Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bem, nunca saberemos pois não?

por Trinco, em 04.02.16

Imagem 001.png

 

Onde estava o Sporting CP se eu não estivesse cá?

 

Nunca saberemos se o Clube estaria pacificado.

Nunca saberemos se seriamos um Clube coeso.

Nunca saberemos se teríamos uma liderança coerente e consciente do seu papel.

Nunca saberemos como se redesenharia e poria em prática a reestruturação financeira (que seria aprovada pela banca qualquer que fosse o presidente).

Nunca saberemos se teríamos dúvidas sobre a proveniência de financiamentos.

Nunca saberemos se se abririam tantos conflitos, com todos e por tudo.

Nunca saberemos como os nossos interlocutores e adversários se posicionariam em relação a nós.

Nunca saberemos se o departamento jurídico teria tanto trabalho.

Nunca saberemos se nos teríamos omitido de participar activamente nas discussões e da defesa do Clube nos locais institucionais de poder durante tanto tempo.

Nunca saberemos se teríamos 3 treinadores em 3 anos.

Nunca saberemos se teríamos "all-ins" à 3ª época.

Nunca saberemos se haveria uma aposta coerente e sustentada na formação.

Nunca saberemos se um vendedor de electrodomésticos seria responsável pela mesma.

Nunca saberemos se nas modalidades haveria alguém mandasse e que percebesse verdadeiramente de desporto.

Nunca saberemos se o Clube seria "nosso" ou nosso.

Nunca saberemos o que diriam os que antes criticavam e agora aplaudem.

Nunca saberemos se se cumpririam contratos.

Nunca saberemos se se cumpririam compromissos.

Nunca saberemos se se cumpririam promessas.

Nunca saberemos se se falaria verdade.

Nunca saberemos o que seria a "oposição".

Nunca saberemos se Azevedo de Carvalho seria o Rui Barreiro, versão hard core, do momento.

Nunca saberemos se a milícia tornada exercito manteria a guerrilha.

Nunca saberemos se teria acontecido um processo de nivelamento por baixo da exigência.

Nunca saberemos se o pensamento critico estaria em crise existencial.

Nunca saberemos se existiriam comparações constantes com o pior para dizer que se era melhor.

Nunca saberemos se a comunicação do Clube se tornaria numa enorme máquina propagandística.

Nunca saberemos se haveriam homilias regulares.

Nunca saberemos se haveriam pungentes pedidos de união.

Nunca saberemos se haveriam inflamadas suplicas de evitação de quedas.

Nunca saberemos se haveria uma convivência impossível com as opiniões alheias e com a critica.

Nunca saberemos se haveriam cismas, autos de fé e propósitos de purgas.

Nunca saberemos se haveria confusão identitária entre o eu e o Clube

 

 

Entre tantas outras coisas, nunca saberemos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:27



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D