Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As Assembleias Gerais são uma treta!

por Trinco, em 29.09.15

3macacossc3a1bios.jpg

 

Passadas umas horas mais, e ainda sem qualquer vontade de comentar o auto de fé iniciado na tarde de domingo e prosseguido com passagem directa de informações à comunicação social, essa tão grande inimiga, e continuado por listas colectadas por acólitos fico-me pela constatação que que estavam pouco mais de 200 sócios na Assembleia Geral.

 

Sim, os apelidados do contra, poucos lá estavam, mas e os outros? E nem falo dos empenhados servos. Onde estavam os sócios normais? A maré verde participativa que nos querem impingir? E aqueles que tudo sabiam e tudo escalpelizavam e que agora se demitem sequer de comparecer, optando por votar por omissão?

 

Onde está a discussão. Quem ficou a saber os resultados do R&C? Quem ficou a saber as razões do aumento de mais de 13% no empréstimo que o Clube (sim o Clube, não a SAD) para sustentar a reestruturação que salva a SAD? Quem ficou a saber o que a alteração de estatutos previa? Quem ficou a saber os resultados da auditoria ao mandato daquele que era consagrado como o pai do monstro?

 

Pior que isso, quem se interessou? Quem teve dúvidas? Quem esteve, mais não seja, presente? Não chegavam a 0.2% do universo de sócios oficial. É esta a vitalidade do Clube! As Assembleias Gerais são uma treta!

 

E se os contestatários, não desculpando, até entendo, pois só quem nunca foi e não conhece o funcionamento de uma Assembleia Geral pode idoneamente reclamar de as criticas feitas cá fora não o serem lá dentro, aos outros, a grande maioria que, aconteça o que acontecer, mais que o Sporting, suporta apenas e só uma pessoa, só entendo se i) não forem sócios, ii) o sejam há menos que 12 meses ou iii) achem que a vida do Clube e o apoio se faça apenas e só nas redes sociais.

 

Neste momento, estas reuniões pouco mais são que uma mistura entre o comício e a missa, geridas como uma reunião de condóminos, onde a ordem é alterada conforme a encenação necessite, onde para se assistir à apresentação dos pontos na ordem do dia se tem que resistir estoicamente a demorados sermões, onde os estatutos e regulamentos são sempre muito elasticamente interpretados (quando não são mesmo ignorados) e onde as votações não garantem sequer um período de reflexão, sendo votadas em contra-relógio sem qualquer reserva de privacidade ao acto. Qualquer voto contra as pretensões da mesa ou do conselho directivo é recebido com enorme enfado, para não escrever outra coisa

 

E assim, de quase unanimismo em quase unanimismo, vamos andando até á participação zero, transformando-nos aos poucos num Clube de Adeptos nas vitórias e/ou jogos grandes, sem grande vontade de conhecimento ou capacidade de exercer um pensamento critico que seja.

 

Mais agradável ou menos agradável, mais corrosivo ou menos corrosivo é isso que vou e vamos tentando contrariar aqui. E pelas reacções e menções que temos, alguma coisa estamos a fazer bem para causar tanto incomodo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:25


8 comentários

De Leonino a 29.09.2015 às 14:41

Quem não se lembra das AGs na altura dos croquettes com pouco mais de 50 sócios? Com votações de braço do ar de tão poucos sócios presentes. Nessa altura não me recordo de comentários sobre a lotação das AGs.

De Trinco a 29.09.2015 às 14:45

Interessante...identifique uma! Uma apenas com 50 sócios! E aviso desde já que de 2002 a esta parte, poucas falhei.
Braço no ar sim, houve várias. Mas o que não concordava então, também não concordo agora.
E mais, apesar de focado na ultima, essa é a realidade desde 2013...tenham as AG's 200 ou 800...

De Profeta a 29.09.2015 às 15:41

Mas quem no seu perfeito juízo, vai a uma Assembleia-Geral para ouvir aquele individuo por 2 ou 3 horas a dizer mentiras e meias-verdades???
De facto, aquilo parece uma missa, onde o padre faz um sermão, sobre aquilo que deve ser um cristão, e a pedir palminhas para o Deus-Sol - neste caso, ele próprio!
Um sócio pode discursar salvo erro, cerca de 5 minutos, e apesar do presidente não ter um limite de tempo para falar, creio que ainda pode responder à opinião do sócio!
Enfim, isto é uma coisa de loucos...

São cada vez mais os que estão a tomar a consciência que ter um individuo daqueles à frente do Sporting, é uma vergonha para a nossa historia! Há excepção de alguns soldadinhos parasitas que andam pela net a dizer merda, há mais pessoas que estão a acordar para a vida do que pensam... Porque nem todos têm a coragem de meter o dedo na ferida aqui na net, não vão eles ser alvo de processos, ou de ameaças!

