Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E agora?

por Trinco, em 27.08.15

Rui+Patricio+Naldo+CSKA+Moscow+v+Sporting+dOBGXtd7

 

Sim, é um facto que o Sporting foi fortemente prejudicado pela arbitragem em ambos os jogos deste Play-Off de acesso à Champions. Em ambos, as equipas de arbitragem tiveram influencia directa, com decisões e omissões demasiado estranhas, cuja justificação de incompetência fica demasiado aquém. E fica aquém porque caíram quase sempre para o mesmo lado, custando algumas muito a entender de tão visivelmente escandalosas que são.

Também é um facto, que no balancete das arbitragens dos últimos jogos do Clube na Europa, temos muito a haver. Como é verdade que estes erros alheios contribuem para as eliminações desportivas e financeiras.

Mas há erros próprios. Por mais que queiramos justificar tudo com 3ºs, há erros próprio. E erros inaceitáveis.

Não foram os árbitros que obrigaram a equipa a jogar apenas meias partes por jogo. Não foram os árbitros que obrigaram a mudar o sistema para um jogo. Não foram os árbitros obrigaram a repetir os mesmíssimos erros em todos os golos do adversário. Não foram os árbitros que obrigaram a inércia de mexer na equipa. Não foram os árbitros que obrigaram alguns jogadores a perderem todo o gás ainda a 1º parte ia a meio. Não foram os árbitros que obrigaram a jogar com 3 médios, sem qualquer alternativa no banco. Não foram os árbitros que formaram o plantel. Não foram os árbitros...

E agora? Agora há que encarar a realidade. Perceber que a aposta estava feita, mas que ela, desportivamente, não se resumia à Champions. Perceber que há que dar e ter condições para que essas apostas, tornadas em objectivos assumidos possam ser alvos de luta efectiva na sua conquista e não apenas uma encenação. Perceber que apesar de menor, poder-se-á jogar muito da nossa relevância desportiva europeia no imediato, na Liga Europa.

Mas também perceber que não é com movimentos de boicote, assobios aos hinos, e outras acções e manifestações inúteis que se muda o que quer que seja. Como não é com declarações de um qualquer poder conquistado na UEFA e na FIFA em virtude de uma reunião que o mesmo poder se torna real. E perceber acima de tudo que não é nagativizando recorrentemente o próprio negócio que sa faz com que ele cresça e gere mais riqueza.

Da nossa parte, da parte dos adeptos, era responsável evitarmos as bipolaridades e percebermos que nem tínhamos tanto como fanfarronamente queríamos fazer crer a toda a gente, nem temos tão pouco como depressivamente agora queremos acreditar.

Muito do futuro desta época se jogará nos próximos dias. Muito da grandeza e estatuto do Clube se decidirá agora!

P.S. Wishfull thinking irracional que de vez em quando também tenho direito: Tenho ideia que as épocas de Jorge Jesus que começam mal, costumam acabar bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39


12 comentários

De Luís a 27.08.2015 às 10:33

Tens razão, se esquecermos a época do Roberto no SLB que começou mal e acabou pior.

De qualquer modo, quando se contrata um JJ não é por se pensar que com ele se vai ter grande performance na LC, visto que o seu histórico nesta competição é a roçar o patético.

O problema é que aqueles que apontavam estas falhas, agora acreditam que ele é o melhor do mundo.

Trata-se de um grande treinador, o melhor em Portugal, mas também comete erros e dos grandes.

De Trinco a 27.08.2015 às 10:42

Seguramente as épocas do carnida são coisa que não sigo com particular atenção. Era apenas a sensação que tinha.
O acesso à fase de grupos da LC não era uma grande performance...era o mínimo exigível para os objectivos assumidos.
Tem falhas, sempre teve. Antes gostávamos de lhe apontar todas. Das gramaticais, às comportamentais, às técnicas e ás tácticas. Agora, há muitos que transformam as 1as em comic reliefs do quotidiano achando-as "queridas" e se recusam a perceber as 2as. Algumas das quais que apontavam ao treinador anterior, com uma feroz violência.
Por mim, a mesma leitura. É bom, melhor que o anterior (até pela experiência) mas não é perfeito e precisa provar nos resultados (que até agora pouco diferem) e pelo futebol praticado (que não é consistentemente melhor)

De João warrior a 27.08.2015 às 13:10

Assim sim, concordo, isto é critica construtiva mesmo vindo de quem não é Sporting.
Concordo com sua analise.

