Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As preocupações

por Trinco, em 19.07.16

img_770x433$2016_07_19_01_01_55_1131608.jpg

 

Mais uma época começa, mais uma pré-época decorre, jogos de preparação, jogadores a retomarem a forma, novos jogadores a conhecerem o seu contexto, experiencias, índices físicos flutuantes, etc.

 

Nada disto é preocupante. Nem sequer as derrotas em si, ou a (má) qualidade do futebol praticado.

 

Mas já é mais preocupante um score de 6-14 em golos sofridos, ou perceber que as contratações cirúrgicas, estão longe de o provarem ser, ou que as alternativas não cumprem, ou que os erros e defeitos se repetem e intensificam.

 

E não vale a pena falar de equipas de Top (que não são) ou estado de preparação avançada (o PSV começou no mesmo dia que nós). O planeamento foi feito assim e assim terá que ser assumido. Como não vale clamar pelas ausências dos 4 campeões europeus. As ausencias não podem explicar tudo e mal de qualquer equipa que dependa exclusivamente de 4 jogadores.

 

É preocupante perceber que os avançados não marcam golos, que os cinco centrais presentes em estágio falham ao nível de uma divisão inferior, que os laterais tem erros infantis que só a componente física não explica, que o meio campo não existe. Já para não falar dos guarda redes...

 

Aliás, mesmo ficando os quatro de faltam, o que não é liquido, o que se verifica é que as suas alternativas tardam em provar que o podem efectivamente ser. Patrício não tem alternativa, William tem um Petrovic de €3M que pouco se mostra, e Adrien tem um Aquilani que já não era alternativa na época passada e João Mário não pode ter em Podence a alternativa (sob pena de queimar este). Se estes se lesionam, física ou psicologicamente, por promessas por cumprir, a equipa simplesmente não existe.

 

Depois é preocupante a narrativa desculpabilizante, que chama ao jogo com o PSV "um bom treino", ou que assume a normalidade da derrota. Aliás essa conversa da "normalidade" contagia os próprios adeptos que após um 0-5 se mantêm felizes e contentes já a garantir vitórias finais no campeonato e a cantar cânticos contra um rival...

 

Como é preocupante a dicotomia entre a aposta que se quer demonstrar na formação com claros excessos no que se acredita já ter e ainda mais no que se julga estar para aparecer e a forma como estes vão sendo queimados ao serem lançados assim.

 

Ou como ainda é mais preocupante a desorientação emocional que leva um experiente jogador ser expulso a meio da 1ª parte com quem devia dar o exemplo de cima a fazer ainda pior e a comportar-se como um presidente das distritais nos anos 80, a falar boçal e arrogantemente para quem dirige o jogo, chegando ao ridículo de ameaçar a retirada da equipa do jogo.

 

Os emigrantes, cuja presença foi tão elogiada, mereciam claramente mais respeito. Como merecia a reputação e prestigio do Clube.

 

E na realidade, faltam 26 dias para o 1º jogo a sério.

 

P.S. 1 Corre a teoria que este descalabro que se assistiu neste estágio mais não é que uma estratégia do treinador para fazer a SAD abrir os cordões à bolsa e adquirir mais uma série de jogadores...Nem quero sequer colocar a hipótese de isto ser remotamente verídico.

 

P.S. 2 Morreu Matos de Oliveira, grande responsável pela Ginástica do Sporting durante o mandato de João Rocha, período onde esta teve um dos crescimentos mais notáveis tendo atingido os sete mil praticantes. Faleceu anteontem deixando o Sporting mais pobre. Da parte do Clube nem uma linha até ao momento.

 

[Foto: Fernando Ferreira do Record]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21


2 comentários

De Profeta a 19.07.2016 às 20:05

Quanto ao seu PS, uma coisa é certa: bdc , em ano de eleições, está ainda mais nas mãos de JJ.

De relva a 20.07.2016 às 13:00

Como premio, o central mais caro, vai ser adquirido, deve ser premio. Coroa da má gestão.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D