Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Arranque

por Trinco, em 01.09.15

IMG_20150516_213136.jpg

 

Começam esta semana as competições a sério das nossas modalidades colectivas de pavilhão.

Grandes expectativas depois de uma temporada de altos e baixos, com os falhanços de Andebol e Futsal (em alguns casos de forma estrondosa) e os sucessos de Hóquei e Basquete.

Pessoalmente, para este ano, uma época positiva passaria por ganhar os campeonatos de Futsal e Andebol, terminar nos 4 primeiros em Hóquei e aceder ao playoff final no Basquete.

Tendo já visto as equipas de Andebol e Futsal, posso-me considerar moderadamente confiante. No Andebol uma equipa mais equilibrada e com mais opções, no Futsal uma equipa no seu todo melhor e mais qualidade. Hóquei e Basquete ficam por ver. No geral, duvido que fuja muito do que já escrevi aqui.

Mas é também uma época de responsabilidades! À responsabilidade da camisola e história que representam, acresce a responsabilidade (menos o Basquete) de terem um incremento significativo nos orçamentos, em contra-ciclo com o que vinha acontecendo nos últimos 3 anos, pelo menos.

Orçamento não ganham títulos, mas usualmente servem de desculpa para os perder. Este ano não poderá ser o caso. Mesmo que não igualando os dos adversários directos, o equilíbrio será bem mais real a este nível, pelo que a responsabilidade existe e tem que ser assumida.

Aliás, essa responsabilidade é assumida pelo Vice Presidente para as modalidades, Comandante Vicente Moura ao afirmar: "O nosso objectivo é ganhar tudo". Se bem que também afirma um investimento de €7M para as 3 modalidades profissionais de pavilhão (Andebol, Futsal e Hóquei), algo que não verifiquei no orçamento aprovado, pelo menos nos factores que reflectem directamente a qualidade dos planteis (a alínea de honorários, que é no fundo aquela que define os gastos directos com atletas e técnicos prevê um gasto global para todas as modalidades de €3.803.143,00).

Mas a responsabilidade também é nossa! Nossa de sócios e adeptos que recorrentemente levantamos a bandeira do ecletismo com grande fervor e depois nos ausentamos e abstemos de apoio e presença nos jogos, aparecendo apenas nos de confronto directo com rivais históricos, muitas vezes sem ser pelas melhores razões e pouco interessados até na modalidade em si. Este ano, a Gamebox modalidades custa os mesmos 30€ (por modalidade) que custava o ano passado. Serão aproximadamente €1,5 por jogo. E sendo assíduo, não tenho problema em afirmar, que estes são dos que merecem!

Como merecem jogar num pavilhão mais centralizador da ideia "casa".

Bem sei que não temos Pavilhão, que todos temos responsabilidades nisso, que estará a ser construído, mas esta é a realidade, e é com ela que temos que lidar, fazendo tudo para que isso menos se sinta.

Estando o Hóquei seguro no Livramento, o Futsal em Odivelas, seria bom o Andebol conseguir fixar-se em apenas um pavilhão (preferencialmente em Odivelas, capitalizando o cruzamento de públicos e sempre que possível a coordenação de horários, como foi experienciado há dias com o troféu Francisco Stromp). Infelizmente, não é certo que tal aconteça. Um jogo em Odivelas necessitará para cobrir as despesas de uma receita gerada por 300 bilhetes a €4, sendo que o 1º jogo em "casa" será na Cova da Piedade, e creio já haver jogos pré-marcados para outros recintos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D