Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conversões

por Trinco, em 09.01.16

1TVWBOrB.png

 

Caiu ontem como uma (mais uma) bomba, a possibilidade de os bancos, nomeadamente um banco, não aceitar o prolongamento proposto para a conversão dos VMOC's que venciam a 17 de Janeiro próximo para Janeiros de 2026 e com isso, exercendo o seu direito, assumir desde já uma posição na SAD que implicava a perda da maioria por parte do Clube.

 

Os meios do regime apressaram-se a convidar uns quantos rapazes bem constituídos para aparecerem nas duas reuniões (demonstrando uma preocupante falta de confiança nas suas propostas) e a fazer os seus escribas desdobrarem-se em tentativas (desviar seria melhor expressão) de desmontar a coisa. Até ao leaks recorreram.

 

E na realidade fizeram-no sem perceber que esse recurso só provava a razão destes vmoquistas (mais uma bela expressão introduzida no léxico leonino). É que o que foi apontado como prova do acordo suficiente para a aceitação deste prolongamento, mais não é que a prova que é a SAD que está a faltar ao mesmo acordo. O acordo previa a emissão de novas VMOC´s que absorvessem as actuais e não o prolongamento dos prazos das mesmas. E as novas VMOCS seriam necessariamente mais favoráveis aos vmoquistas que este prolongamento. Até porque na proposta se prevê um condicionamento do pagamento de juros aos resultados distribuíveis pela Sporting SAD. Ou seja a SAD tentou alterar, mais ou menos unilateralmente, os termos do acordo da reestruturação. Se era bom para a SAD? Sim, era. Desafortunadamente estas coisas têm sempre duas partes.

 

Expectavelmente a AG da SAD aprovou por unanimidade e emitiu comunicado a dar conta disso mesmo, fazendo passar para os media o acordo com os bancos.

 

Mas há uma assustadora diferença entre a percepção e a realidade. Na realidade há algo de muito preocupante no comunicado, para quem lê mais que os títulos das noticias. Na realidade, até 17 de Janeiro o Clube corre risco efectivo de perder a maioria da SAD. É explicito que o aprovado ontem não é uma decisão final dos vmoquistas, sendo que todos poderão optar por converter os valores até essa data. Ou pior, podendo exerce-la anualmente na data de vencimento de juros. Ou seja, se estávamos nas mãos da banca, nas mãos da banca continuamos.

 

Mais preocupante é a maneira como se atinge este momento, que se sabia estar calendarizado e que se tinha previsto solução em sede de acordo de reestruturação, quando se afirmou sempre como primordial a maioria da SAD. A SAD está em risco até à próxima semana e depois a cada 365 dias.

 

Obviamente, tenho confiança que tudo se resolverá. Os vmoquistas não querem capital da SAD para nada. Querem dinheiro. O cash que tantas vezes o sr. Carvalho refere. O cash que terá entrado no negócio da NOS, o cash que não iria para os bancos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D