Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Afinal qual é que conta?

por Trinco, em 10.04.16

ng4396484.JPG

 

Em Julho de 2015, no dia da sua apresentação, Jorge Jesus dizia, no meio das criancinhas, entre cantorias e danças com Azevedo de Carvalho.

 

Está na hora de assumirmos que queremos ser candidatos a todos os títulos em Portugal. A partir de hoje, não há dois candidatos, há três candidatos em Portugal. Temos que acordar o leão adormecido. Viva o Sporting Clube Portugal!

 

Durante toda a época, a prática foi secundarizar todas as outras competições em relação à liga portuguesa, onde se chegou a andar na frente com uma vantagem de 7 pontos que se perde em "meia dúzia" de jogos para agora se andar a correr atrás de uma diferença de 2 pontos.

 

E é neste momento, com a liga a caminhar para o fim que diz:

 

Não se cria uma cultura de campeão em 8 meses e se me dissessem que a oito jornadas do fim estava a 2 pontos do primeiro não acreditaria.

 

Afinal qual é que conta? É que por mais voltas que se dê, por mais spinnings que se tentem, as duas não coexistem num discurso coerente.

 

Por mim, que seja a de Julho e que o All-in compense!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47


2 comentários

De Profeta a 10.04.2016 às 12:05

Se Marco Silva tivesse continuado, tenho a certeza que não estaríamos piores no campeonato, e se calhar ainda estaríamos noutras provas.

Jesus não poderia apostar todas as fichas, porque teria primeiro que implementar o seu estilo de jogo, que nada tem a ver com Marco Silva e Leonardo Jardim.

E mesmo que não vencêssemos este campeonato, Marco Silva ainda teria 2 anos de contrato, tal como Jorge Jesus.

Portanto, é mesmo bom que Jorge Jesus continue, senão haverá chatices em Alvalade!

Mas na presente época, se não vencermos este campeonato, não deixará de ser uma grande derrota. As frases populistas do BdC, a juntar às provocações ao Rui Vitória por parte de Jorge Jesus, tornarão este campeonato muito festejado pelos benfiquistas, e nós seremos os cabeçudos de serviço!

De comentador desportivo a 10.04.2016 às 21:15

O Sporting assemelha-se a um partido político.
Pode-se dizer hoje uma coisa e amanhã outra.
Isso pouco importa.
O que interessa são os votos.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D