Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"B'lanço"

por O 6º Violino, em 25.05.15

scpb.jpg

Terminada a participação da equipa B na segunda liga portuguesa,algumas breves notas sobre a temporada:

Factos: a equipa B não conseguiu vencer metade dos jogos que disputou. Em 46 jogos vencemos 22. A meio da temporada choveram criticas a esta equipa, pela classificação modesta que ocupava, tendo então os defensores do actual "status quo", referido que os resultados não eram importantes, mas sim o desenvolvimento dos jogadores. Parcialmente de acordo. Relembro, para os mais distraídos, que em Dezembro saíram vários jogadores, ora por falta de qualidade, ora por inadaptação ao clima, fuso horário, e outras quaisquer desculpas.

A equipa marcou 66 golos, sofreu 57! Sofrível.

Com a saída desses jogadores, a prata da casa foi chamada a actuar com muito mais regularidade, bem como os regressos de Zezinho e Rubio.

Os resultados de Dezembro para cá, melhoraram. Factual. Mas mais importante do que os resultados (dependendo sempre do ponto de vista), importa saber que jogadores estão preparados para jogar na equipa principal.

Quem estará apto para subir um patamar, sabendo que a segunda liga apresenta níveis de qualidade sofríveis, no mínimo?

Comecemos pelos que já cá andavam. Palhinha, Francisco Geraldes e Wallyson estarão num patamar um pouco mais acima.

Mas serão jogadores para o curto prazo? Se for para continuar a lutar pelo terceiro lugar, claramente. Se os objectivos forem outros, é curto, muito curto. Ou é para fazer número?

De resto, e mesmo dos que foram emprestados, Yuri Medeiros? Num Arouca é fácil brilhar....num candidato a campeão...

Dos que chegaram esta temporada e foram colocados na equipa B, o que fazer com: Slavchev, André Geraldes, Sarr, Rabia, Sacko, Jorge Santos, entre outros, adquiridos na temporada anterior?

Dizer-se que Diego Rubio terá de ser opção na equipa principal, por ter marcado 13 golos na segunda liga, é o mesmo que ver Tozé Marreco a substituir Jackson Martinez no Porto.

A equipa B deve servir SEMPRE para potenciar jovens da nossa formação, em vez de ser um albergue de jogadores castigados da equipa principal, e receptor de jogadores de qualidade mais do que duvidosa. Noutro cenário não faz sentido existir.

SL

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:43



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D