um clima de competitividade interna permanente.

Utilizando as mesmas metodologias, práticas, organização e sistemas de jogo que a equipa sénior profissional, os jovens que integram a equipa B estarão aptos a integrar a equipa principal, seja em caso de necessidade, seja por mérito próprio, fruto do desempenho pessoal.

Quanto menor for o número de jogadores a entrar de novo no plantel, maior será a facilidade de manter rotinas e entendimentos, que consumiram tempo e esforço a conseguir e que são verdadeiramente importantes numa equipa.

Ao contrário do que tem sido prática recente, o recurso a jovens criados na formação do Sporting deverá ser uma realidade, à semelhança daquilo que sempre foi tradicional no clube.”

Ou, ainda:

“Uma Mesa de Assembleia Geral isenta, que saiba ouvir, dialogar e respeitar todos os Associados.

42. A voz aos Sócios. Dar espaço à opinião de todos os Sócios, nas diferentes plataformas de comunicação do Sporting Clube de Portugal independentemente das suas opiniões serem ou não coincidentes com as da Direção, havendo o direito ao contraditório. Definição e concretização de uma política de comunicação dos Sócios para com o Clube e do Clube para com os Sócios, que agilize, facilite e encoraje uma cada vez mais necessária e maior participação na vida desportiva, económica e associativa do Clube.”

Não ponho mais, senão alguém ainda diz que me mudei para a malta do copy paste. É verdade que só os burros é que não mudam, mas…

De comentador desportivo a 22.01.2016 às 18:57

Caro Leão Zargo

Depois de se ler o que o Leão Zargo escreveu, constata-se facilmente que o que foi dito em campanha não passavam de mentiras, ou de ignorância.

"É verdade que só os burros é que não mudam"

Aqui a situação é diferente, demonstrou que não sabia o que dizia, que não tinha conhecimentos para se candidatar ao cargo, e também mentiu deliberadamente.
Não se trata de uma pessoa de bem que se equivocou numa situação, e quando se apercebe tenta mudar, trata-se de tentar enganar deliberadamente os adeptos, para provocar e ganhar eleições.
Trata-se de um indivíduo sem noção, para ser simpático, do que era a realidade do desporto, proferindo afirmações sem nexo, e que só tiveram acolhimento em adeptos com pouco conhecimento do que é o desporto.
Desde que se deu a conhecer, que se percebeu ao que vinha, em busca de mediatismo, protagonismo, e o principal, encher os bolsos.
Se não houvesse dinheiro, ele não estava onde está.
Por isso disse e digo , para evitar que o clube fique á mercê destes indivíduos, os estatutos deveriam ser alterados.



De Leão Zargo a 22.01.2016 às 19:46

Caro comentador desportivo
Concordo quando refere o desconhecimento de Carvalho da realidade desportiva nas suas várias dimensões. Por isso, quando se lê o programa eleitoral de 2013 constatamos essa ignorância. Agora recorre a diversos meios para disfarçar o que então afirmou.
Estamos sempre sujeitos a que oportunistas com língua fácil conquistem o poder e, mais ainda, quando se verificam situações de má gestão conjugadas com épocas desportivas deprimentes. Aí há o risco que um vendedor da banha da cobra convença os sportinguistas desesperados que ele constitui o Messias que vai resgatar o Clube dos males e humilhações do passado.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D