Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alojamento

por Trinco, em 04.09.15

Holiday-Inn-Porto-Gaia.png

 

Inusitadamente, um extenso comunicado deu conta de mais uma guerra aberta. Desta vez contra a cadeia hoteleira Holiday Inn.

Aceitando a indignação do Clube pelo procedimento e mesmo não dando grande relevo a várias teorias entretanto surgidas (que vão desde o apontar de dedo ao engº Lopes que de tão rápido surgimento leva-me a pensar de plantação premeditada, a uma revanche do benfica, como dá caso o mais sensacionalista dos diários nacionais), fica por explicar claramente o que origina este rompimento.

Não dando a cadeia quaisquer esclarecimentos, ficam por perceber as reais razões. Razões que até o Clube demonstra desconhecer pelo escrito no comunicado. É no entanto duvidoso que, um hotel, mesmo que franchisado, pertencente a uma cadeia de implementação e reputação mundial, assuma este procedimento apenas e só porque sim.

Do Clube, diz-se que o comunicado demonstra força e que "agora ninguém brinca connosco", assumindo uma constante postura belicista em favor de um engrandecimento do valor da marca. Esquecem-se porém, que o valor da marca, a este nível, não cresce com conflitos. Não cresce com ameaças. Não cresce com pressões ou chantagens. Isto diminui o valor perante os actuais e os potenciais parceiros. Demonstra instabilidade comercial, pouca capacidade estratégica e reduzido capital de confiança.

Não que o Clube não possa (ou até não deva) comunicar isto como forma de exposição pública de algo para o qual não encontra justificações e que potencialmente o prejudica. Mas nunca assim. Como está escrito, o comunicado tem como único intuito o lançamento de mais uma "intifada" cibernética sobre a cadeia de hotéis (sim que a ameaça velada da perda de clientes não me parece que seja relevante).

Algo a que os Sportinguistas tristemente aderiram de imediato, procedendo de forma imbecil (e fico-me conscientemente apenas por esta adjectivação) dando tristemente mais um sinal de menoridade intelectual, emocional e cívica, em mais um episódio dum PLEC que dura há tanto tempo que me suscita a dúvida se já não estará cumprido e de forma irreversível.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:59



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D