Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Facebook

por Trinco, em 10.01.17

revolution.png

O facebook é uma rede social lançada em 4 de Fevereiro de 2004, fundado por Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes com mais de 1 bilião de utilizadores activos, sendo por isso a maior rede social em todo o mundo.

 

O facebook é uma ferramenta poderosa de comunicação. Pode aproximar pessoas, criar movimentos, marcar tendências. Mas, como em todas as coisas em que o ser humano mete as mãos e os comportamentos, facilmente resvala para a mediocridade, para a vaidade, para a intriga, para a proliferação de boataria (o pós-verdade sobre a qual escrevi há dias), para o uso de alter-egos e usurpação de identidades e para o insulto ou incitamento ao ódio desresponsabilizado por uma falsa sensação de impunidade alicerçada num afastamento ficticio que se julga equivalente a um anonimato.

 

É exemplo desse uso, evidente e sintomático, o que se passa na página de candidatura de Madeira Rodrigues. Como aliás acontece recorrentemente, mas com maior incidência nos último 4 anos, com outras pessoas que assumam a sua discordância, desviando-se do padrão que a liderança considere consagrado.

 

Mas no Clube faz-se mais. Usa-se demais!

 

No Clube, utiliza-se o facebook para fazer politiquice. Para fazer propaganda e demagogia. Para identificar alvos e fichá-los. Utiliza-se o facebook para apresentar candidaturas e listas, considerando-o a realidade total. Considera-se que será no facebook que se travam as batalhas para a moralização do desporto em geral. É no facebook que o Clube apresenta medidas. Cede-se, para lhes agradar, aos movimentos e discursos inquisitórios para depois ter que engrenar a marcha atrás e conter estragos provocados por essa deriva populista. No Clube, julga-se o facebook como a única manifestação de vida real.

 

Pois bem, o facebook faz efectivamente parte da vida do Clube. Mas não só. Não é tudo. E quem julgue que esta se resume a isso, além de enganado, poderá muito bem vir a ser surpreendido

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:24


1 comentário

De comentador desportivo a 11.01.2017 às 10:11

Isto acontece á cinco anos, não há espanto nenhum.

Como já o disse mais vezes este é o modus operandis da seita, a tentativa de ofensa, a ameaça, a tentativa de intimidação, a mentira, a suspeição, etc.

O que me causou espanto, foi alguns blogs,não o caso deste, que se dizem antiseita, que quando começaram a ser invadidos pela máquina de propaganda, começaram a censurar comentários, quando as pessoas denunciavam as trafulhices, as incoerências, as mentiras da seita.
A linguagem dos Sportinguistas que denunciavam essas situações, era uma linguagem que nada tinha a haver com a linguagem dessa trupe.
A maioria dos Sportinguistas abandonaram blog, pois além de "perseguidos" não compactuavam com tamanha hipocrisia.

E por falar em mentiras, mais uma vez o mitomano mentiu, na tentativa de enganar os adeptos, foram anunciados cerca de 40 mil adeptos quando se calhar nem estava meia "casa".
Depois anda a máquina de propaganda a espalhar pela imprensa e pelas "redes sociais" recordes de assistência, de sócios, disto e daquilo.
O que esta gente diz vale zero, "tudo" o que fazem tem um objetivo, continuarem a encher os bolsos á custa do clube.
É isto que eu e outros Sportinguistas como os redactores deste blog, andamos a denunciar á vários anos, um indivíduo aldrabão, sem credibilidade,manipulador, que está no clube para encher os bolsos, e que faz tudo para continuar com as mãos no tacho.

Entretanto a auditoria foi chutada para canto, por aqueles que através da propaganda manipulativa se advogam "paladinos" da transparência, e da verdade desportiva, será por o passivo com este vigaro ter chegado quase aos 700 M!?

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D