Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E se?...

por Trinco, em 07.05.15

ng62EE61A5-5499-41E7-8F0A-E806FC7A32D9.jpg

 

O post anterior fez-me começar a elaborar numa coisa que não gosto nem costumo fazer. Cenários alternativos do passado.

Costumo fazê-los, até por obrigação profissional, em perspectivas e projecções futuras. No passado, de tão condicionado, confesso que não me costumo matar a pensar nos "E se?...". Até porque de nada servem.

Considero-os demasiado propensos a distorções e a condicionantes que nunca poderíamos prever caso tivesse havido essa diferença que no presente ponderamos.

Prefiro dados concretos, evidencias e factos comprováveis como os do anterior post.

Ainda assim, fico a pensar o que seriamos hoje, caso a declarada aposta na formação tivesse sido efectivamente passada à prática, mais a mais num contexto especial de reestruturação, onde este pressuposto seria facilmente suportado pela maioria dos Sportinguistas?

E se em vez do Welder (0 minutos) tivéssemos logo apostado no Esgaio, jogador que é hoje visto como uma forte e crescentemente credível alternativa para o plantel, até pela sua polivalência?

E se em vez do Piris (523 minutos) se tivesse apostado em Mica Pinto, jogador mediano mas certinho?

E se em vez do Vitor Silva (326 minutos), contratação que até considerei interessante, tivéssemos apostado em Wallyson, tido hoje como uma enorme promessa?

E se em vez do Shikabala (13 minutos) ou posteriormente em Heldon (397 minutos) se tivesse apostado logo em Iuri actualmente em grande nível no seu clube de empréstimo?

E se em vez do Gérson Magrão (327 minutos) se tivesse apostado em Chaby?

E se em vez do Salim Cissé (0 minutos) se tivesse apostado em Rubio ou Betinho?

E se este ano, Slavchev (0 minutos) fosse evidentemente desnecessário por já lá termos o Wallison?

E se em vez do Rosell (392 minutos) se tivesse apostado Palhinha, apontado hoje como sucessor de William?

E se o Geraldes (0 minutos) fosse evidentemente desnecessário por já lá termos o Esgaio?

E se em vez do Sarr (720 minutos) as posições não se tivessem extremado e tivéssemos conseguido manter o Dier?

E se o Rabia (0 minutos), pelo descrito acima se tornasse evidentemente desnecessário.

E se a equipa B cumprisse o seu objectivo declarado de servir a A, possibilitando a esta um plantel mais curto e compacto, quase numa sua extensão, aumentando significativamente os índices de competitividade e motivação.

Não digo que todas as alternativas sejam bons jogadores, Ou sequer jogadores para o Sporting. Mas considerando o histórico seriam assim opções tão absurdas em relação às alternativas encontradas?

Será que para o que fizeram e/ou jogaram, esses contratados, estes jogadores fariam pior?

Será que uma aposta deste tipo teria dado resultados tão significativamente diferentes?

Será que com o que se poupasse em passes, percentagem de passes, prémios de assinatura e ordenados não seria suficiente para um reforço mais evidente e consistente da equipa?

Será que esta via não seria mais sustentável?

Será que neste contexto, estes jogadores não teriam evoluído muito mais e tornado-se muito mais valiosos, desportiva e economicamente, aumentando o seu rácio custo-beneficio?

E se, no mesmo contexto, fosse possível ter agrupado uma geração identificada com o clube, com margem de evolução e que mais facilmente absorvesse os novos jogadores?

E se, no mesmo contexto, a formação do Clube, voltasse a ser vista, em virtude da efectivação das apostas, como 1ª opção na escolha de novos talentos, reforçando o seu apelo que durante algum tempo levou jovens talentos a assumir a sua preferência pelo Clube, mesmo que em circunstancias menos vantajosas?

E se?...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:15



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D