Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

1325997140520_8035717.jpg

 

Falar a uma só voz! Foi uma das bandeiras de campanha do Presidente Bruno de Carvalho. E infelizmente, tem sido uma realidade. As “caixas de ressonância” têm-se multiplicado, todas bem briefadas e mandatadas, com uma agenda bem preparada, sempre no sentido de provocar ou promover guerras e guerrinhas que em nada têm dignificado a Instituição Sporting.

De José Eduardo, que agora tem também poiso como comentador, depois do deplorável show durante o processo Marco Silva, onde um qualquer “puto lourinho” entrou em contato com as redações de jornais e tv´s para o irem receber ao aeroporto.


De Dolbeth que tem um estilo bélico, frontal, que muito nos agrada mas que não sabe nem compreende que por vezes é fundamental dar um passo à retaguarda para lograr dar dois avante.

De Barroso que agora abandonou o Programa da TVI e que vai continuar a debitar as opiniões emitidas nos jornais.

De Inácio, ex-tudo no Sporting e ainda qualquer coisa na estrutura, mas que não entra nas contas.

Enfim, há um sem fim de gente que debita insinuações, desvia atenções, e tentam defender o Sporting. 

Salva-se Rogério Alves, formado e educado, sabe estar, sabe de forma criteriosa formar um raciocínio lógico para chegar a uma conclusão. Algo que é difícil acontecer na maioria dos programas de debate desportivo: começar uma conversa e chegar a uma conclusão. Tudo se começa, nada se acaba. As pontas soltas são o estado comum onde vivemos hoje.

Posto isto, acredito que ninguém se reveja na maioria dos comentadores desportivos que temos, nem tenho necessidade de referir Oliveira e Costa, que como todos sabemos, continua a ter tempo de antena por alguns interesses associados à sua área de atuação. De futebol sabe muito pouco, ou nada, um comentador que nem o plantel conhece, deixa muito a desejar.

Assim, é evidente que terá que ser Bruno de Carvalho o Ser Omnipotente e Omnipresente em todos os programas futuramente. Terá que passar pela sua capacidade agregadora e solucionadora de problemas, em todas as pastas do Clube e da SAD, a melhor forma de esclarecer e responder aos ataques que o Sporting tem sido vitima ultimamente.

Pena que nos canais do Clube, nada se passa, nada acontece. A Hora do Presidente, programa miserável, que não podemos esquecer o triste episódio onde foram convidados os três jornalistas dos desportivos para serem atacados em direto, nunca mais aconteceu. Talvez a plateia escolhida não tenha tanto tempo para programas noturnos, pois vistas as suas idades, o Vitinho já os mandou para a caminha faz muitas horas.

Se o Sporting quer mesmo “credibilizar” o futebol, como tantas vezes é dito pelo Presidente Bruno Carvalho, que se escuse a apoiar e a briefar os nossos comentadores. Que convide ao abandono destes programas. Pois ali não se defende a credibilidade, muito pelo contrário. E se continuamos a alimentar estes meios, entra em cena a velha máxima “diz-me com quem andas dir-te-ei quem és”.

A Bruno de Carvalho, que tantas milhas fez pelo mundo para credibilizar a verdade desportiva, que foi a África, que foi à Europa, que falou com Platini e Blatter, que deu entrevistas à BBC e que foi alvo de comentários por tantos jornalistas europeus pela sua cruzada, não deve nem pode continuar a alimentar este ruído sónico em redor do nosso futebol, nem deve, em vésperas de um Derbi, alimentar a violência, incendiar os adeptos e os dirigentes, sabendo à priori que não vai marcar presença no Estádio da Luz.

 

O Presidente sem medo, anda borrado. Não acredito que seja na Luz que o vão deixar cair. Nem acredito que caia tão cedo. Estamos em primeiro lugar no campeonato, a SAD tem resultados positivos, as modalidades respiram vitalidade, não se compreende este ataque. E só o compreendo se tudo o que acontece for reflexo do falso rico, que veste Armani e calça Miguel Vieira, mas veste boxer e meia do mercado, e come Pão de Forma para disfarçar a angustia da fome.



É nestes tempos que se tomam posições fraturantes. É nestes tempos que se atua. Não basta atacar o Record em comentários no Facebook e depois servir-se deste mesmo meio de comunicação como mensageiro do Clube em matérias tão importantes como o Governo Sombra ou contra-informação sobre o caso Carrillo ou o Marco Silva.

Realmente, há assuntos que merecem um murro na mesa. Não basta ladrar, é preciso morder!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D