Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Candidato

por Trinco, em 28.12.16

image.jpg

 

Apresentou-se ontem mais um candidato. Sim, não é o primeiro. É o segundo. Azevedo de Carvalho declarou-se como tal em Março de 2014 e reafirmou-se como tal em Março de 2015. A 24 e 12 meses do acto eleitoral respectivamente. Mas apresentou-se um candidato. Apenas e só. Não se apresentou, nem teria que se apresentar, uma lista ou um programa. Há 3 meses pela frente e ainda nem a convocatória que marca a data da AGE foi publicada.

 

Madeira Rodrigues, aos 45 anos é sócio de 35, ex-atleta e merecedor de prémio Stromp. Profissionalmente é formado em administração de empresas e recursos humanos pela UTL, tem um MBA pela UNL e a frequência de um programa para o desenvolvimento de liderança em Harvard. Trabalhou na administração central com chefe de gabinete ministerial e no sector provado para pelo menos duas empresas de relevo no tecido económico e empresarial nacional, sendo desde 2005 secretário geral da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa. Função e respectiva remuneração que não teve problemas em abdicar para se envolver a tempo inteiro nesta disputa.

 

Madeira Rodrigues não faz exactamente parte do "star system" político de Alvalade. Não é notável, é quase um desconhecido e isso para mim é significativamente bom.

 

Madeira Rodrigues apresentou-se no mesmo hotel onde foi festejado a ultima vitória num campeonato nacional, bem perto do Estádio José Alvalade, numa declaração com posterior fase de perguntas e respostas.

 

Na declaração, mostrou-se algo nervoso. Demonstrou-se convicto e positivo, mas por vezes titubeante, num discurso com elevação mas porventura pouco preparado para o momento em que iria ser dito, com alguns "soluços" pelo meio. Não posso dizer que me tenha cativado ou entusiasmado pela oralidade do mesmo. Bem sei que é apenas o inicio, mas as primeiras impressões contam muito.

 

Mas como gosto de cavar mais fundo do que a superfície, olhei para o conteúdo pelo conteúdo e não pela sua forma de transmissão e ressaltam ideias que obviamente partilho. Desde identificação da necessidade de mudar o rumo, à necessidade de tornar o Clube um todo inclusivo, à necessidade de repor a reputação social do Clube em patamares de normalidade, à necessidade de retomar o ADN desportivo do Clube, foram várias as ideias que, devendo ter tido mais realce, estiveram claramente lá.

 

Já na fase de perguntas e respostas, esteve melhor, bem melhor, ainda que tenha tido novamente alguns "soluços" pouco recomendáveis como foi o caso da resposta à remuneração. Sim que a resposta sobre as relações com o rival de Lisboa, não me fazem qualquer confusão.

 

Posto isto, bem vindo Madeira Rodrigues, seguirei com atenção o desenvolvimento das ideias e propostas, bem como a formação da lista da candidatura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30


3 comentários

De António Santos a 28.12.2016 às 14:22

Este City Lion não passa de uma lebre lançada para apalpar terreno e a quem alguém de certo já garantiu durante estes 3 meses "o ordenado do qual abdicou e do qual precisa para viver", realmente foi confrangedor assistir ontem a tal papel, a cara sofrível dizia tudo, mas isto na vida cada um presta-se ao que quer... ou ao que pode.

Mas a grande pérola foi:
-“Tenho visto uma nova geração de dirigentes a chegar ao futebol”!!!

Isso... PdC, Viera, Salvador, Carlos Pereira, Rui Alves, João Loureiro...

Tem sido uma "lufada de ar fresco".

Lindo, um MUST!!!

Uma verdadeira oposição, um qualquer candidato digno desse nome, a aparecer, só surgirá mais perto das eleições.
BdC, ainda sem abrir a boca já lhes deu um nó cego, enveredou por um discurso presidencialista e tolerante e deixará que esta e outras lebres que surjam se resumam a colar cartazes e a falar sozinhos durante os próximos 2 meses, depois, quando chegar a altura, lá estará para enfrentar quem realmente apareça para as eleições (se é que vai mesmo aparecer, recordo que em 2013 houve alguém que não entregou a lista a tempo e horas porque... apanhou muito transito... LOLOLOL ).

SL

De comentador desportivo a 29.12.2016 às 08:20

O Sporting não pode ser liderado por crianças, para crianças, por antibenfiquistas.

Não se deve dizer que se avança, depois do Benfica perder.
Já não há noção!?

Porquê a referência a claques e a núcleos!?
As claques que são um antro de podridão!


De comentador desportivo a 29.12.2016 às 08:33

Dizem que é o City Lyon.

Estou de acordo com quase tudo o que escreve, excepto na sua continua referência ao Benfica.




Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D