Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Comissões (a Saraivada)

por Trinco, em 07.09.16

19889087_5pzCE.jpeg

E ao cair da tarde, pressentido o perigo a cada esquina, eis que surge a saraivada do costume a responder a tudo menos ao que deve (mais, mais lá para a frente).

 

Então começa a Saraivada do dia por dizer que tudo é uma maneira de distrair as pessoas das transformações que alega estarem a acontecer no Futebol Português. Como se algo que diz respeito essencialmente ao Sporting, ao seu funcionamento e à sua paz, não fosse bem mais que apenas uma manobra de distracção. Na mesma linha alega que tudo isto pretende apenas atingir Azevedo de Carvalho, como se não fosse ele o autor moral e factual da dita comissão, que, apesar de alegar "falta de rigor" e "truncagem inaceitável da realidade", nunca desmente verdadeiramente o Jornal, antes confirmando as suas informações, aumentando-as até na sua abrangência.

 

É que o jornal informa que vai haver uma comissão e que esta incluirá os GOA's. O que é confirmado. Como confirma a sua constituição.

 

Mas informa outra coisa, que por não ter confiança total na minha memória não abordei com a profundidade devida. Diz Saraiva que "a sua constituição foi inspirada e adaptada da proposta aprovada pelos Sócios em Assembleia Geral para o acompanhamento dos Tribunais Arbitrais". Ora acontece que o que foi aprovado em Assembleia Geral foi a constitução da "Comissão de acompanhamento dos Tribunais Arbitrais" e não esta comissão ad-hoc, completamente desfasada e sem sustentação nos estatutos.

 

Ou seja, não fazendo parte do procedimento da auditoria aprovado, pois este já foi dado por encerrado, nem parte da "Comissão de Acompanhamento do Tribunal Arbitral" aprovada a 24 de Abril, pois não é disso que se trata, esta comissão tem uma validade reduzida e legalidade discutível. Pior ainda por se propor a fazer um "julgamento" prévio e condicionante do que se venha a apresentar em Assembleia Geral.

 

É que por muitas alterações estatutárias "à la carte" que tenham acontecido em quase todas as AG's deste mandato, a capacidade de criação de comissões deste tipo, por iniciativa presidêncial (e convém lembrar que a hipótese Tribunal Arbitral, de onde esta deriva, é introduzida por José Eduardo Bettencourt), ainda não foi introduzida.

 

Por outro lado, afirma também que a comissão "é constituída por representantes das múltiplas correntes e sensibilidades que compõem o Universo Sporting". O que não pode deixar o mais alheado dos Sportinguistas perplexo. Onde está a sensibilidade dos Cinquentenários? E dos Núcleos? E até das pessoas e órgãos que vão estar em análise? Mas há uma sensibilidade em nome individual que está presente sem que se perceba porquê, que toda a gente mais atenta sabe como pensa e o quão predisposto está para promover um auto de fé.

 

E não julguem que estou contra que se esclareça tudo. Antes pelo contrário e agroa como antes. Mais não seja para resolver o passado e fazer as pazes no presente que perdurem no futuro. Apenas acho que um Clube como o Sporting está obrigado a proceder de maneira justa e equilibrada perante todos os seus.

 

Mas além disso, a Saraivada fala também da reclamação do direito de resposta e audição aos ex-presidentes, o que neste momento só pode ser encarado como um momento cómico. Ou amnésico. É que depois de 3 anos a meter gasolina na fogueira, a proceder judicialmente contra ex-dirigentes na sequencia dos resultados da auditoria sem os ouvir, falar na defesa desse direito é de bradar aos céus.

 

Mas esquece-se o Saraiva, tão solicito a responder a tudo, de o fazer ao noticiado aumento de 33% após o 1º ano dum contrato de 3, ao treinador que falhou o objectivo maior na época transacta. É que não havendo resposta, qualquer um poderá admitir ser verdade. E sendo, em que prateleira se coloca este tipo de gestão. No mesmo em que se coloca o acto de recusar €80M (sim Euros, a afirmação surge num contexto em que se falava em Euros) por um qualquer jogador do plantel, para na janela seguinte conseguir vender dois por "apenas" €40M e €30M. Teremos a prazo uma auditoria? Ou uma comissão de inquirição?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:41


3 comentários

De comentador desportivo a 07.09.2016 às 21:28

Mais um grande post.

Você disse praticamente tudo.

Só tenho de agradecer-lhe.

De Manuel Francos a 09.09.2016 às 01:50

Será que o Bruno (ou o seu criado, saraiva) vai explicar os 3,2 milhões de euros de comissão pagos na transferência do Alan Ruiz?

De comentador desportivo a 09.09.2016 às 10:40

" A BOLA noticia esta sexta-feira que a SAD do Sporting não pagou nem pagará qualquer comissão de intermediação a propósito das transferências de João Mário para o Inter de Milão e de Slimani para o Leicester.

O Sporting teve o defeso mais proveitoso de sempre com as vendas dos passes de João Mário ao Inter de Milão por 40 milhões de euros mais cinco por objetivos e de Islam Slimani ao Leicester por 30 milhões de euros, aos quais também podem acrescer outros cinco milhões igualmente mediante o cumprimento de determinadas metas pelo argelino.

Dos valores recebidos os leões não terão, assim, de descontar os valores das comissões de intermediação - podem atingir os dez por cento."

Eles não pagam comissões.
Esta pseudo notícia não foi encomendada. Agora os jornais já são verdadeiros, não são do benfica.

É mais palha para os vascos se entreterem hoje.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D