De Trinco a 27.08.2015 às 13:15

Tem 50% de razão! Tenho um cartão preto e prata, com um numero de sócio pouco acima da casa da dezena de milhar, um emblema de 25 anos em casa e muita presença em AG que me levam a crer que sou Sportinguista...

De Nuno a 27.08.2015 às 15:19

Wishfull thinking irracional??? Completamente desnecessário...mas pronto...é só inteligentes

De Trinco a 27.08.2015 às 15:24

Dói alguma coisa? Ou não percebe inglês! Sim, Wishfull thinking como em pensamento esperançoso (não fica tão bem mas pronto, pode ser que assim se entenda). E irracional pois é sustentado numa espécie de superstição. A superstição de que as épocas de JJ que começam mal, pronto, menos bem para não ferir a susceptibilidade eriçada, acabam em finais felizes. E tão irracional que até já outro leitor me fez o favor de lembrar que nem sempre é assim...é o que ligo aos de carnide.

De Miguel Cunha a 27.08.2015 às 16:56

Conquistar a Supertaça não me parece um mau começo...

De Trinco a 27.08.2015 às 17:14

Dificilmente um começo de época, bom ou mau, se define num só jogo. Mesmo que tenha sido uma vitória com direito a taça contra um rival...

De Kitamura a 27.08.2015 às 19:12

Aos poucos vão percebendo que o Jesus sem jogadores de outro nível não faz milagres. O ano passado foi o Jonas que salvou a época, em outros anos foram o Gaitan, o Salvio, o Aimar, o Saviola, o Cardozo, o Di Maria, o Ramires, o Coentrão, etc... Ao Sporting falta jogadores desse nível, Ruiz é medíocre, Aquilani não é por acaso que veio parar à liga portuguesa, e o Teo ou muito me engano ou não fará mais do que encostar algumas bolas. O William está lesionado e o Carrillo é o mais próximo que o Sporting tem de um jogador de alto nível e mesmo assim é um jogador muito irregular. Nem vou entrar na parte defensiva da equipa, pois na minha opinião é a defesa do Sporting que vai hipotecar o título este ano. Talvez no fim da época o Jesus e o Presidente percebam que não há omeletes sem ovos, ou melhor, há ovos mas o Jesus só faz omeletes com ovos de ouro, e assim acabe este casamento que considero infeliz.

De Trinco a 27.08.2015 às 19:36

Acho que as coisas poderão melhorar, ainda que haja um risco evidente e eminente no deve e haver de qualidade entre os que muito possivelmente vão sair e os que possivelmente cobrirão essas saídas ainda por cima potenciada por um sistema muito exigente.
No entanto, a passagem, não só não era milagre, como, mesmo com estes, era obrigação. Que raios, mesmo com os árbitros de ambas as mãos era obrigatório (não diminuindo a influencia nefasta e decisiva que tiveram).
Agora, é esperar até 2ª para se perceber ao certo o que verdadeiramente podemos ser, na consciência porem que as apostas estão muito altas!

De Vasco a 27.08.2015 às 22:58

A sua pergunta é: E agora? Agora vai para a Liga Europa a aguardar pela chegada dos outros dois concorrentes portugueses se lhe derem tempo para isso. Quanto aos escandalosos "erros" dos árbitros é pena que as novas tecnologias não sirvam no futebol, alguém muito poderoso estará interessado nesta máfia!

De Trinco a 28.08.2015 às 09:05

A pergunta era de retórica...Não se tratava exactamente de um questionário. Ainda assim, a resposta coincide com o que está escrito: "E agora? Agora há que encarar a realidade. Perceber que a aposta estava feita, mas que ela, desportivamente, não se resumia à Champions. Perceber que há que dar e ter condições para que essas apostas, tornadas em objectivos assumidos possam ser alvos de luta efectiva na sua conquista e não apenas uma encenação. Perceber que apesar de menor, poder-se-á jogar muito da nossa relevância desportiva europeia no imediato, na Liga Europa."
Sobre a tecnologia, completamente de acordo com a sua introdução, mesmo sem qualificativos a outros...

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D