Isto bateu no fundo...

De Trinco a 29.09.2015 às 15:44

Cada sócio tem, por cada ponto da ordem, 3 minutos de intervenção, não tendo o membro dos órgãos sociais que responda limite de tempo e não tendo o sócio o direito de resposta (em condições muito especiais já foi concedido mas a regra é não haver).

De Fernandes a 29.09.2015 às 21:29

Está a comentar o estado do clube em 2015? 2010? 2005? 2000? 1995? 1990? 1980? 1960? Não se percebe bem, tal como não se percebe essa indignação toda AGORA e não há, sei lá, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 anos...

Ou tinha outro blog na altura a massacrar essas direcções por andarem a destruir o clube, como ficou à vista de todos em 2013?

Até parece que estava tudo muito bem até esta direcção entrar. Sim, discursar durante 2 horas é patético, sim, a sua postura envergonha o clube a maior parte do tempo, mas os resultados desportivos e financeiros existem ou não existem?

Taça, Supertaça, e troféus nas modalidades. Indesmentível.
Lucros. Indesmentível.
Pavilhão: a crescer.
Média de assistências: a mais alta de sempre.
Etc. etc. E sim, também já fez muita porcaria, mas quem o gere o blog nunca se equívoca, é isso? São perfeitos?

Afinal esta direcção é ou não é muito, mas mesmo muito superior a todas as direcções dos últimos, vá lá, 20 anos?

E, já agora, em toda a história do clube quantas AGs tiveram mais de mil sócios?

Cumprimentos.

De Trinco a 30.09.2015 às 11:38

Comento o de agora, como comentei o de ontem e comentarei o de amanhã!
A indignação está longe de ter nascido em 2013, e até posso informar que esteve até agora bem longe dos níveis que alcançou em períodos anteriores.
O que fiz para combater as direcções anteriores fica para mim e para quem me conhece. E quem me conhece sabe bem o que era a avaliação que fazia das direcções anteriores.
Por outro lado, continuar a usar a bitola desse período para avaliar este é de uma falta de ambição e espírito critico que me entristece. E se tem, inegavelmente coisas melhores, há outras em que. no mínimo, pouco mudou.
Ah! E já agora, AG's com mais de 1000 sócios já tivemos algumas. Até tivemos uma, marcada para uma sala com 1200 lugares que teve que ser adiada por falta de condições para acolher toda a gente que compareceu...
De resto, não perceber que as AG's de 200 ou 300 são a normalidade (são e não é de agora), que são um claro indicador de demissão dos sócios da vida mais fundamental do Clube, misturado com o quase unanimismo e a não correspondida onda verde de fervorosa participação que nos impingem é estar completamente alienado da realidade.

De Fernandes a 30.09.2015 às 13:37

Que são a normalidade sei eu perfeitamente daí não perceber a indignação em relação ao números desta, se sempre foi assim.

De facto isso "fica para mim" é extremamente conveniente, mas fica claro que para as outras direcções não houve blog. E atenção que se leio o blog é porque o acho interessante, mas ao criticar tudo o que vem desta direcção só perde a razão. E disse que era a melhor direcção dos últimos 20 anos, e não dos últimos 3 ou 4. 20 anos é muito tempo.

Passando à frente pode pegar nos documentos publicados hoje e questionar que raio de gestão é esta em que um treinador pode ganhar +7M€ ou como é que uma direcção que luta incessantemente contra os fundos anda a servir de incubadora a dinheiros angolanos.

http://football-leaks.livejournal.com/

Cumprimentos.

De Trinco a 01.10.2015 às 14:30

Sempre, não foi...Mas se não me conhece de lado nenhum, como sabe se o descontentamento (indignação é capaz de ser um pouco demais não? ) é de agora?

Se calhar é conveniente por já noutras alturas ter sentido a inconveniência. Acredite se quiser, mas desde 2002 que debato activamente o clube, e não me lembro de ter votado vencedor mais que 10% das vezes que votei em AG's...E não, não havia blog, Este blog. Haviam outros meios.

Criticar, critico e criticarei o que achar que devo. Como sempre fiz. Antes de 2013 e depois de 2013. E apenas a minha consciência dite. Gostaria eu de não ter nada (ou muito menos) para criticar.

20 anos é infelizmente tempo a mais. Mas não creio que esse período possa (ou deva) servir de linha de água para estabelecer a positividade de uma direcção. É pouco! Muito pouco!

Infelizmente, por afazeres profissionais, ainda muito pouco tempo tive para sequer tentar perceber sequer o que são esses documentos. O que vou sabendo é por interposta pessoa. E o que me parece, é que nada é ilegal, mas que haverá coisas (como as que refere) que me parecem moral e eticamente discutíveis.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D