Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bombeiros e incendiários

por O 6º Violino, em 28.03.17

uid_147fcbd6d9b_640_0.jpg

Já muito foi dito e escrito sobre alguns factos que se passaram no último sábado no Estádio da Luz a propósito do jogo da selecção nacional com a congénere húngara.

Friso desde já que sou completamente contra todo o tipo de ofensa física gratuita. Mas também não lido bem com a ofensa verbal "só porque sim".

De uma coisa estaremos todos de acordo. O ambiente do futebol português nunca esteve tão mau.

E se as coisas entre adeptos sempre foram resolvidas em conversas de café e de trabalho, grave é ver os dirigentes do futebol português a matarem o seu próprio negócio.

De algumas décadas a esta parte assistimos a alianças mais ou menos óbvias entre dois dos três crónicos candidatos ao titulo. Na prática quem vai na frente enfrenta sempre uma aliança "bicéfala" dos dois que vão atrás. Até aqui nada de novo.

Mesmo nos anos dos títulos (poucos) ganhos pelo Sporting, o ambiente nunca atingiu tais proporções. 

Em 2013 Azevedo de Carvalho vence as eleições e assume a ruptura com um passado que se dizia cinzento (em grande parte verdadeiro) e demasiado passivo do Sporting relativamente aos restantes rivais pelo titulo.

Mas nem sempre isto foi verdade. Dias da Cunha e Soares Franco assumiram a ruptura com o sistema vigente e souberam romper com falsas alianças. Não preciso recordar quem denunciou os rostos do "sistema". Nem quero voltar mais atrás e falar de Santana Lopes aquando da história do "Canal Caveira". Até Godinho Lopes (ou Paulo Pereira Cristovão) assumiram um "bater de porta" aquando do celebre "incêndio" da Luz. É preciso ir a Sousa Cintra para falar nos casos de Paulo Sousa e Pacheco?

A história das alianças e cortes de relações é tudo menos novidade. A única novidade é o baixar de nível a que chegámos. Não trazemos os outros dois para cima. Afundamos-nos no que de mais baixo existe no futebol. Interna e externamente.

Vejo de forma incrédula a surpresa da recepção a Marta Soares, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting. E porquê?

Os sócios do Sporting aprovaram, na sua maioria, a continuação de uma actuação belicista por parte de Azevedo de Carvalho.

Os sócios do Sporting não se podem mostrar indignados do efeito "boomerang" dessa actuação.

Os sócios do Sporting que aprovaram este estado de coisas não sabem os nomes dos Presidentes de Assembleia Geral dos outros rivais. Não dá que pensar que este Marta Soares tem demasiado palco e protagonismo, e ao ser caixa de ressonância do presidente se mete a jeito?

Este tipo de protagonismo até parece que dá jeito para disfarçar a pobreza franciscana de uma temporada futebolística desastrosa em que se gastou dinheiro como nunca.

Este protagonismo que faz com que figuras como Azevedo, Saraiva, Pina, os Eduardos, o Dias Ferreira, recentemente o Fernando Mendes, entre outros, sejam portadores de "latas de gasolina" para apagar incêndios? Sim, são todos cor-responsáveis, juntamente com os Guerras, o Gil e os Orelhas cá do burgo. Chafurdam todos na mesma lama que lhes dá de comer. Ninguém é vitima deste estado actual do futebol.

Alguém se preocupa com as familias que vão aos jogos? Acham mesmo que basta tratarem as pessoas como gado às entradas dos estádios para fazerem revistas em que ficam as bolachas à porta e passam os petardos?

É este o futebol preconizado por esta gente? 

O que eu sei é que é este o estado de coisas que lhes dá imenso jeito. Já reparar que a defesa do Sporting tem mais golos sofridos do que os outros dois rivais juntos, "tá quieto".

Mudando de agulha. Em Arouca os adeptos do Sporting vão pagar 25 euros. O presidente vai fugir para Angola nesse dia. Pura coincidência, claro.

Com o Benfica, os sócios do Sporting vão pagar no mínimo 35 euros, os que não têm gameboxe. Como diria o pateta presidente do Setúbal, quem é o "abono de família" de quem?

Nota breve e final para as claques. A da selecção foi criada para ganhar umas massas, como as outras. No fundo são todos amigos e vendem bilhetes entre elas, mesmo nos jogos em que são todos intervenientes. Não foi assim que há pouco tempo entraram cerca de 300 "casuais" do Benfica para a central de Alvalade num Sporting-Benfica?

SL

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:06



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D