Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hora da Banalidade

por Lizardo, em 20.11.15

banalidade01.jpg

 

Ontem o Presidente apresentou-se uma vez mais a sócios e adeptos, na já célebre Hora do Presidente na Sporting Tv.

Na minha opinião acho que o programa é uma grande ideia. E acho que deve continuar. Mas também acho que a hora que se perde a ouvir o Presidente deveria ser uma hora com conteúdo e pleno de novidades.

Nem meia hora tinha passado e passava pela minha cabeça que nem a Sporting TV merece um diretor como o Nuno Graça Dias, pois são totalmente evitáveis expressões como “Cada um tem o Rui Gomes da Silva que merece”, nem nós merecemos o Presidente que temos, pois apresentou-se, uma vez mais, quando tocou na tecla Rui Barreiro, um membro de Órgão Social, eleito democraticamente e eleito pela Lista de Bruno de Carvalho para o Conselho Leonino.

Uma hora a ouvir o que todos já sabemos, e uma hora a falar muito pouco da realidade do Sporting.

Falou-se dos Vouchers do Benfica novamente;
Falou-se do número de adeptos em Portugal e espalhados pelo mundo dos três grandes novamente;
Falou-se da grande capacidade gestora e sublime inteligência que tem novamente;
Falou-se em pequenos apontamentos e repetiu-se o que todos já sabemos sobre o fenómeno do futebol chinês.
E não se falou de mais nada.

E tanto que há para falar.

Há tanto para explicar sobre os documentos que vão surgindo no Football Leaks, nomeadamente penhoras, comissões de jogadores, jogadores contratados.

Há tanto para explicar sobre a real forma de investimento na China, explicar realmente o fenómeno, e não omitir as dificuldades que há décadas aquele continente não consegue criar para que o futebol se imponha na cultura daquela gente.

Há tanto para explicar sobre o caso Carrillo.

Há tanto para explicar sobre o nosso patrocinador, que até pode ser chinês também.

Há tanto para explicar sobre a situação das modalidades, em especial do Hóquei que esta época tem estado uns furos abaixo da normalidade.

Há tanto para explicar sobre a renovação de contrato com o nosso Treinador do Futsal.

E se falou tanto de Rui Barreiro, deveria ter falado mais sobre o que tem acontecido e como se tem debatido no Conselho Leonino.


E assim vamos andando, uma hora a preparar os adeptos para uma possível venda, quem sabe, Adrien para o Mónaco;

Uma hora a preparar os adeptos para que uma possível derrota sábado não seja o fim do mundo, e realmente não é.

Uma hora de pré-campanha, como sempre, apesar de ter afirmado que não pensa nas eleições, e até acredito, mas devem ser as Presidenciais para a Republica Portuguesa.

A Hora do Presidente poderia e deveria ser um espaço gratificante e recompensador para os Sócios e Adeptos, que ouviriam em primeira mão certas e determinadas notícias. Exatamente o oposto.

Assim vamos continuando, com a Hora da Banalidade. Para o mês que vem há mais, se pelo meio não acontecer nada de extraordinário que o obrigue o Presidente a antecipar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:32


2 comentários

De comentador desportivo a 23.11.2015 às 08:43

Produções fictícias, quem deve escrever o que ele diz, deve ser o indivíduo das produções fictícias,
São uma espécie de monólogos humorísticos.

De Anónimo a 29.11.2015 às 22:34

Post ignorante. Devem ainda estar ressabiados da etiquetagem croquette. By-by e adeus.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D