Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A profecia de Miguel Paím

por Lizardo, em 31.03.16

phpThumb.jpg

Quando foi criado o Movimento Dar Rumo ao Sporting de Miguel Paím e de André Patrão, discordei na totalidade.

Não era apoiante de Godinho Lopes, mas era tão evidente o precedente que se estava a criar, tão preocupante a forma como se estava a atuar, e acima de tudo, assustador o que poderia estar para “entrar”.

Disse-o várias vezes na época sem problema, alto e em bom som, e agora ainda mais me faço ouvir.

Mas o que está aqui em causa não é o ato de concordar ou discordar com o Movimento. Mas sim relembrar que de facto aconteceu, e que dois jovens, que desconheço se o fizeram com o apoio de Bruno de Carvalho, ou se agiram só e somente só por iniciativa própria, conseguiram cumprir a missão.

Parecia inevitável, já desde 2011, que as redes sociais seriam um espaço sujo, conspurcado, um meio de comunicação por excelência, utilizado por quem vive nesses mesmos universos de insalubridade e lixo, como é óbvio, falo do atual Presidente Azevedo de Carvalho, de alguns membros da Direção e os seus peixes comensais, amigos de Roseiro e de João Duarte, toda uma equipa que mina e suja e leva o debate Sporting para níveis que vão sair muito caros a esta direção.

Recentemente Miguel Paím foi a um jantar. Curioso que tenha sido notícia este facto. Mas foi e continua a ser a génese de todo este novo problema.

Jantar esse, que supostamente, tinha como “ordem de trabalhos”, discutir o Sporting, falar sobre o presente e o futuro.

Jantar esse, que supostamente, juntou na mesma mesa Sportinguistas de todas as idades, credos e políticas, que juntou até antigos apoiantes de Azevedo de Carvalho.

E  aqui reside todo o problema e o afirmar da profecia.

Miguel Paím tem sido atacado. Acusado de traição, apontado como lambuças e croquete, apontado como algo contra o qual lutou.

A profecia é clara. Este monstro criado pelas crianças e algumas criaturas sem nível e sem escrúpulos, este monstro de defesa cega ao Presidente. De ataque cego a todo o passado. Este monstro que ataca irmãos leoninos. Um dia vai-se virar contra o criador.

 

É o que se passa agora, por quem tanto adorou Miguel Paím e agora o acusa e ataca. Não é nada mais, nada menos, do que irá acontecer brevemente a Azevedo de Carvalho.

Tudo a seu tempo, e que mestre tem sido o tempo.

Miguel Paím, fui totalmente contra o teu movimento, era demasiado evidente que este clima se iria instalar e estalar.

Mas Miguel, quero-te deixar um abraço, pois sempre tiveste a coragem e a frontalidade de agir.

Quero-te deixar um abraço para que não te escondas agora. Mas para que consigas gerir estes ataques com o desprezo que merecem.

E acima de tudo Miguel, quero que com a tua sapiência e com a tua capacidade, tenhas a coragem de avaliar o presente, da mesma forma que avaliaste o passado. E sim, concordo contigo, no final do campeonato, porque agora, agora o Sporting precisa de todos. Pena que muitos não tenham essa capacidade e essa visão.

Um abraço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25


7 comentários

De Claudia Dias Gomes a 31.03.2016 às 09:00

Deixem o meu Bruno governar o Sporting, assim eu também governo melhor a casa e o comer chega até ao final do mês.

De Anónimo a 31.03.2016 às 10:05

Ouvi dizer que gosta muito da SIC

De André Carreira de Figueiredo (ACF) a 31.03.2016 às 16:37



Dª Dolores, vi uma fotografia sua no final da Taça de Portugal e a Dª Dolores tem uns braços maiores que as minhas coxas. A sua dieta é muito rica em lípidos?

Cumprimentos.

De O Boda a 31.03.2016 às 10:12

Ricardo Agostinho, tu e os teus posts até enjoam. Ainda continuas com Azia por causa da história do teu pai? Já sei que não vais por o comentário.

De Lizardo a 31.03.2016 às 10:15

Ricardo Agostinho? Conheço o rapaz, meu colega.

Se tens problemas com tal pessoa, sugiro que o encontres em Lisboa onde trabalha, no Estádio onde está sempre presente, ou no Barreiro onde vive.

Aqui não há Agostinho. O meu nome, e está identificado, é Lizardo.

De O 6º Violino a 31.03.2016 às 10:16

Será Boda?
Será Ovelha tresmalhada?
Boda não tem popa.

De Lizardo a 31.03.2016 às 10:18

Um qualquer Capitão, Ivo, Beru ou Milhafre Otário ou Otávio.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D